sábado, 11 de maio de 2019

O que acontece com seu corpo quando você para de beber álcool!

Os efeitos das bebidas alcoólicas no organismo são rápidos: em aproximadamente uma hora começam reações como alteração na coordenação motora, falhas de atenção e raciocínio, visão e audição alteradas, perda de reflexos, fala arrastada e um mal-estar físico que pode causar enjoo e vômitos.

Já para sair do nosso sistema o álcool é mais lento. A ressaca surge no dia seguinte se não forem tomadas as devidas providências antes de beber e alguns desses efeitos negativos podem continuar se manifestando, ainda que mais suavemente, por até 48 horas.
Pensando em não passar por isso, cada vez mais gente opta por uma vida sem álcool. E os benefícios vão muito além de não passar pelos sintomas imediatos. A psiquiatra Lívia Beraldo de Lima Bassares (assistente da enfermaria de controle de impulsos do IPQ-USP – Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP) e o médico nutrólogo Thiago Giaconi (diretor técnico da Clínica Giaconi, no RJ) explicam, a seguir, as mudanças que o organismo sente depois de uma semana, um mês, seis meses e um ano sem beber.

O que muda depois de uma semana sem beber álcool

– Noites de sono restauradoras – O álcool até faz com que a pessoa pegue no sono mais rapidamente, mas prejudica a fase REM do sono, em que ocorre o relaxamento muscular máximo (ou seja, a fase restauradora da noite) – por isso que é comum acordar cansada na manhã seguinte a uma noite em que tenha havido ingestão alcoólica. O organismo limpo a aproveita totalmente, resultando em noites de sono bem dormidas e manhãs em que você realmente se sente descansada.
– Menos riscos de lesão nos esportes – A fadiga muscular causada pelo álcool facilita os acidentes durante as atividades físicas. O efeito residual da substância vai desaparecendo aos poucos, e em uma semana está eliminado.
– Melhor absorção de nutrientes – O álcool atrapalha a absorção de vitaminas e nutrientes dos alimentos por até 24 horas. Passado esse período, o aproveitamento de quase todos volta ao normal (veja ali embaixo quais são as exceções que precisam de um mês para se restabelecer no organismo).
– Menor risco de cãibras – A metabolização de nutrientes pelo tecido muscular esquelético é prejudicada pelo álcool, e o resultado disso são as terríveis e doloridas cãibras. Em uma semana, isso não é mais um problema.

O que muda depois de um mês sem beber álcool

– Pele e cabelos menos oleosos – Para metabolizar o álcool, o fígado precisa de água. E vai tirá-la de onde for possível, inclusive das células cutâneas. Ao notar o ressecamento da pele (inclusive do couro cabeludo), o organismo produz sebo mais aceleradamente, causando o famoso efeito rebote que deixa a pele e os cabelos oleosos. Sem álcool na corrente sanguínea por um mês, a hidratação da pele se restabelece e a aparência começa a melhorar.
– Restabelecimento pleno da absorção de vitaminas – As vitaminas C, E e do complexo B precisam de mais tempo de organismo limpo de álcool para serem absorvidas integralmente.
– Diminuição da gordura corporal – Estudos indicam que a gordura presente no fígado (causada pelo trabalho excessivo na metabolização das bebidas alcoólicas) diminui 15% em um mês sem álcool. Também há uma diminuição na gordura abdominal, mas a porcentagem depende de outros fatores individuais, como a velocidade do metabolismo e possíveis doenças e condições de saúde.

O que muda depois de seis meses sem beber álcool

– Mais facilidade para perder peso – A diminuição da gordura corporal mencionada aqui em cima começa a surtir efeitos na facilidade para perder peso em aproximadamente um semestre. É o tempo que os órgãos internos levam para se livrar de toda a gordura causada especificamente pelo consumo de álcool.
– Menor impacto nos sintomas de depressão e de ansiedade – A ingestão de álcool atua no sistema nervoso central diminuindo a produção de serotonina, um dos hormônios do bem-estar, e a falta dele no organismo agrava os sintomas da depressão e da ansiedade. São precisos cerca de seis meses para essa produção voltar ao normal e não haver prejuízo da saúde mental por causa disso.

O que muda depois de um ano sem beber álcool

– Resultados mais rápidos nos tratamentos de doenças de pele – A pele já havia melhorado depois de um mês sem consumo de álcool, devido à diminuição da oleosidade, lembra? Depois de um ano, o organismo encontra mais facilidade para absorver os tratamentos de doenças de pele como a rosácea e a acne; os resultados aparecem muito mais rápido.
– Menor risco de doenças – Sem precisar lutar contra os efeitos inflamatórios causados pelo álcool, o organismo consegue proteger os órgãos internos contra doenças – desde as simples, como uma gripe comum, até as mais complexas, como cânceres. É preciso cerca de um ano para esse fortalecimento interno ocorrer.
Fonte: MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário