sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Feliz Natal!

Quero agradecer a todos que me acompanham no blog e desejar a vocês e familiares um Feliz Natal!

Me aguardem que em 2018 teremos muitas outras postagens interessantes!


Patrícia Mendes


Barriga inchada? O que fazer?

Distensão abdominal é o termo técnico para a “barriga inchada”, em uma condição na qual o abdome fica desconfortavelmente cheio e gasoso, e também pode ficar visivelmente inchado (distendido). A barriga inchada é, geralmente, um sintoma de algum problema de saúde, que pode varia desde uma simples indigestão até algo mais grave.

Antes de se medicar para barriga inchada e dura, consulte um médico
Como a barriga inchada é um sintoma de outros problemas de saúde, para evitar que os medicamentos mascarem os sintomas, o correto a fazer é consultar um médico antes de qualquer tratamento. Desta forma, você não prejudica o diagnóstico do problema de saúde que possa estar causando a barriga inchada.
Barriga inchada é gases? E barriga inchada e dores abdominais? 
Quem tem barriga inchada descreve uma sensação desconfortável de barriga “cheia”, aperto ou inchaço no abdômen. Isto pode ser acompanhado de dor, excesso de gases (flatulência), arrotos ou arrotos frequentes, e barulhos abdominais. Todos os sintomas da barriga inchada se “juntam”, mas a origem deles é sempre uma condição adjacente.
Barriga inchada: causas
As causas mais comuns de inchaço abdominal são:
Engolir ar – Pode ser por respiração incorreta ou causado por comer alimentos rápido demais.
Constipação – Dificuldade para defecar. Geralmente, causada por uma dieta pobre em fibras, mas pode ter outras causas.
Azia – A azia não é apenas uma queimação no esôfago. A azia pode ser uma queimação em todo o trato digestório, e pode envolver o inchaço abdominal.
Síndrome do intestino irritável – Esta doença pode ter como um de seus sintomas a barriga inchada.
Intolerância a lactose, Intolerância ao glúten, ou intolerância a outros tipos de alimentos – A reação alérgica causada por esses alimentos pode inchar a barriga, piorando também a condição. Celíacos podem ter problemas de inchaço na barriga ao comer glúten, ou alimentos com traços de glúten.
Ganho de peso – Ao ganhar peso, a sensação de inchaço na barriga pode acontecer.
Crescimento excessivo de bactérias no intestino ou problemas com a flora intestinal – Geralmente podem acontecer durante tratamentos com antibióticos, que atacam a flora intestinal e todo o trato digestório.
Fluxo hormonal – Principalmente mulheres passando pela TPM ou após a menopausa.
Parasitas intestinais – Alguns deles podem causar o inchaço, bem como gases e outros problemas do aparelho digestivo.
Doença inflamatória do intestino – Colite e doença de Crohn são dois bons exemplos que podem causar o inchaço da barriga.
Medicamentos – O efeito colateral de alguns medicamentos é, exatamente, o inchaço abdominal. Verifique a bula dos remédios que você toma e converse com seu médico para trocar o remédio.
Doenças mais graves – Problemas no pâncreas, fluidos, doença hepática, insuficiência renal, câncer.
Barriga inchada: tratamento
Em muitos casos, os sintomas de inchaço abdominal podem ser diminuídos ou mesmo curados completamente através da adoção de algumas alterações do estilo de vida. Por exemplo:
Não mascar chiclete – Goma de mascar pode fazer com que você engula ar, causando o inchaço na barriga.
Evitar refrigerantes – Bebidas com gás, em geral, podem causar a sensação de inchaço, principalmente quando consumidas em excesso.
Evitar alimentos que provocam gases – São exemplos os vegetais da família do repolho, feijão, e lentilhas.
Comer devagar – Quanto mais devagar você come, menos ar você engole. Além disso, comer devagar dá tempo para seu cérebro processar que seu estômago está cheio. Consequentemente, você come menos e é uma ótima dica para emagrecer.
Perder peso e controlar melhor sua dieta – Ao perder peso e ter um controle melhor sobre os alimentos que você está consumindo, você ajuda, consideravelmente, a controlar o inchaço na barriga.
Cortar o glúten ou produtos lácteos da alimentação – Consulte um gastroenterologista para fazer o diagnóstico da intolerância ou alergia ao glúten, bem como intolerância ou alergia a lactose e outros alimentos.
Chá de hortelã ou chá de boldo – Duas excelentes armas contra quase todo problema no trato digestivo. Principalmente o boldo, que tem excelentes e rápidos resultados contra quase todos os problemas de estômago.
Cuidados com a barriga inchada
Se os sintomas durarem mais do que um dia, e acontecem em intervalos regulares, visite logo um médico. Há muitas causas possíveis para uma barriga inchada. Uma ligação para seu médico pode ser tudo que você precisa para o diagnóstico certo. Não ache que você pode resolver o problema sozinho: conte com a ajuda de profissionais!
Fonte: Saúde Melhor

Receita natural para intestino preso!

