sábado, 28 de novembro de 2020

Receita de Doce de Leite diet

Esta receita é indicada para quem é diabético ou para perda de peso.




✅INGREDIENTES DOCE DE LEITE

-1 xícara 🍵 de leite em pó desnatado
- 1,5 colher🥄 (sopa) de adoçante xilitol
- ½ xícara de leite 🥛 desnatado ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
✅MODO DE PREPARO

- Coloque o leite em pó dentro de uma frigideira antiaderente e leve ao fogo baixo mexendo sempre até que o leite fique douradinho.


- Misture o adoçante e mexa mais um minutinho. Coloque essa misture dentro de um liquidificador, dê uma misturada. Acrescente o leite, bata até que fique uma pasta.

Gostou da receita? Comente aqui!

Siga também meu Instagram:@patriciamendesnutricionista

Patrícia Brigagão Mendes
Nutricionista

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Curso básico de Marketing Digital para Profissionais da Saúde e Estudantes- PROMOÇÃO BLACK FRIDAY

 Você PROFISSIONAL DA SAÚDE está em busca do SUCESSO financeiro?


🌷Quer descobrir o SEGREDO que está revolucionando os Profissionais da Saúde?

🌷Quer APRENDER a UTILIZAR a TECNOLOGIA DIGITAL para CAPTAR MAIS CLIENTES ? 

Se você DISSE SIM para alguma dessas perguntas, então VOCÊ acaba de encontrar o CURSO PERFEITO PARA VOCÊ. 

O Instituto Nuttry Educa preparou um Curso de Marketing Digital para Profissionais da Saúde que vai tirar estas crenças, medos e ensinar o passo a passo de como o Mundo Digital pode favorecer seu negócio e seu faturamento.




PROMOÇÃO BLACK FRIDAY
DE 167,00 POR 67,00 até dia 10/12.

O que o curso oferece:
👉Curso online, gravado , com 4 aulas na plataforma Nutror, terá acesso por um ano a todo material.
👉 Ensina como conseguir clientes de forma orgânica e virtual;
👉Aprenda como utilizar os recursos do Instagram de forma produtiva;
👉 Aprenda o passo a passo de como fazer posts para seu Instagram;
👉 A importância da Identidade Visual;
👉 Estratégias eficazes para desenvolver autoridade nas redes sociais.
👉O curso oferece certificado.

Além de vários bônus  incríveis!
Bônus: 60 posts prontos , depois vc coloca sua logo + 1 e-book sobre tudo do Instagram 

 Você não pode ficar fora desta!

🎄Aproveite já esta PROMOÇÃO porque só vamos liberar somente 20 vagas!

👉Para adquirir entre no site:
https://nuttryeduca.com.br/marketing-para-consultorios/ ou mande um email para nós, caso tenha dúvidas: nuttryeduca@gmail.com

➡️E não esqueça de colocar na hora do pagamento o CUPOM #blackfriday

Qualquer dúvida, entre em contato no email: nuttryeduca@gmail.com

Patrícia Mendes
Nutricionista




terça-feira, 24 de novembro de 2020

Quer chegar no verão em forma? Saiba como!

 O Verão está chegando e neste momento muitos se preocupam de estar com um corpo mais bonito!

Na verdade, esta preocupação deve existir ao longo do ano para prevenção de doenças e qualidade de vida, não somente pela estética.



Seguem algumas dicas importantes:


  • Sugiro que faça um  diário alimentar, anotando as quantidades e tipos de alimentos ingeridos e o tempo que você gasta para fazer a refeição;
  • O ideal é fazer de 3 a 6 refeições ao longo do dia: café da manhã; lanche da manhã; almoço; lanche da tarde; jantar e ceia. Procure fazer as refeições  para evitar sentir fome, pois atrapalha o emagrecimento;
  • Importante: Fazer refeições em lugares tranquilos, sem Tv, computador ou celular, para que possa prestar mais atenção na alimentação, isso é o comer consciente;
  • Ingerir mais legumes, verduras, frutas e castanhas , queijos brancos, shakes proteicos, ovos nos lanches, além de ótimas fontes de fibra e proteínas, irão dar  saciedade;
  • Evite ingerir líquidos durante o almoço e jantar, apenas 1 hora  antes ou após a alimentação;
  • De preferência aos laticínios, iogurtes, leites e queijos, desnatados, lights ou magros;
  • Usar azeite extra virgem
  • com moderação;
  • De preferência às carnes grelhadas, assadas ou cozidas, retirando pele do frango, peixe e as gorduras aparentes;
  • Evite o consumo de bebidas alcoólicas e refrigerantes, mesmo os dietéticos, o consumo irá atrapalhar todo o trabalho que teve durante a semana, pois possui valor energético;
  • Evite molhos industrializados para temperar saladas, são calóricos e contém grandes quantidades de sódio;
  • Não esqueça de ler os rótulos e procurar saber a quantidade de açúcar e sódio nos alimentos e bebidas que você consome;

