sexta-feira, 5 de julho de 2019

Torta de Legumes


Ingredientes

1 abobrinha picada
1 talo de alho-poró picado
½ pimentão amarelo picado
6 talos de aspargos picados
1 ramo de tomilho
1 ramo de alecrim
2 colheres (sopa) de azeite
1 pedaço de massa folhada
1 xícara (chá) de tomate-cereja
1 ramo de manjericão
50 g de muçarela de búfala
Sal e pimenta a gosto
Rúcula a gosto para decorar

Modo de preparo

Na assadeira, coloque os legumes.
Junte tomilho, alecrim e regue com azeite.
Tempere com sal e pimenta a gosto.
Leve ao forno a 200 graus por 10 minutos.
Enquanto isso, abra a massa folhada.
Forre uma assadeira retangular de forma rústica.
Faça furinhos com um garfo.
Leve ao forno por 10 minutos.
Retire os legumes, junte os tomates e manjericão.
Volte ao forno por mais 5 minutos.
Retire a massa e os legumes do forno.
Monte a torta colocando os legumes sobre a massa.
Regue com azeite.
Volte ao forno por mais 10 minutos.
Retire do forno.
Acrescente a muçarela de búfala.
Decore com rúcula e sirva em seguida.
Fonte: Lucília Diniz

Conheça os benefícios das frutas vermelhas para o coração


Quais consumir?

Existe uma grande variedade de frutas vermelhas no mercado, sendo que cada uma contém propriedades diferentes. É interessante ficar atento ao que cada tipo pode oferecer e não deixar de consumir pelo menos três porções por dia. Por isso, entenda as propriedades de cada uma, incluindo os benefícios das frutas vermelhas para o coração!

1. morango

É  fonte de vitamina C, catequinas e compostos fenólicos. O consumo dessa fruta é associado com a redução dos níveis de colesterol ruim (LDL).

2. Uva

A uva possui ação antioxidante e também é anticancerígena. “Sua casca tem uma substância cardioprotetora chamada resveratrol, que ajuda no controle do colesterol, na diminuição da formação de coágulos sanguíneos e na prevenção da trombose”, explica  a nutricionista.

3. Framboesa

Muito rica em sais minerais, vitaminas e fibras solúveis, a framboesa contém antioxidantes eficazes contra radicais livres, que auxiliam no equilíbrio do colesterol, na digestão e na desintoxicação do organismo.
 

4. Açaí

O açaí é rico em antocianinas, substâncias que atuam como anti-inflamatórias e na adequação do perfil lipídico, ou seja, no aumento do colesterol bom (HDL) e na diminuição do ruim (LDL).

5. Maçã

Fonte de fibra solúvel, a pectina colabora para um bom trabalho intestinal. “A fruta contém também ácido málico, que contribui para absorção de vitamina C no organismo e é estimulante das funções cerebrais”, complementa a profissional.

6. Cereja

A fruta oferece proteção contra doenças cardiovasculares devido a quantidade de flavonóides presentes nela. Também é fonte de vitaminas A e C e de fibras solúveis.

Formas de consumo

Algumas frutas são consumidas na forma de geleia, doces, caldas ou até para decorar sobremesas. Mas o melhor é dar preferência ao consumo das frutas vermelhas in natura, já que os processos de cozimento, secagem e outros procedimentos alteram suas propriedades nutricionais.
Há restrições no consumo dessas frutas para as pessoas diabéticas, por conta de seu valor calórico e  da alta quantidade de frutose (açúcar). As frutas vermelhas são saudáveis se consumidas com moderação. “Caso haja algum tipo de intolerância à fruta, pode-se trocar a mesma por suco de frutas vermelhas”, finaliza a nutricionista.
Fonte: Alto Astral