domingo, 20 de março de 2022

Benefícios dos exercícios em mulheres na Menopausa

 

A atividade física regular é uma poderosa aliada durante essa fase da vida da mulher, contribuindo para reduzir as ondas de calor e os riscos cardiovasculares. Os especialistas recomendam pelo menos 150 minutos por semana de exercício físico.



A diminuição da produção dos estrógenos pelos ovários pode causar sintomas que diminuem de forma significativa a qualidade de vida da mulher: surgem as ondas de calor, os suores noturnos, secura vaginal, disfunção sexual, alterações de humor como depressão e ansiedade, insônia, diminuição da massa óssea, ganho de peso e alterações do metabolismo.

Segundo a médica, a terapia hormonal com estrógenos representa a forma mais efetiva de tratar os sintomas da menopausa. A dose da terapia hormonal e forma de administração (comprimidos, gel, adesivos, creme vaginal), assim como os riscos e benefícios do tratamento, devem ser avaliados de forma criteriosa pelo médico que vai acompanhar a paciente. “Para as mulheres com contraindicação para terapia hormonal, existem outras opções para tratamento dos sintomas de ondas de calor e secura vaginal”, explica a médica.

A menopausa é a cessação permanente da menstruação. Decorrente da falência da produção dos hormônios estrógenos e da atividade reprodutiva pelos ovários, geralmente ocorre entre 45 e 55 anos. Quando acontece antes dos 40 anos, é denominada menopausa precoce, o que pode aumentar o risco de doenças cardiovasculares (infarto e derrame) e osteoporose.


Como os exercícios físicos podem ajudar no tratamento da menopausa?



Você pode fazer a terapia de reposição hormonal, estar com o sono regulado, a saúde em dia, o peso sob controle, colesterol e diabetes ok, as vitaminas equilibradas, a alimentação balanceada, o emocional perfeito e até fazer atividades aeróbicas ao ar livre, mas saiba: precisa incluir na rotina exercícios para aumentar a reserva muscular.

Para manter a musculatura forte, é fundamental a prática de atividades como musculação, pilates ou ioga.

Aumentar o tamanho de um músculo é igualmente proporcional a aumentar a nossa força. Além disso, ao fazer esse tipo de exercício, treinamos o cérebro para recrutar as fibras musculares necessárias para diversas ações, como levantar um balde cheio de água, por exemplo.

Você sabia? Entre os 25 e 50 anos, perdemos cerca de 10% de massa muscular. Dos 50 aos 80 anos, esse percentual sobe para 30%.

Agilize seu ganho muscular e previna doenças

Quanto antes você trabalhar seus músculos, melhor. E os exercícios de resistência são os grandes aliados para amenizar a perda muscular e garantir mais saúde a longo prazo, prevenindo problemas comuns na menopausa, como a osteoporose, a osteopenia e a sarcopenia.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que dez milhões de pessoas sejam acometidas pela osteoporose no Brasil. No mundo, projeta a International Osteoporosis Foundation (IOF), o número de mulheres portadoras da doença ultrapassa 200 milhões.

De acordo com as estatísticas, a incidência da osteoporose varia de 14% a 29% em mulheres com mais de 50 anos e 73% em mulheres com mais de 80 anos. Em mulheres com mais de 50 anos, o risco de fratura do colo do fêmur é de 17,5% e da coluna, de 16%.
Com exercícios físicos de resistência, é possível reduzir em 40% as chances de osteoporose, 50% os riscos de fraturas, 40% a dor lombar, 40% o risco de quedas, sem falar na prevenção de outras inúmeras doenças como AVC, câncer, hipertensão e depressão, como ensina a endocrinologista .

Atividade física é saúde

Se você quer chegar bem na menopausa, quanto antes adquirir hábitos saudáveis, melhor. Não espere o problema se apresentar para tomar uma atitude. Seja uma senhora pronta para encarar o futuro com toda a vitalidade e a qualidade de vida que você merece.

Lembre-se: os exercícios de força fazem parte do tratamento da menopausa. Além da reserva muscular necessária, eles ainda vão ativar os hormônios da felicidade: endorfina, serotonina, ocitocina e dopamina. Quem não quer?

Gostou das informações? Bora começar a malhar?

Fonte: SBEM/ Dra. Natasha Machado´

Link: https:// International Osteoporosis Foundation (IOF), menopausa, emagrecimento, exercícios, atividade física, diminuir os calores da menopausa, ganho de massa magra, aumento do metabolismo, osteoporose, osteopenia,

Nenhum comentário:

Postar um comentário