E, além disso, é muito importante não esquecer de praticar exercício físico, sempre orientada por um profissional. As práticas aeróbicas  e musculação são as que mais ajudam a eliminar peso. Mas tem que ter frequência e persistência. Para emagrecimento, praticar de 4 a 5 vezes por semana.

Bora cuidar de sua saúde?

Patrícia Brigagão Mendes

Nutricionista

Link: https:// verão, corpo em forma, emagrecimento, dieta saudável, qualidade de vida, prevenção de doenças

domingo, 22 de novembro de 2020

Isolamento social muda comportamento alimentar de brasileiras

 As medidas de isolamento social adotadas para conter a covid-19 modificaram o comportamento alimentar das mulheres brasileiras independentemente de seu peso ou estado nutricional, revela pesquisa on-line feita entre os meses de junho e setembro, com 1.183 participantes.

De modo geral, tornaram-se mais comuns os hábitos de cozinhar (+28%), sentar-se à mesa para comer (+40%), beliscar entre as refeições (+24%) e pedir alimentos por delivery (+146%). Em contrapartida, caiu o número de adeptas das compras em supermercado (-34%) e das dietas para controle ou redução do peso (-41%).



As voluntárias com índice de massa corporal (IMC) considerado normal (eutróficas) apontaram preocupações com “saúde”, “origem natural” e “conforto afetivo” como os principais fatores que influenciaram a seleção dos alimentos consumidos durante a quarentena. Já as mulheres com sobrepeso mencionaram “prazer e “conveniência”, além de “saúde” e “origem natural”. Entre as obesas, “apelo visual” e “prazer” foram os dois principais determinantes da escolha alimentar. Os dados completos do estudo, que contou com apoio da Fapesp, estão disponíveis em artigo publicado na plataforma medRxiv, ainda sem revisão por pares.

Permanência de motivadores

“A pesquisa revela que o confinamento alterou o comportamento de todas as participantes, independentemente do estado nutricional. Mas vale ressaltar que os motivadores da escolha alimentar entre as mulheres obesas e as eutróficas já eram diferentes antes da pandemia e isso permaneceu. O chamado ‘comer emocional’ aparece de forma mais marcante entre as voluntárias obesas ou com sobrepeso – algo que deve ser levado em conta ao pensarmos em políticas públicas para o novo normal da mulher brasileira”, diz Bruno Gualano, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP) e coautor do estudo, liderado por Carolina Nicoletti Ferreira, também da FM-USP.

De acordo com o pesquisador, o trabalho foi centrado nas mulheres por serem elas as principais responsáveis por definir o cardápio familiar no Brasil. Além disso, segundo Gualano, dados da literatura científica sugerem que o sexo feminino é mais propenso ao “comer emocional” do que o masculino, e também a vivenciar sentimentos de ansiedade, depressão e solidão em um contexto de isolamento, como o gerado pela pandemia.

Participaram da pesquisa voluntárias entre 18 e 72 anos (com mediana em torno de 34 anos) de diversas regiões do país, sendo a maioria branca (77,8%), solteira (55,5%) e com alta escolaridade (72,4%) – características que correspondem à população de classe média e média alta que teve mais condições de permanecer confinada nos meses em que o estudo foi realizado. Em relação ao IMC das participantes, 13,4% se declararam obesas, 26,2% afirmaram estar com sobrepeso e 60,4%, eutróficas.

