domingo, 28 de outubro de 2018

Sete práticas que impedem o seu relaxamento

estresse enfraquece a imunidade, acaba com o humor, perturba o sono e pode até favorecer doenças e distúrbios alimentares. Motivos não faltam para se livrar desse mal, mas de nada adianta investir em todas as alternativas para combatê-lo sem saber direito como usá-las. A massagem ou a academia que você reservou no final do dia para fugir das tensões, por exemplo, pode ser mais um empurrãozinho para a crise de estresse estourar. Sabe por quê? Confira o que psicólogos e estudos mostram e descubra. 

Checar as redes sociais durante o trabalho
Parece que fazer algumas pausas durante o dia para olhar redes sociais e email pessoal é uma ótima forma de se abstrair do estresse no ambiente de trabalho. Mas você já parou para pensar com que frequência está fazendo isso? A cada parada, o seu cérebro não relaxa, pois precisa retomar o raciocínio e a concentração para você voltar à atividade profissional. As tarefas podem ficar cada vez mais acumuladas, sem contar que você não descansa o corpo, o mantido o tempo todo na frente do computador, na mesma posição.
"Quando o trabalho flui, evitamos o estresse, economizamos tempo e poupamos a nossa mente de preocupações desnecessárias", explica a psicóloga Glauca Lage, de Belo Horizonte. Por isso, é melhor organizar uma agenda de tarefas e controlar as escapadinhas para e-mails e redes. Na hora em que se sentir muito estressado, procure dar uma volta, fazer um lanche e alongar o corpo.
Ficar grudado no celular
Aparelhos telefônicos com internet permitem que as pessoas se distraiam a qualquer hora e fiquem o tempo todo ligados a pessoas queridas, mas eles não podem virar um vício. Um estudo da University of Gothenburg, na Suécia, analisou 4.100 pessoas durante um ano e identificou uma relação entre o uso de internet com problemas de saúde, como estresse, depressão e dificuldade para dormir. Segundo os pesquisadores, é muito fácil ficar mais tempo do que o planejado navegando, aumentando a pressão para conseguir cumprir as atividades e compromissos do dia.
Manter vários contatos no Facebook
Um recente estudo traz mais um gatilho para o estresse relacionado à internet: ter muitos amigos no Facebook. Aparentemente parece ser bom porque você tem muitos contatos para se relacionar, certo? Por outro lado, pesquisadores da Edinburgh Business School (Reino Unido) apontam que é mais provável que algo que você diga ou faça na rede social ofenda alguém ou prejudique a sua reputação. O estudo avaliou 300 usuários do Facebook e revelou que adicionar empregadores, pais e ex-namorados, por exemplo, resulta em um aumento da ansiedade. Afinal, é preciso filtrar tudo o que você vai publicar. O comportamento que você tem na frente dos seus pais nem sempre é o mesmo que tem na frente dos amigos, por exemplo.
Encher o fim de semana de compromissos
Quem marca mais compromissos de lazer no fim de semana do que é capaz de cumprir corre grandes riscos de chegar ao final do domingo esgotado e com a sensação de que não relaxou. "O período de folga fica corrido e, de novo, o estresse acaba preenchendo um espaço que deveria ser voltado ao estímulo do bem-estar, da tranquilidade e da paz interior", afirma Milene Rosenthal. Faça uma parada para recompor as energias perdidas durante a semana e iniciar a segunda-feira com pique.
Fugir de problemas
Dar as costas para o mundo toda vez que você quer relaxar não é exatamente a forma mais adequada de afugentar o estresse. Cedo ou tarde será preciso lidar com os empecilhos que você está ignorando. "Além disso, muitos problemas que não são resolvidos logo de início podem piorar e se tornar mais complexos, aumentando a preocupação constante e o estresse", lembra a psicóloga Milene. A alternativa para isso? Separar dois momentos na sua rotina: um exclusivo para enfrentar essas pendências e outro para relaxar.
Beber muito líquido à base de cafeína para ter mais disposição
Você quer ter pique até o último momento do dia e investe em café, guaraná e outras bebidas para conseguir se manter na ativa. Na hora de se deitar, o tão esperado sono não chega e nada de você relaxar. Isso soa familiar? "Existem inúmeras pesquisas que comprovam que a cafeína é um estimulante para o organismo e traz dificuldade para dormir", comenta Milene Rosenthal.
Horas antes de se deitar, pare com essas bebidas e adote as sugestões da psicóloga Andreia Calçada, do Rio de Janeiro: tome um banho quente e relaxante, prefira programas mais tranquilos de televisão, alimente-se de forma leve e faça exercícios de respiração e relaxamento.
Fonte:Minha Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário