domingo, 21 de junho de 2020

Vinagre de maçã, quais seus benefícios?

vinagre de maçã é outra dessas tendências alimentares que as pessoas defendem alegam ser saudável de todas as maneiras possíveis. Isso inclui ajudar você a perder peso, estabilizando o açúcar no sangue, melhorando a digestão e a absorção de nutrientes.
Mas uma garrafa de vinagre pode realmente fazer isso? Foram atrás de pesquisas e conversamos com especialistas para descobrir quais são os benefícios reais do consumo de vinagre de maçã. Ele realmente pode ajudar a perder peso, melhorar sua digestão e a absorção de nutrientes, agir como um desintoxicante e até aumentar seu desempenho atlético?

Benefícios do vinagre de maçã

Há evidências sugerindo que vinagre de maça poderia ajudar na perda de peso. Um pequeno estudo com 39 adultos descobriu que aqueles que tomavam uma colher de sopa de vinagre de maçã no almoço e no jantar perderam quase quatro quilos em 12 semanas – mas também cortaram 250 calorias diárias. Outro estudo que analisou 144 adultos obesos descobriu que aqueles que ingeriram 2 colheres de sopa de vinagre de maçã diariamente por 12 semanas perderam quase dois quilos. Enquanto aqueles que tomaram uma colher de sopa perderam apenas um quilo.
A ciência é um pouco mais forte quando se trata dos efeitos do vinagre de maçã sobre o açúcar no sangue, pelo menos entre as pessoas com diabetes tipo 2. Ele parece melhorar a absorção de açúcar no sangue e aumentar a sensibilidade à insulina, segundo um estudo de 2015. E, de fato, pesquisas mais recentes descobriram que o consumo de vinagre de maçã promove níveis mais saudáveis ​​de açúcar no sangue em adultos com diabetes tipo 2. Portanto, o vinagre de maçã teria uma atuação como anti-glicêmico, agindo na estabilização do açúcar no sangue.

Fator probiótico

E no que diz respeito à digestão, absorção de nutrientes e desintoxicação? Por ser um alimento fermentado, contém algumas bactérias probióticas que podem ser benéficas para a saúde intestinal. Mas não há evidências de que beber o vinagre ajudará a absorver mais nutrientes dos alimentos. Há inclusive um risco de que ele piore a absorção de potássio pelo corpo.
Também não há nada que comprove que ele atua na desintoxicação. Isso porque o próprio corpo já tem o fígado e os rins que quebram e removem toxinas.
Curiosamente, você pode ter ouvido falar que o vinagre de maçã pode ajudar no tratamento da azia. No entanto, não há pesquisas publicadas sobre o assunto..
Por último, não ha nada comprovando que vinagre de maçã tem um impacto benéfico no desempenho atlético. 

Conclusão

O consumo regular de vinagre de maçã poderia, teoricamente, auxiliar na perda de peso. No entanto, só vai dar ajudar se você diminuir o consumo de calorias e melhorar seu nível de atividade física. Mas a maioria dos especialistas não acredita nos benefícios a longo prazo do vinagre de maçã.
Quanto aos benefícios do açúcar no sangue, a maioria das pesquisas analisou pessoas com diabetes tipo 2. Então, se você é um adulto saudável, é difícil dizer com certeza se você sentirá alguma melhora.
Por outro lado, beber vinagre de maçã para garantir mais probióticos pode melhorar a sua saúde intestinal. Os mesmos benefícios podem ser obtidos pelo consumo de outros alimentos fermentados, como iogurte, iogurte de kefir, chucrute ou kombucha.
vinagre de maçã também não ajuda a absorver mais nutrientes de sua comida. E o fato de piorar a absorção de potássio pode ser ruim para a sua performance. O potássio é um eletrólito que é perdido pelo suor. Ele atua na contração muscular junto com o sódio. Se há o desequilíbrio, as cãibras podem ocorrer.
Resumindo, não há muitas razões convincentes para beber vinagre de maçã, especialmente se você não tiver diabetes tipo 2. Se você quer consumir mesmo assim, fique atento à quantidade. Por ser muito ácido, limite o consumo a duas colheres de sopa por dia, no máximo, para não irritar seu estômago. E considere misturar o vinagre com um copo de água ou colocá-lo em uma salada com azeite, em vez de tomá-lo direto. Diluir o vinagre de maça vai facilitar a sua ingestão e evitar que o ácido corroa o esmalte dos dentes.
Fonte: Outside

Nenhum comentário:

Postar um comentário