Mudanças ainda mais prejudiciais

“A principal ressalva que faço ao estudo é ao fato de não termos conseguido acessar a população mais vulnerável e periférica, apesar de termos feito um grande esforço nesse sentido. Mulheres negras, pobres e de menor escolaridade estão pouco representadas em nossa amostra e é bem provável que, para elas, as mudanças alimentares causadas pela pandemia tenham sido ainda mais prejudiciais e motivadas principalmente pelo preço dos alimentos”, comenta Gualano.

O questionário foi divulgado com o auxílio de colaboradores do meio acadêmico, líderes comunitários, redes sociais, serviços de saúde e veículos de comunicação e de divulgação científica. Para participar era preciso apenas ter mais de 18 anos e responder a um questionário disponível on-line. O acesso limitado à internet e eventuais dificuldades de leitura e escrita podem ter contribuído para diminuir a adesão de mulheres com menor escolaridade, na avaliação de Gualano.

O trabalho foi financiado pela Fapesp por meio de diversos projetos (17/13552-219/14820-619/14819-815/26937-4 e 20/07860-9).

Estado de espírito x estado nutricional

Após analisarem as respostas das participantes por métodos estatísticos, os pesquisadores observaram uma forte correlação entre hábitos nutricionais considerados não salutares – como comer assistindo à televisão, substituir refeições por lanches ou beliscar entre as refeições – e sentimentos de depressão, ansiedade, estresse e solidão.

Um dado que chamou a atenção dos pesquisadores foi a queda de 41% na prática de dietas. A explicação otimista, segundo Gualano, é que as mulheres sabiamente teriam abandonado cardápios mais restritivos por serem estes um fator gerador de estresse.

“Mas isso também pode ser um sinal de desleixo com a saúde. Há estudos mostrando que, durante a quarentena, as mulheres estão passando mais tempo sentadas e praticando menos exercícios físicos vigorosos. Além disso, aumentou o consumo de bebidas alcoólicas, de produtos ultraprocessados e de cigarro. Há uma sensação de que tudo é permitido já que estamos na pandemia. O problema é que essa situação tem se prolongado e o teletrabalho parece ter vindo para ficar. As empresas já estão se adaptando e grande parte dessas mulheres vai continuar em casa. Por esse motivo, há risco de que esses hábitos temporários tornem-se permanentes”, avalia.

O pesquisador ressalta que há intervenções capazes de combater o problema e defende a necessidade de políticas públicas voltadas principalmente às populações mais vulneráveis, para as quais os impactos da pandemia tendem a ser mais severos e a incluir fatores como o agravamento de doenças crônicas, a insegurança alimentar e o desemprego.

Uma das alternativas seria treinar funcionários de hospitais, Unidades Básicas de Saúde (UBS) e agentes comunitários do Programa Saúde da Família (PSF) para que possam levar orientações nutricionais à população.

USP móvel

Além de investigar o impacto da quarentena sobre a saúde de indivíduos saudáveis, os pesquisadores da FM-USP têm acompanhado grupos de pacientes que antes da pandemia eram atendidos presencialmente no Hospital das Clínicas (HC-FM-USP) para tratar condições crônicas, como artrite reumatoide ou obesidade.

“Parte dessas pessoas tinha acabado de ser submetida à cirurgia bariátrica e, portanto, estava em um momento de vulnerabilidade. Precisava se acostumar com um corpo diferente, uma nova dieta e diversas mudanças em sua rotina. Mas o HC precisou abrir novos leitos para atender pacientes com a covid-19 e esses grupos ficaram desassistidos”, conta Gualano.

O pesquisador teve a ideia de alugar um carro – que ganhou a alcunha de USP móvel – e com a colaboração de pesquisadores e estudantes de pós-graduação, entre eles Diego Rezende, Sofia Sieczkowska, Gabriel Perris Esteves, Rafael Genário, Michele Nakahara-Melo, Karla Fabiana Goessler e Anthony Damiot, passou a fazer visitas domiciliares aos pacientes.

Durante esses encontros, a prática de atividade física era monitorada por meio de questionário e de um acelerômetro – aparelho que fica preso ao corpo e mede a movimentação ao longo do dia. Também foram avaliadas a rotina alimentar e a saúde mental.

Pressão arterial alta

A maioria dos pacientes avaliados apresentava aumento na pressão arterial. Do total, 25% tinham inflamação sistêmica e 20% não estavam seguindo as recomendações médicas para ingestão de suplementos vitamínicos e minerais. Além disso, um terço estava com sintomas depressivos e 40% apresentaram algum grau de ansiedade. Três pacientes relataram pensamentos suicidas e foram encaminhados para atendimento com especialista.

