quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Petiscos deliciosos!

Barquinha de cenoura



Esta receita tem 130,4  calorias por porção e rende 4  porções.

Ingredientes

Barquinhas
1 cenoura grande ralada
2 colheres (sopa) de farinha de aveia
2 colheres (sopa) de queijo parmesão light ralado
2 ovos
1 colher (sopa) de salsinha picada
Sal e pimenta caiena a gosto
Recheio
2 colheres (sopa) de ricota
1 colher (sopa) de gengibre ralado
1 colher (sopa) de azeite
Sal e pimenta caiena a gosto
Folhas de rúcula e alface à vontade

Modo de preparo

Barquinhas
Em um bowl, coloque a cenoura ralada.
Leve ao micro-ondas por cinco minutos.
Retire e junte com os ovos, a farinha de aveia, o queijo e a salsinha.
Tempere com sal e pimenta e misture até formar uma massa.
Em uma assadeira, espalhe a massa em quatro discos finos.
Leve ao forno por 15 minutos.
Retire e dobre os tacos para ficarem no formato de tacos.
Reserve.
Recheio
Em um bowl, misture a ricota, o gengibre e o azeite.
Tempere com sal e pimenta.
Montagem
Pegue uma barquinha.
Coloque uma porção de folhas.
Ponha uma colher do recheio por cima.
Sirva em seguida.
Minipizza de mandioquinha

Esta receita tem  140,7 calorias por porção e rende 6 porções.

Ingredientes

300 g de mandioquinha cozida em água e sal
2 colheres (sopa) de molho de tomate
1 colher (sopa) de salsinha picada
1 colher (sopa) de leite desnatado
2 colheres (sopa) de farinha de quinoa
3 tomates cereja em rodelas
½ xícara (chá) de muçarela picada
1 colher (sopa) de azeite
4 azeitonas fatiadas
Orégano fresco a gosto

Modo de preparo

Em um bowl, amasse a mandioquinha cozida.
Junte a farinha de quinoa, o leite, a salsinha e o azeite e misture bem.
Em uma forma antiaderente divida a massa em bolinhos.
Espalhe a massa fazendo discos redondos.
Leve ao forno por 15 minutos.
Retire e espalhe um pouco do molho por cima de cada um.
Salpique o queijo.
Decore com o tomate e azeitonas.
Tempere com orégano fresco e retorne ao forno para derreter o queijo.
Sirva em seguida.
Snacks de Abobrinha

Rende 8 porções de 30,4 calorias cada.

Ingredientes

2 abobrinhas raladas
2 dentes de alho amassados
½ xícara (chá) de queijo parmesão light ralado
Sal, pimenta e tomilho a gosto

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 160°C.
Em um bowl, junte as abobrinhas raladas com o queijo.
Tempere com sal, pimenta e alho e tomilho e misture.
Distribua colheradas da massa em uma assadeira antiaderente.
Espalhe bem cada porção para o snack ficar fino.
Leve para assar por 20 minutos, ou até dourar.
Retire, deixe esfriar e sirva em seguida.
Pastel de forno de Cenoura

Rende 6 porções de 63,3 calorias cada.

Ingredientes

2 cenouras médias cozidas
1 cebola pequena picada
2 colheres (sopa) de farinha de linhaça
4 colheres (sopa) de farinha de grão de bico
1 colher (sopa) de óleo de coco
1 colher (sopa) salsinha picada
2 colheres (sopa) de ricota light
1 pitada de sementes de chia
1 colher (chá) de fermento em pó
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 180ºC.
Junte no liquidificador a cenoura, as farinhas, a cebola e o óleo de coco.
Acrescente o sal e o fermento.
Bata até formar uma massa homogênea e reserve.
Em um bowl, junte a ricota com a salsinha.
Tempere com sal e pimenta a gosto.
Pegue uma colher da massa e espalhe na palma da mão.
Coloque o recheio no meio e feche fazendo formato de pastel.
Acomode os pasteis em uma forma antiaderente.
Salpique por cima as sementes de chia.
Leve ao forno por 15 minutos.
Retire e sirva em seguida.
Fonte: Lucília Diniz
#nuttrisaude#gastronomia#saúde#dieta#receitaslight

Para que serve um geriatra?

O médico geriatra atende o idoso, diferenciando as mudanças anatômicas, funcionais e psicológicas próprias do processo natural de envelhecimento, das alterações decorrentes de doenças nessa fase da vida. Na prática, muitas vezes, esse limite é impreciso.
O geriatra se preocupa, com todos os aspectos da saúde do idoso, de acordo com as particularidades do processo de envelhecimento. Enquanto a grande maioria das especialidades médicas se dedica a um órgão ou sistema, a geriatria se dedica ao indivíduo como um todo.  A população geriatrica é heterogenea, idosos de mesma idade podem ter qualidade de vida completamente diferente. Um idoso com doenças crônicas controladas pode ser considerado saudável quando comparado com outro de mesma idade sem doenças controladas e com incapacidades e sequelas. Para o geriatra o tratamento bem sucedido é aquele que além do controle das doenças visa preservar a autonomia (capacidade de escolher) e a independência (capacidade de executar) do idoso.
Ele tem a mesma função do clínico geral, só que durante o envelhecimento.Ou melhor sua função é bem parecida com o pediatra. Na infancia é hábito a criança saudável, ir ao pediatra, para saber se o crescimento está adequado e receber orientacões de vacina, nutricionais e outras. Pois bem, na velhice, que também é um estágio mais frágil da vida, o acompanhamento médico, periódico oferece melhor qualidade de vida por período mais longo.

Quem é idoso atualmente?

Antigamente a Organização Mundial da Saúde definia a idade mínima de 65 anos para países desenvolvidos e 60 anos para países em desenvolvimento, porque estes têm expectativa de vida menor. Hoje já está estabeleceido 65 anos como regra geral. São considerados muito idosos (very old) aquelas pessoas com mais de 85 anos nos países desenvolvidos e 80 anos para países em desenvolvimento.
Essa população vem aumentando muito e o geriatra esta especialmente qualificado em  atendê-lá.
Quando devo consultar um geriatra?
Existem basicamente tres situações para se procurar um geriatra.
A primeira é preventiva, para se orientar como envelhecer de forma saudável.
A segunda é para o acompanhamento do processo natural de envelhecimento, já em evolução.
A terceira é para o acompanhamento de doenças nessa fase da vida, evitando novas sequelas e reabilitando as já existentes.
Como sei se minhas queixas são decorrentes da idade ou se estou doente?
O ideal é procurar um geriatra para fazer o diagnóstico diferencial, para saber se o que você sente é consequência da idade ou decorrente de alguma doença. E o mais importante o que pode ser feito para melhorar essa queixa.

Quais atende o geriatra?
No consultório médico, no domicílio do paciente, nas instituições de longa permanência e nos hospitais.
Fonte:Amato