Na maioria dos casos, mudanças na dieta e estilo de vida podem prevenir o intestino preso. Enquanto uma dieta rica em fibras e estilo de vida ativo são a primeira linha de defesa contra este problema comum e desconfortável, casos graves podem exigir uma solução imediata, com uma receita natural para intestino preso. Ou até mais de uma.

Os remédios naturais para intestino preso combinam ingredientes naturais e altamente eficientes para liberar o intestino e mantê-lo funcionando de forma saudável. Consulte o seu médico imediatamente se seu intestino preso vem acompanhado de dor intensa, sangue nas fezes ou inchaço. Estes podem ser sinais de uma condição séria que requer uma avaliação de peritos. E pergunte ao seu médico antes se você pode consumir os remédios naturais sem problemas.
Ervas para intestino preso
Suco de aloe vera é um remédio natural para intestino preso desintoxica o organismo e limpa o trato digestivo. Aloe também promove o amolecimento das fezes. O gengibre é um estimulador rápido do trato intestinal e pode ser adicionado ao alimentos cozidos ou tomado em forma de chá. A Cáscara Sagrada é também uma erva que atual como um laxante natural. Há evidências que ela também tonifica o intestino, enquanto a erva transita pelo seu sistema digestivo.
Alimentos saudáveis, hidratação e exercícios físicos
Apesar de parece repetitivo, a melhor receita natural para intestino preso é uma combinação entre alimentação saudável, hidratação e exercícios físicos. Alimentos com alto teor de fibras, frutas frescas, legumes e grãos integrais devem fazer parte de sua dieta, mantendo o intestino saudável e estimulado para prevenir que o problema de intestino preso vire crônico e agudo. O consumo diário de 8 a 10 copos de água, esteja você com sede ou não, acrescenta umidade para fezes duras, fazendo a passagem pelo intestino fácil e indolor. Frituras, alto consumo de gorduras e sedentarismo fazem com que o intestino fique estagnado e forma um muco que irrita o trato intestinal e pode resultar na síndrome do intestino irritável. Movimento do corpo é igual a circulação de resíduos e uma simples caminhada, passeio de bicicleta, ou a participação em outros esportes, apoiar o sistema de eliminação natural do corpo.
Semente de linhaça
Moa duas colheres de sopa de semente de linhaça em um liquidificador ou moedor de café. Use elas puras, hidratando com água, ou misture com outras sementes ricas em fibras, tais como gergelim e abóbora. Polvilhe a mistura sobre o seu os alimentos de seu café da manhã ou adicione a smoothies, sopas ou saladas.
Alimentos de alta fibra para grávidas de intestino preso
Alimentos ricos em fibras são a melhor maneira de aliviar o intestino preso durante a gravidez. Desde que você queira evitar medicamentos desnecessários durante a gravidez, esta opção é ideal. Você pode encontrar fibra em muitos alimentos, tais como frutas e cereais ricos em fibras. Inclua vegetais de folhas verdes em sua dieta, bem como grãos integrais. 25 a 30 g de fibra de todos os dias é o ideal, principalmente para as grávidas.
Fluidos à vontade
O que você bebe é tão importante quanto o que você come quando se trata de intestino preso. Aumente a sua ingestão de água. Sucos naturais, smoothies e sucos verdes são essenciais porque são uma bomba de hidratação com remédios naturais em vitaminas e nutrientes essenciais para soltar seu intestino preço.
O intestino preso com freuqência pode levar a algumas doenças: hemorróidas, fissura anal, diverticulite. Portanto a prevenção é o melhor remédio!
Preparei um e-book para você: "Sucesso na Prevenção e Controle da Diverticulite" contém todas as informações completas do que você precisa saber e fazer para prevenir e controlar a diverticulite. Inclui sugestões de cardápios para os vários estágios, desde sua prevenção até o controle da doença, acrescido de várias dicas importantes para se manter saudável! Clique no link abaixo e adquira já seu exemplar e ganhe um livro bônus de receitas:

Fonte: saúde melhor