Cerca de 60% dos avaliados não atingiram a quantidade mínima de atividade física recomendada. Os mais inativos foram os que apresentaram pior saúde física e mental. Esses indivíduos foram submetidos a um programa remoto de exercícios ao longo de três meses. Os resultados dessa intervenção estão sendo analisados neste momento pelo grupo de pesquisa.

Os achados preliminares do trabalho – apoiado pela Fapesp e pela Disciplina de Reumatologia da FM-USP – foram divulgados nas revistas “Obesity”  e “Obesity Surgery”, na plataforma medRxiv e em um vídeo produzido pelo grupo da FM-USP.

Fonte: Planeta

Link: https:// isolamento social, pandemia, hábitos alimentares, emagrecimento, obesidade, obesity,culinária, delivery, comportamento, nutrição comportamental

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Dicas para aumentar sua auto estima

 

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Spirulina, conhece seus benefícios?

 

Spirulina é uma alga que pode ser utilizada como suplemento alimentar indicada como uma excelente fonte de minerais, vitaminas, proteínas e aminoácidos, importantes na dieta vegetariana e durante a prática de exercícios físicos, podendo utilizada para emagrecer.

A cianobactéria apresenta propriedade nutracêutica, qualidade de um alimento ou de um ingrediente que proporciona benefícios médicos e de saúde, compreendendo a prevenção e/ou o tratamento de doenças. Tais produtos podem abranger desde os nutrientes isolados até suplementos dietéticos.



Vantagens para o consumo da Spirulina:

01 - Melhora o estado nutricional

A Spirulina  possui grande potencial alimentar apresentando elevada quantidade de proteínas, … zinco), ácidos graxos poliinsaturados; além de compostos fenólicos, e pigmentos bioativos como a clorofila, ficocianina, ficoeritrina e carotenoides (em especial, o B-caroteno), que desempenham inúmeros benefícios para a saúde.

02 - Melhora o sistema imunológico

A Spirulina é amplamente utilizada no tratamento das funções do sistema imunológico, melhorando uma variedade de desordens. Ela promove a estimulação da produção de citocinas e anticorpos, e aumenta a atividade das células de vigilância imunológica. Os pigmentos ficocianina e B-caroteno, presentes em grande quantidade na Spirulina, agem estimulando o aumento da resposta imune mediada por estas células, além de combaterem a ação dos radicais livres, que, quando em excesso, são responsáveis pelo aparecimento de doenças.

03 - Fornece energia e estimula o metabolismo

Por ser rica em nutrientes, a Spirulina fornece energia necessária para suas atividades diárias e para seu metabolismo estar sempre funcionando adequadamente. É uma fonte de nutrição concentrada e completa para a saúde, de fácil e rápida digestão, com um grande número de propriedades benéficas, tais como antioxidantes, imunomoduladoras, antimicrobianas e anti-inflamatórias, dificilmente encontradas em um único produto natural.

04 - Auxilia no processo de emagrecimento

Por ser rica em nutrientes, a Spirulina fornece energia necessária para suas atividades diárias e para seu metabolismo estar sempre funcionando adequadamente. É uma fonte de nutrição concentrada e completa para a saúde, de fácil e rápida digestão, com um grande número de propriedades benéficas, tais como antioxidantes, imunomoduladoras, antimicrobianas e anti-inflamatórias, dificilmente encontradas em um único produto natural.

05 - Tem propriedades desintoxicantes e anti-inflamatórias

A Spirulina tem a capacidade de ajudar o organismo a se livrar de substâncias inflamatórias e potencialmente tóxicas. Ela apresenta uma combinação única de fitonutrientes que auxilia o fígado a metabolizar e eliminar substâncias indesejáveis, além de possuir ação depurativa atuando na redução do inchaço e da retenção de líquidos, e promover o fortalecimento do sistema imunológico.

06 - Possui elevada atividade antioxidante

A Spirulina é uma matriz complexa de vários compostos antioxidantes como o B-caroteno, a ficocianina, as vitaminas A, C, e E, e o zinco, que a tornam capaz de prevenir o envelhecimento celular precoce, além de proteger e retardar a morte celular induzida pelos radicais livres. Como resultado, temos diversos benefícios à saúde, que incluem desintoxicação; proteção contra doenças cardíacas; risco reduzido de problemas cognitivos, de câncer e de perda ou distúrbios da visão; e sinais mais lentos de envelhecimento de órgãos, tecidos e articulações.

