sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Dicas para sua cozinha: Fique livre de fungos e bactérias!


como evitar fungos e bactérias na cozinha

Limpeza na cozinha

A cozinha é um ambiente propício para proliferação de fungos e bactérias pois há nela lixo orgânico diariamente. Por isso, é muito importante manter a cozinha sempre limpa, com produtos adequados contra os microrganismos. Por isso, sempre que cozinhar, limpe a pia, o fogão e até o chão. Uma cozinha limpa é uma cozinha saudável!

Cuidado com os panos

Panos para secar pia e até mesmo panos de prato são um ambiente atrativo para microrganismos por terem a tendência a ficarem úmidos por muito tempo. Por isso, invista em rodos de pia, escorredores e papel-toalha para manter a pia e a louça secas sem correr riscos.

Nada de madeira

A madeira é um tipo de material que propicia a proliferação de microrganismos, pois retém muita umidade e assim favorece a multiplicação de bactérias. Por isso, aposente a colher de pau e tábua de madeira, substituindo por objetos de plástico, que são mais seguros.

Lidando com microrganismos

Detergente e sabão para louças não eliminam as bactérias nem os fungos. Caso precise esterilizar algum utensílio de cozinha, invista na combinação de água fervente com água sanitária para garantir que os microrganismos sejam eliminados.
Fonte: Tudo Gostoso

Marmita fitness: confira as dicas de como fazer

Resultado de imagem para marmita diet

Se você leva marmita para o trabalho e quer se alimentar melhor, é importante seguir uma regrinha em relação à composição do prato: metade da sua marmita tem que ser feita com legumes e verduras; 1/4 dela deve ser composta de proteína (vegetal ou animal) e 1/4 deve ser de carboidratos. Isso é uma regra básica, mas, dependendo do seu objetivo (como emagrecer ou ganhar massa muscular), a composição da sua marmita pode mudar. Para ter um acompanhamento profissional da sua alimentação, procure um nutricionista.

Como montar a marmita fitness: o que escolher

Para montar uma marmita fitness, escolha alimentos frescos e, de preferência, não utilize molhos ou queijos: eles podem deixar a sua refeição muito mais calórica. Confira a seguir quais alimentos escolher:

Carboidratos

Muita gente tem optado por cortar os carboidratos da alimentação, mas eles são fonte de energia e essenciais para uma alimentação saudável. Opte por carboidratos de boa qualidade, como a batata-doce, a quinoa, a mandioquinha e o aipim. Deixe de lado os carboidratos refinados, como as massas. Faz muita questão do arroz? Escolha a versão integral.

Legumes e verduras

Nem precisamos ressaltar a importância deles, né? Eles são fontes de nutrientes, dão saciedade e devem compor metade da sua marmita. Se for levar salada de folhas, leve-a num pote separado para que as folhas não murchem. Dê preferência às preparações no vapor, no forno e com pouca gordura: os alimentos quando são gratinados, por exemplo, ficam deliciosos, mas nada fitness, né? Faça uma marmita bem colorida com alimentos como abobrinha, brócolis, couve-flor, beterraba, pepino e outros legumes.

Proteínas

Elas são superimportantes para quem quer ganhar ou manter a massa muscular. Além disso, têm muitas outras funções no organismo, como regular hormônios, reconstruir tecidos que foram lesionados, transportar substâncias para o corpo, produzir enzinas e anticorpos e mais. Elas podem ser de origem animal ou vegetal. Se você come carne, escolha peixe, frango e carne bovina com pouca gordura (patinho, filé mignon, lagarto, maminha e outros). As proteínas vegetais podem ser obtidas através de alimentos como grão-de-bico, soja, feijão, tofu, lentilha e ervilha.
Sobremesa
Leve uma fruta ou fruta seca ou barra de proteína ou doce pequeno diet
Fonte: Tudo gostoso