domingo, 19 de março de 2017

Veja como o sono pode ser importante para evitar ou trazer doenças

Quando falamos de sono falamos sobre quantidade, qualidade e ritmo. Se os três pontos não estiverem alinhados, o que se tem é uma alteração de todo o funcionamento do corpo. No longo prazo, quanto menos tempo e qualidade de sono, maior é o risco de diabetes, doenças cardiovasculares e alteração do sistema imunológico.

Os principais problemas que os brasileiros enfrentam em relação ao sono são a insônia, que é a dificuldade para iniciá-lo ou mantê-lo, e a apneia, uma fraqueza dos músculos da faringe, que ao deixar a língua bamba, provoca ronco e deixa o sono superficial, e, por fim, o descanso reduzido.
Luciano Ribeiro, médico especialista em neurologia do sono, comenta outros dois problemas, estes de causa social. Um deles é a redução da quantidade de sono, consequência do tempo que se gasta para chegar ao trabalho. "É muito comum que uma pessoa acorde às 4h da manhã e chegue às 10h no trabalho. O cochilo que ela tira no ônibus não tem a mesma qualidade do sono que teria em casa", avalia Ribeiro. O outro ponto que ele menciona é a perda de sono no exato momento em que se deita na cama, situação que foi tema de um estudo da Universidade de Pensilvânia, publicado pela revista Times.
"A cama deixou de ter o condicionamento de sono, de descanso. As pessoas têm levado para lá notebooks e smartphones, como se ali fosse ambiente de trabalho". O estudo da Universidade da Pensilvânia concluiu que o cérebro entende o que é local de atividade e um ambiente de repouso, e já associa a cama a um local onde se trabalha ou tem muita atividade mental. "Antes a recomendação médica era tirar a televisão do quarto. Agora aconselhamos que não se leve nenhuma tecnologia para lá", atualiza Ribeiro.
"Quando um indivíduo dorme pouco, o relógio de cada órgão começa a funcionar em um horário que não é dele, e isso desorganiza todo o sistema", explica Ribeiro. "No futuro teremos ainda mais problemas devido a essa situação de privação de sono que vivemos".
Deus ajuda quem cedo madruga? Não é bem assim. Se você vive durante o dia e dorme ao longo da noite, seu corpo segue o ritmo circadiano, que trabalha sob a luz e repousa quando é noite. Agora, se seu sono só vem às 5h da manhã, junto aos primeiros raios de sol, seu ritmo é diferente. É uma questão genética, e pode ser adaptada.
Ribeiro, presidente da Associação Brasileira do Sono, recomenda terapia comportamental para os que sofrem de insônia. "Uma das prinicpais causas é a ansiedade e extrema atividade mental". O indivíduo precisa procurar um médico para se organizar e voltar a conseguir dormir. Já os que sofrem de apneia, precisam ser avisados que roncam - já que dormem e não escutam. Os médicos disponíveis para tratar essas questão são neurologistas, otorrinolaringolostias, psiquiatras, clínicos gerais e os profissionais da medicina do sono.
Higiene do sono. Para reduzir o risco de alterações importantes no corpo, o médico recomenda um conjunto de atitudes adequadas como meditação, horário de ir para cama e horário de dormir. À noite, é melhor evitar comidas pesadas que dificultem a digestão, atividades físicas que despertem e o consumo de álcool, que deixa o sono superficial e intermitente.
"As pessoas precisam reconhecer o ritmo que seus corpos têm e o quanto precisam dormir. É importante estar atento e tentar adaptar a rotina de trabalho às necessidades do corpo". Ribeiro recomenda também que o indivíduo saiba quanto tempo precisa dormir para acordar bem, passar o dia bem e dormir bem.
Fonte; MSN

3 Exercícios mais importantes de musculação

Musculação é a onda do momento para homens e mulheres que desejam ter o corpo dos sonhos. Porém, a musculação vai além dos benefícios estéticos, ela atua diretamente em questões fisiológicas muito importantes.
O sistema nervoso central que está no nosso cérebro domina tudo, porém não sozinho. Os hormônios são de suma importância em nossas vidas. Tudo é possível também graças ao sistema endócrino, que produz esses hormônios em pouquíssima quantidade, são substâncias bio sinalizadoras que exercem a função metabólica. Uma curiosidade é que as células agem influenciadas pelos hormônios.


Hormônios

São produzidos pelo sistema endócrino, podendo atuar diretamente no metabolismo, quando ingerimos determinados grupos de alimentos. Carboidratos por exemplo.
Eles são de difícil absorção e gera uma quantidade absurda de energia, a musculação não tem o só à função de queimar, mas, da maneira certa, equilibra o gasto e o ganho de energia.

Exercícios multicelulares

Diferentemente dos exercícios isoladores, os multicelulares trabalhar o todo e não uma parte, gerando micro lesões, pois o corpo se condiciona para trabalhar o todo, gerando distribuição, nos proporcionando mover maior carga e maior liberação hormonal.

3 exercícios que você precisa conhecer

Levantamento Terra

Existem vários motivos para fazer esse exercício, pois o que ele exige de você é um condicionamento físico enorme e uma preparação da coluna, dos braços e técnica. Se feito do jeito certo, ele fortalece a coluna.
O terra te ensina a ser mais agressivo, no bom sentido, é uma agressão técnica onde o praticamente impõe a agressividade para dar mais força no levantamento.

Supino

Ele fortalece as costas, a postura e a força de tensão. É de suma importância que a barra encoste no peito de leve e suba, isso trabalhará resistência e respiração na ação de grandes esforços. O supino é um exercícios que se executa deitado, o que pode parecer fácil a primeira vista, mas ele joga toda a força para a parte superior do corpo.

Agachamento

Se engana quem acha que agachamento é um exercício vazio para malhar glúteos e pernas. Ele trabalha o equilíbrio, a força, a postura e melhora a diminuir lesões na parte inferior como pernas e colunas. Esse fortalecimento vem da força exercida pelo corpo ao levantar a barra, onde de maneira conjunta, o corpo trabalha músculos e tecidos.
Esses exercícios acima compõe a classe de exercícios base para ter um treino de excelência. Eles são fundamentais na musculação e as variadas técnicas deles trabalham o conjunto da obra que é você. Saber driblar o metabolismo e usá-lo a seu favor é de suma importância.
A musculação não é só para ficar “monstrão”, ela é também para ficar saudável. Engana-se quem pensa que ela causa lesões em prol de um corpo sarado. A musculação trabalha hormônios, metabolismo, fortalece os músculos, resistência e equilíbrio.

A carga dela é enorme, mas aos poucos e com o profissional da educação física certo, te ensinando direito o que é preciso, você chegará aos grandes. Hoje, homens e mulheres são impares nesse mundo.