domingo, 22 de abril de 2018

Kombucha- para que serve?

Superalimento, saudável e com pouco potencial calórico. O kombucha, chá queridinho de famosas como Meghan Markle e Rafa Brites, é um hit do momento quando se fala em novas alternativas de alimentação com grande potencial nutritivo. Para saber tudo sobre a bebida, o Purepeople esclarece com o nutricionista Daniel Cady, de Salvador, quais os benefícios da sua ingestão para o organismo. "Ele é um alimento milenar, feito através do processo de fermentação e excelente para a saúde. Há mais de dois mil anos é usado na China e pode ser feito com o chá branco, verde ou preto, oriundos da mesma planta. A diferença é só o tempo de maturação. O chá branco é novinho, o verde intermediário e o preto, envelhecido. Aí a bebida consiste na fermentação desses chás".

Kombucha regula a flora intestinal e fortalece o sistema imunológico

Assim como o consumo de açaí e oleaginosas se destaca na alimentação por combater o envelhecimento precoce, o kombucha também é importante para o equilíbrio do sistema digestório. "Ele tem bactérias, leveduras e fungos que são benéficos para a nossa flora intestinal. O equilíbrio da nossa flora nos protege de invasores, viroses e melhora o nosso sistema imunológico. Por isso, o grande benefício do kombucha é ingerir probióticos. Recomendo que ele seja servido frio, com bastante gelo e deve ser conservado na geladeira. Como o chá forma muito gás, se ele esquentar, a gaseificação pode ser tamanha, ao ponto da tampa voar. Ele geralmente é vendido refrigerado e não tem um prazo de validade muito grande".
Fonte: MSN

Alimentos que aumentam o metabolismo!

1. Abacaxi

A fruta é rica em vitamina C, essencial para o bom funcionamento das células. “Quanto mais dessa vitamina cheia de antioxidantes circulante no corpo, menos lesões celulares teremos. Isso quer dizer que sobra mais tempo hábil para o organismo sintetizar massa magra – o que, no médio prazo, faz com que queimemos mais calorias”, explica Samanta Brito, nutricionista da Estima Nutrição, de São Paulo.

2. Frutas vermelhas

“Elas contêm antocianina, substância anti-inflamatória que intensifica a sensação de saciedade e ainda estimula a liberação de adiponectina, um hormônio que ativa enzimas responsáveis por colocar o metabolismo para trabalhar a todo vapor”, diz a especialista.

3. Matchá

Por conter clorofila em sua composição, a ingestão da erva – em forma de chá – faz uma limpeza geral no organismo e deixa seu corpo tinindo. “O matchá também apresenta um alto teor de catequinas, um polifenol que aumenta a temperatura corporal e eleva o número de calorias queimadas durante o dia”, diz Samanta.

4. Whey protein

A proteína do soro do leite é formada por aminoácidos que contribuem com o aumento da massa magra. “Quanto mais músculos, mais energia o corpo vai despender para dar conta da manutenção de todas essas fibras, mesmo em repouso”, conta Samanta. Ou seja, metabolismo a mil!

5. Linhaça

Por que apostar na semente: ela é riquíssima em ômega-3, um anti-inflamatório que desperta a atividade de enzimas que quebram e eliminam a gordura. “Aí, aos poucos, o corpo vai voltando a funcionar em seu ritmo normal e o metabolismo pega no tranco novamente”, diz a especialista.
Fonte: MSN