07 - Auxilia no controle da pressão arterial

A Spirulina, devido a seus compostos bioativos, aumenta a produção de óxido nítrico, uma molécula de sinalização que auxilia no relaxamento e dilatação dos vasos sanguíneos, promovendo a redução da pressão arterial, e auxiliando na prevenção de doenças cardiovasculares.

08 - Melhora os níveis de triglicerídeos e colesterol

Estudos indicam que os nutrientes da Spirulina são capazes de reduzir os níveis de triglicerídeos, do colesterol total e ruim (LDL), e aumentar os níveis do bom colesterol (HDL) que apresenta um importante papel protetor, reduzindo o risco de aterosclerose e do desenvolvimento de doenças cardíacas.

09 - Regula a glicemia

O alto nível de glicose no sangue está relacionado com inúmeras doenças como a diabetes. Os estudos mostram grande eficiência da Spirulina na redução dos níveis de glicose no sangue, em curto e longo prazo. A Spirulina possui capacidade de aumentar a sensibilidade à insulina, melhorando a resistência à insulina dos tecidos-alvo periféricos e regulando o metabolismo dos glicolipídeos.

10 - Tem propriedades antibacterianas e antifúngicas

A Spirulina produz metabólitos extracelulares com atividades antimicrobianas, capazes de inibir o crescimento de micro-organismos causadores de intoxicações alimentares, infecções da corrente sanguínea, ósseas, cutâneas, infecções do trato respiratório, trato genital e trato urinário.

11 - Melhora a força, resistência e recuperação muscular

Diversos estudos revelam o potencial da Spirulina para o aumento do desempenho esportivo, aumento da oxidação de gordura, aumento da força e resistência, e redução da formação de ácido lático nos músculos após o exercício físico, auxiliando no controle da fadiga e do cansaço, e a recuperação muscular.

12 - Atua na prevenção e tratamento da anemia

Estudos revelam que a suplementação com Spirulina aumenta os valores médios de hemoglobina. O teor de minerais da Spirulina, incluindo o ferro, bem como seus efeitos moduladores sobre a mucosa intestinal, parecem favorecer o transporte de nutrientes envolvidos no processo de formação, desenvolvimento e maturação dos elementos do sangue. Além disso, a ficocianina presente na Spirulina estimula a produção de células estaminais, que podem dar origem aos glóbulos vermelhos do sangue.

13 - Melhora os sintomas da rinite alérgica

A Spirulina promove a modulação na secreção de citocinas, que regulam a resposta inflamatória e imunitária, da mucosa nasal, e reduzindo de forma significativa os sintomas da rinite como congestão e secreção nasal, irritação, coceira e espirros.

14 - Contribui para Saúde Mental

A Spirulina é uma fonte rica em triptofano, aminoácido responsável pela secreção de serotonina, um hormônio importante na regulação do equilíbrio químico do cérebro, que promove sensação de prazer e bem-estar. Seu consumo está relacionado à redução das mudanças de humor e estresse, e à melhora da memória, uma vez que seus nutrientes auxiliam na proteção do sistema cognitivo. O triptofano também é essencial para a síntese da melatonina, o principal hormônio para regular os ciclos de sono e vigília. Ter bons níveis de triptofano no organismo ajuda a prevenir distúrbios como insônia, ansiedade e depressão.

Como usar

A Spirulina está disponível em forma de pó e em cápsulas, podendo ser ingerida com um pouco de água ou adicionadas aos alimentos, como sucos e vitaminas. Em geral, recomenda-se o uso de 1 a 8 g por dia, variando de acordo com o objetivo almejado:

·         Ajudar no controle do colesterol: 1 a 8 g por dia;

·         Melhorar a performance muscular: 2 a 7,5 g por dia;

·         Ajudar no controle da glicemia: 2g por dia;

·         Ajudar no controle da pressão: 3,5 a 4,5 g por dia;

·         Ajudar no tratamento para gordura no fígado: 4,5 g por dia.

