domingo, 9 de junho de 2019

Como aumentar o consumo de fibras no seu cardápio?


As fibras são fundamentais para o bom funcionamento de todo o organismo. Além de promoverem saciedade, contribuem para o transito intestinal, controlar a absorção de nutrientes, regular os níveis de colesterol e índice glicêmico.
Diante de tantos benefícios, segundo as recomendações Organização Mundial da Saúde, a ingestão de fibras recomendada ao adulto é de 20 a 30 g diariamente.

Resultado de imagem para fibras solúveis

Benefício das fibras

Fibras solúveis
As fibras solúveis são consideradas melhores aliadas da dieta porque “comem” a gordura. Na prática, em contato com a água, elas se transformam em uma espécie de gel no estômago, inibindo assim a absorção de glicose e lipídios. Além disso, as fibras solúveis, que podem ser encontradas em alimentos como aveia, cevada, leguminosas e frutas, envolvem as partículas de gordura e açúcar e as eliminam junto com as fezes, acelerando assim o emagrecimento e a perda de gordura na região da barriga.

Fibras insolúveis

As fibras insolúveis, ao contrário das solúveis, chegam inteiras ao intestino, aumentam o volume do bolo fecal, estimulando a limpeza e a expulsão de toxinas e bactérias nocivas do organismo.
Fibras e água
É importante ressaltar que o consumo de fibras deve ser acompanhado da ingestão de grandes quantidades de água. Caso contrário, podem promover resultado oposto, causando inchaço e constipação.

Como consumir fibras

1. Aproveite as casas
Grande parte das frutas e vegetais concentram as fibras nas cascas. Por isso, uma dica para integrar fibras em sua cardápio é lavar bem os alimentos e, os que forem possíveis, consumir sem tirar a casca.
2. Acrescente acompanhamentos
Gérmen de trigo, linhaça, aveia e farinhas integrais também são ótimas fontes de fibra que podem servir como acompanhamento durante todas as refeições. Muitas dessas opções podem ser acrescentadas em saladas e iogurtes naturais.
3. Invista em leguminosas
Se sua alimentação não é rica em fibras, um jeito simples de atingir a quantidade recomendada é consumir leguminosas como lentilha e feijão. Esse segundo ingrediente, por exemplo, possui ¼ da porção diária indicada em uma xícara.
4. Atenção ao rótulo
Leia os rótulos dos produtos que está comprando, assim, você consegue optar por aquele com maior quantidade de fibras.

Fonte: MSN

Consumindo fibras você evita : prisão de ventre, fissura anal, diverticulite, hemorroida, câncer de reto e intestino.  Dá mais saciedade e ajuda na perda de peso. Então comece já a ingerir mais água, fazer exercícios com frequência, pois ajuda na circulação sanguínea e beba 9 a 10 copos de água por dia. Estas são dicas que também ajudam muito!

Preparei um e-book para você: "Sucesso na Prevenção e Controle da Diverticulite" contém todas as informações completas do que você precisa saber e fazer para prevenir e controlar a diverticulite. Inclui sugestões de cardápios para os vários estágios, desde sua prevenção até o controle da doença, acrescido de várias dicas importantes para se manter saudável! Clique no link abaixo e adquira já seu exemplar e ganhe um livro bônus de receitas:



Patrícia Brigagão Mendes
Nutricionista


Link: http:// prisão de ventre, fissura anal, diverticulite, fibras,saciedade, perda de peso, índice glicêmico