quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Como levar sua salada para o trabalho?

Você já deve ter ouvido falar que a salada no pote é uma ótima alternativa para garantir uma marmita rápida, completa, saborosa e saudável, principalmente para quem vive na correria e precisa de um incentivo para comer mais naturalmente no dia a dia. E mais: dentro do tipo mais adequado de frasco, sua salada pode se manter fresca por até três dias.
Que pote é esse, de vidro ou de plástico?

Qual recipiente escolher?

 Optar pelo pote de vidro em vez das vasilhas plásticas traz inúmeros benefícios. O principal deles é que o vidro pode ser esterilizado e utilizado novamente, opção retornável e ecologicamente correta.
Outra grande vantagem é que seu formato na vertical mantém o molho da salada na parte inferior do vidro e as folhas continuam crocantes. “Na hora de comer, é muito prático: basta chacoalhar o vidro e sua salada vai ficar temperadinha toda por igual”, explica.
E existe um tipo certo de pote de vidro? Você deve estar atenta à tampa, que precisa ter uma cobertura emborrachada para não enferrujar e não vazar na bolsa. Geralmente, os potes maiores e mais grossos são melhores, pois são mais resistentes e cabem mais alimentos para uma refeição completa. Prefira também os vidros de boca mais larga para facilitar a marmita.
Fonte: MSN

Será que está exagerando no consumo de doces?

O açúcar, um caso de amor e ódio. Comer alimentos com açúcar é sempre uma delícia e a sensação de prazer que ele proporciona nos faz sentir no céu. Mas o açúcar, principalmente se consumido em excesso, é a causa direta de muitas doenças atuais. Obesidade, diabetes e pressão alta são apenas alguns dos problemas causados pela ingestão de açúcar, que está escondido em diversos alimentos industrializados. O açúcar é tão vilão que seu consumo deve ser completamente evitado para crianças de até dois anos de idade.

Mas, como saber se a quantidade que você anda consumindo é demais? O site My Fitness Pal listou oito indicativos de que talvez seja melhor você diminuir no açúcar:
1. Você constantemente precisa comer coisas doces
Quando mais açúcar você come, mais você precisa dele.
2. Você se sente lento ao longo do dia
Tudo o que sobe, desce. A ingestão de açúcar causa um aumento da insulina e a diminuição também causa uma espécie de quebra de energia no corpo.
3. Sua pele não para de rachar
O pico de insulina no sangue pode causar uma cascata hormonal que pode se manifestar em acne ou rosácea.
4. Você sente mais alterações de humor do que o normal
A quebra de energia que você sente por causa da falta de açúcar pode causar oscilações de humor.
5. Você está engordando
Excesso de açúcar implica em exceso de calorias.
6. Você está tendo mais cáries
Todo mundo sabe que açúcar pode aumentar a proliferação de bactérias e, com isso, ter mais cáries.
7. Sua mente tende a ficar confuso, especialmente após as refeições
Este sintoma é bem comum nas pessoas que sentem queda de açúcar no sangue.
8. Nada tem mais gosto doce como antes
Comer muito açúcar bombardeia suas papilas gustativas, o que causa tolerância, então você precisa de mais açúcar para satisfazer sua vontade.
Fonte:MSN

Dicas para evitar a Infecção Urinária!

Alerta: a agenda apertada pode abrir espaço para a infecção urinária, doença que provoca dor, ardência, urgência de ir ao banheiro e que ainda é capaz de estragar seus dias de praia. Confira o check-list do que você precisa fazer para se prevenir:

1. Ir ao banheiro de preferência a cada três horas, umas seis ou oito vezes por dia: três de manhã, três à tarde e duas à noite, antes de dormir.
2. Sempre ter relações sexuais com a região genital lubrificada. Traumas e fissuras íntimas viram porta de entrada para bactérias.
3. Recusar o sexo vaginal após a penetração anal, a não ser que vocês troquem camisinha, lavem as mãos e coloquem um preservativo novo.
4. Incentivar o moço a usar camisinha sem espermicida, substância que mata as bactérias benéficas e essenciais para o equilíbrio da flora íntima.
5. Não ter relações sexuais de bexiga cheia e fazer xixi assim que terminar. Não precisa sair correndo da cama, mas não deixe passar muito tempo.
6. Quando fizer xixi, use só papel. O emprego exagerado da ducha higiênica altera o pH local e desequilibra a flora. Se evacuar, aí sim, lave com água e sabonete íntimo, com movimentos da frente para trás.
7. Preferir tampão ao absorvente, pois ele deixa a saída da uretra livre e seca. Lembre-se de trocá-lo a cada quatro horas.
8. Aumentar a força muscular e fortalecer o esqueleto com exercício regular. Melhora a imunidade e a defesa contra os invasores.
9. Usar lingerie de algodão e roupas leves e confortáveis para que as partes baixas fiquem arejadas. Aliás, dormir sem calcinha no verão ajuda a conter a proliferação bacteriana. Já o biquíni molhado é um problemão.
Fonte: Boa Forma