A spirulina deve ser tomada de acordo com a orientação do médico ou do nutricionista, podendo ser consumida em uma dose única ou fracionada em 2 ou 3 doses ao longo do dia.

Efeitos colaterais

O consumo da Spirulina pode causar enjoo, vômitos ou diarreia.

 Contra-indicações

A Spirulina não deve ser utilizada durante a gravidez, lactação, crianças, nem por fenilcetonúricos. Além disso, ela pode causar reações alérgicas em algumas pessoas, mas essa complicação é rara.

Fontes: Tua Vida, Spigreen, ocean drop

Link: https:// spirulina, alga, proteína vegetal, vegetariano, imunidade, diabetes, controle de peso, emagrecimento, colesterol, aminoácidos, imunidade

 


sábado, 14 de novembro de 2020

Sopa Emagrecedora do INCOR

Você conhece esta receita?


 

Ingredientes :

- 2,0 folhas de Folha de louro

- 1,0 unidade de Berinjela crua

- 250,0 gramas de Nabo

- 100,0 gramas de Cheiro verde

- 150,0 gramas de Agrião

- 1,0 unidade grande de Pimentão verde cru

- 1,0 unidade grande de Pimentão amarelo cru

- 1.500,0 gramas de Repolho branco

- 1,0 unidade grande de Tomate

- 250,0 gramas de Aipo cru

- 2,0 unidades grandes de Cenoura crua

- 250,0 gramas de Vagem crua

- 4,0 unidades médias de Jiló cru

- 10,0 dentes de Alho cru

- 4,0 unidades de Caldo de galinha

 

Como fazer SOPA INCOR:

 

Os ingredientes devem ser cortados em tamanhos normais, evite cortá-los bem reduzidos ou deixá-los em tamanho grande. 

Coloque tudo para cozinhar.

Pode tomar duas vezes ao dia para ajudar na perda de peso. Mas não faça isso sem acompanhamento de sua Nutri para adaptar melhor o seu cardápio.

Esta receita ajuda no emagrecimento, bora experimentar?

Patrícia Brigagão Mendes

Nutricionista

Link: https:// dieta da sopa, sopa do INCOR, INCOR, emagrecimento, dieta, dieta saudável, cardápio para emagrecer

terça-feira, 10 de novembro de 2020

Aula gratuita, Hoje, dia, 10/11 sobre Diabetes e Covid.

 O Instituto Nuttry Educa, tem o prazer de anunciar e convidar vocês assistirem, hoje, dia 10/11, às 20:00, uma aula GRATUITA sobre " Diabetes e COVID" , com um convidado especial ( Dr. Daniel Benchimol).

A aula será pelo zoom e pelo nosso canal no Youtube ( Nuttryeduca).



Esperamos vocês!

Patrícia Mendes e Mayra Santos


Link: https:// covid, pandemia, imunidade, diabetes, diabéticos, prevenção, nutrição clínica

domingo, 8 de novembro de 2020

Chá Seca barriga, receita caseira fantástica!

 🍵CHÁ SECA BARRIGA🍵

(gengibre, cravo e canela)




Esse chá seca barriga é altamente eficaz para quem deseja queimar gordura e ainda ter mais disposição durante os treinos. Seus ingredientes são termogênicos, ou seja, têm a capacidade de aumentar o metabolismo e o gasto calórico e a queima de gorduras. É um dos chás mais fortes que existem.

👉Modo de preparo: O modo de preparo desse chá consiste em colocar 1 pau de canela e 10 cravos da índia em 500ml de água fervendo e deixar cozinhar por 5 minutos. Assim que retirar o chá do fogo é preciso adicionar o gengibre ralado a gosto e deixar a infusão agir por 3 minutos para então toma-lo. O ideal é consumir apenas duas xícaras de chá diariamente dessa combinação.

🔴Não é recomendável tomar depois de 17:00 e nem para hipertensos.

Gostou da receita?
Excelente para ajudar no emagrecimento.

Patrícia Brigagão Mendes
Nutricionista

Área de anexos

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Leguminosas, você sabe a importância delas na alimentação?

 As leguminosas são:

Feijão, soja, lentilha, ervilha e grão-de-bico .




