domingo, 14 de janeiro de 2018

Cuidados na alimentação na praia!

Praia é sinônimo de lazer, relaxamento e de muitos quitutes de dar água na boca. Afinal, quem consegue resistir a um queijinho coalho na brasa, um milho verde com manteiga, um camarão no espeto ou aquele peixe frito? Pois bem, são nestes alimentos em que mora o perigo.

De acordo com a nutricionista , o problema destes lanchinhos saborosos vendidos nas praias por ambulantes ou barracas é que o consumidor não sabe a procedência do alimento. O resultado de ingerir estes produtos pode ser uma infecção ou intoxicação alimentar.
"Você não sabe quanto tempo o alimento está exposto ao sol forte, em quais condições higiênicas ele foi armazenado, ou se ele está vencido ou contaminado", disse. "O alimento pode ter passado o dia todo no sol e estar estragado."
Até alimentos que seriam saudáveis em outros ambientes devem ser evitados. "As pessoas optam por um milho verde ou um sanduíche natural achando que é melhor em comparação a outros, mas não se sabe como eles foram estocados ou há quanto tempo estão no calor e umidade".
Já produtos que vêm em embalagem, como biscoitos e refrigerantes, a nutricionista lembra que são industrializados e devem ser evitados. "Mas se pensar no cenário de praia, em que outros alimentos podem fazer mal, pode ser uma saída segura", pondera a nutricionista.

O que fazer, então?

Para evitar o risco de intoxicação, a melhor opção é trazer de casa o lanche da praia. São boas opções: castanhas, frutas e até sanduíches naturais -- mas tem que levar uma bolsa térmica ou cooler para não expor estes alimentos ao sol forte.
Outro alimento que pode ser consumido em praia, segundo a nutricionista, é a água de coco fresco. "É natural, saudável, hidrata bem, é bem refrigerado e aberto na hora", avalia.
Mas se a fome persistir, a melhor solução é encontrar um restaurante ou um quiosque de confiança perto do local.
Recapitulando, estes são os alimentos que se deve evitar em praias:
- Camarão no espeto
- Peixes, ostras e outros frutos do mar
- Salgados e cachorro quente feitos por ambulantes ou barracas
- Queijo coalho
- Milho verde
O que se deve preferir:
- Sanduíches feitos em casa
- Nozes e frutas de casa
- Frutas secas
- Água de coco
- Refeições de quiosques e restaurantes confiáveis.
Fonte:MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário