sábado, 19 de outubro de 2019

Ansiedade ou medo? Quais as consequências?

Relação entre medo e ansiedade

A ansiedade é algo muito próximo da preocupação. E preocupação nada mais é do que um aspecto do medo, um temor de que as coisas não saiam como nós gostaríamos. Todos esses componentes são necessários para a nossa evolução e sobrevivência; o que não pode ocorrer é um exagero de qualquer um deles.
O tempo prolongado de ansiedade (a chamada ansiedade crônica) aumenta o nível de tensão e o estresse interno e pode levar ao surgimento do medo específico ou até mesmo irreal.
Resultado de imagem para ansiedade

Instinto básico de fugir ou lutar

A ansiedade é, basicamente, uma resposta do corpo vinda do sistema nervoso autônomo, que age independente do nosso pensamento racional, como um reflexo.
Ele tem a porção simpática, que tem reações de resposta ao estresse, preparando o corpo para fugir ou lutar em uma situação de perigo.
Isso ocorre com a liberação de adrenalina, que causa reações como:
  • Acelerar os batimentos cardíacos e contrair os vasos sanguíneos, para levar o sangue mais rapidamente
  • Dilatar os brônquios, para aumentar a respiração e o consumo de oxigênio
  • Diminuir a motilidade do intestino, para guardar energia para outras ações
  • Dilatar as pupilas, para melhorar a visão mesmo em pouca luz
  • Aumentar a liberação da glicose no sangue, para dar mais energia às células.
A liberação do cortisol também ocorre neste processo, o que traz alguns outros impactos ao corpo, como aumento da gordura corporal, inibição do muco da parede gástrica e trazendo fadiga ao cérebro.

Ansiedade tem cura?

A maior parte das pessoas com ansiedade começa a se sentir melhor e retoma as suas atividades depois de algumas semanas de tratamento. Por isso, é importante procurar ajuda especializada na unidade de saúde mais próxima.
O diagnóstico precoce e preciso da ansiedade, com tratamento eficaz e acompanhamento por um prazo longo, são imprescindíveis para obter melhores resultados e menores prejuízos.

Complicações possíveis

Pessoas ansiosas há muito tempo e sem tratamento podem ter uma série de problemas físicos como:
  • Dificuldades de memória, devido à liberação excessiva de adrenalina e cortisol
  • Hipertensão: também devido ao excesso de adrenalina, que ao aumento da frequência cardíaca
  • Diabetes: como a ansiedade vem do instinto de fugir ou lutar
  • Gastrite nervosa: a ansiedade pode causar modificações no suco gástrico, aumentando sua liberação, o que pode trazer sintomas semelhantes à gastrite
  • Dores no corpo: com o impulso de fugir ou lutar, os músculos do corpo ficam mais tensos, podendo intensificar dores nas costas, pernas e ombros, além de pequenos tiques nervosos.
A ansiedade excessiva não tratada pode levar a outros problemas de saúde, como:
  • Depressão
  • Abuso de substâncias
  • Insônia e outros distúrbios do sono
  • Problemas digestivos
  • Isolamento social
  • Problemas nos estudos, trabalho e vida pessoal
  • Suicídio.
  • Ganho de peso

15 dicas práticas para controlar a ansiedade

  • Pratique atividades físicas
  • Reduza seu estresse diário
  • Experimente controlar a respiração
  • Evite pensamentos negativos
  • Invista em alimentos com triptofano
  • Tome um chá
  • Mantenha foco de atenção no presente
  • Seja mais organizado
  • Esteja com quem você ama
  • Dedique tempo para se cuidar
  • Cuide dos seus pensamentos para sorrir mais
  • Confie mais em si mesmo
  • Desenvolva congruência
  • Fortaleça o autoconhecimento
  • Cuide bem do seu momento antes de dormir.
Fonte:Minha Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário