terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Varizes X Excesso de peso!

As varizes são veias superficiais dilatadas, tortuosas e alongadas que acometem os membros inferiores. São mais comuns em mulheres na proporção de 4 para 1 homem. A ação hormonal e o fator genético são muito importantes para o seu surgimento. No entanto, alguns hábitos e comportamentos podem propiciar o problema.

O excesso de peso, por exemplo, já é considerado um fator desencadeante de varizes. Quem está com quilos a mais tende a reter hormônios, contribuindo para o acúmulo de líquidos e dificultando a circulação.
Portanto, manter o peso é uma medida de prevenção às varizes — especialmente para quem possui predisposição.
O tipo de emprego também influencia nessa história. A maior taxa de varizes costuma ocorrer entre as pessoas que trabalham grande parte do tempo em pé. Entretanto, esse risco pode ser reduzido se o indivíduo andar no decorrer do expediente, o que sugere que a caminhada ajuda a prevenir o agravamento do quadro. Ao movimentar as pernas, a panturrilha e os demais músculos dos membros inferiores funcionam como uma espécie de bomba, pressionando as veias e propiciando o retorno do sangue. 
Profissões que exigem constante levantamento de pesos também podem contribuir para o aparecimento de varizes. Nessas situações de maior risco, a meia elástica exerce um papel importante no alívio dos sintomas, como dores, inchaço e sensação de peso nas pernas no fim do dia.
É válido esclarecer que o uso do salto alto ou a depilação com cera quente não desencadeiam varizes.
O tabagismo e o consumo de álcool não estão relacionados à piora do quadro, mas, de modo geral, contribuem bastante para o agravamento de problemas nas artérias. Por isso, parar com o cigarro e moderar na bebida seguem conselhos bem-vindos.
É importante ressaltar que, por mais que pareça um problema estético, as varizes são uma doença que deve ser avaliada e tratada pelo especialista no assunto, o angiologista ou cirurgião vascular. Ele saberá diagnosticar corretamente e indicar, com segurança, o melhor tratamento a ser empregado. Entre eles, a terapia mais indicada, a cirurgia de varizes, é efetiva e apresenta excelente resultado estético.
Também existem métodos auxiliares, que se valem de laser ou radiofrequência e podem tornar o pós-operatório menos doloroso, além de favorecer um retorno mais rápido às atividades profissionais. O uso da chamada espuma densa, técnica muito divulgada atualmente, é uma alternativa no tratamento das varizes e indicada em casos selecionados.
Na fase avançada da doença, as pessoas podem apresentar complicações como as úlceras venosas ou flebites, que são inflamações nas veias provocadas pela formação de coágulos (ou trombos) em seu interior. Daí a importância do tratamento precoce.
Para amenizar os sintomas de peso e cansaço nas pernas, o médico poderá prescrever a meia elástica, avaliando a compressão correta caso a caso, e indicar exercícios com os tornozelos e o hábito de colocar as pernas para cima no fim do dia para auxiliar na diminuição do inchaço.
Fonte: MSN
* Dr. Roberto Sacilotto é presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV).

Nenhum comentário:

Postar um comentário