👉Características:
Elas possuem vitaminas do complexo B, ferro, potássio, cálcio, zinco, selênio, magnésio, entre outros minerais. Além disso, fornecem também grande quantidade de fibras, importantes para garantir a saciedade, os níveis recomendados de colesterol, o bom funcionamento do intestino e o controle da glicemia.

O ideal é que consuma pelo menos 3 x por semana estes alimentos.

Você sabia destas vantagens destes alimentos?

Patrícia Brigagão Mendes
Nutricionista

Frutas, a importância na saúde!

 FRUTAS




As frutas são alimentos que oferecem grande quantidade de fibras, proteínas, vitaminas, sais minerais e açúcares (frutose). Elas são compostas basicamente de água — composto fundamental para manter os tecidos do organismo saudáveis.

Nas frutas, encontramos a celulose, nutriente indispensável para: regular o funcionamento do organismo e agir no intestino, evitando prisão de ventre. Elas são de fácil digestão, ativam as funções gástricas e desintoxicam o organismo. O consumo de frutas mantém você sempre em boas condições físicas e mentais.

Fontes de sais minerais e vitaminas, as frutas são indispensáveis para o crescimento das crianças, porque evitam a subnutrição e suas conseqüências, como o raquitismo.

O ideal é que você consuma até 3 frutas diferentes por dia in natura. Evite sucos pois não tem fibras e aumenta rapidamente a glicose.

As frutas são importantes para o processo de emagrecimento. Vc consome?

Escreva aqui!

Patrícia Brigagão Mendes
Nutricionista

domingo, 1 de novembro de 2020

Mudança nos Rótulos dos Alimentos pela ANVISA 2020

Após publicação da resolução, indústria terá até 36 meses para se adequar às exigências.

Está confirmado. A diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou hoje (7) a nova rotulagem nutricional para alimentos industrializados. Com a decisão, será incluído um símbolo em forma de lupa, que deverá estar visível na frente das embalagens para identificar o alto teor de três nutrientes críticos (gordura saturada, sódio ou açúcar adicionado) prejudiciais à saúde. O objetivo é melhorar a clareza e a legibilidade das informações nutricionais presentes no rótulo dos alimentos e auxiliar o consumidor a realizar escolhas alimentares mais conscientes.  



“Para a população brasileira, essa regra representa um avanço considerável quando pensamos que, até hoje, não havia um padrão de rotulagem frontal de alimentos. Agora o consumidor poderá ser beneficiado por uma condição mais justa, podendo saber, com mais facilidade, o que irá comprar para comer”, disse a nutricionista Rita Frumento, presidente do CFN.

TABELA DE INFORMAÇÃO NUTRICIONAL

A nova norma também estabelece mudanças na tabela de informação nutricional e nas alegações nutricionais. A tabela, agora, passa a ter apenas letras pretas e fundo branco para afastar a possibilidade de uso de cores que atrapalhem a leitura das informações. Também passará a ser obrigatória a identificação de açúcares totais e adicionais, a declaração do valor energético e nutricional por 100 g ou 100 ml para auxiliar a comparação de produtos.    

O Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) atua há seis anos nas discussões sobre o tema, colaborando nos estudos do Grupo de Trabalho da Anvisa sobre a rotulagem dos alimentos, apresentando subsídios técnicos e científicos para o aprimoramento das informações. O Conselho apontou a necessidade de priorização do tema na Agenda Regulatória do Quadriênio 2017/2020, bem como contribuiu na etapa da Tomada Pública de Subsídios (TPS) e, recentemente, também contribuiu nas Consultas Públicas nº 707 e 708, promovidas em 2019 pela agência.

PRAZOS

A nova regra de rotulagem só entra em vigor 24 meses após a publicação da resolução. Os produtos fabricados antes da norma entrar em vigor, ainda poderão ser comercializados até final da validade

Já os alimentos fabricados por empresas de pequeno porte, como agricultores familiares e microempreendedores, também possuem um prazo de adequação, mas de 12 meses após a entrada em vigor da norma

Os produtos que forem destinados exclusivamente ao processamento industrial ou aos serviços de alimentação deverão estar adequados a partir da entrada em vigor do regulamento para garantir que os fabricantes tenham acesso às informações nutricionais das matérias-primas e ingredientes alimentares utilizados em seus produtos.

Fonte:CFN

Link:https:// rotulagem de alimentos, rótulos, alimentos, gordura saturada, sódio, açúcar, anvisa