sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Feliz Natal!

Quero agradecer a todos que me acompanham no blog e desejar a vocês e familiares um Feliz Natal!

Me aguardem que em 2018 teremos muitas outras postagens interessantes!


Patrícia Mendes


Barriga inchada? O que fazer?

Distensão abdominal é o termo técnico para a “barriga inchada”, em uma condição na qual o abdome fica desconfortavelmente cheio e gasoso, e também pode ficar visivelmente inchado (distendido). A barriga inchada é, geralmente, um sintoma de algum problema de saúde, que pode varia desde uma simples indigestão até algo mais grave.

Antes de se medicar para barriga inchada e dura, consulte um médico
Como a barriga inchada é um sintoma de outros problemas de saúde, para evitar que os medicamentos mascarem os sintomas, o correto a fazer é consultar um médico antes de qualquer tratamento. Desta forma, você não prejudica o diagnóstico do problema de saúde que possa estar causando a barriga inchada.
Barriga inchada é gases? E barriga inchada e dores abdominais? 
Quem tem barriga inchada descreve uma sensação desconfortável de barriga “cheia”, aperto ou inchaço no abdômen. Isto pode ser acompanhado de dor, excesso de gases (flatulência), arrotos ou arrotos frequentes, e barulhos abdominais. Todos os sintomas da barriga inchada se “juntam”, mas a origem deles é sempre uma condição adjacente.
Barriga inchada: causas
As causas mais comuns de inchaço abdominal são:
Engolir ar – Pode ser por respiração incorreta ou causado por comer alimentos rápido demais.
Constipação – Dificuldade para defecar. Geralmente, causada por uma dieta pobre em fibras, mas pode ter outras causas.
Azia – A azia não é apenas uma queimação no esôfago. A azia pode ser uma queimação em todo o trato digestório, e pode envolver o inchaço abdominal.
Síndrome do intestino irritável – Esta doença pode ter como um de seus sintomas a barriga inchada.
Intolerância a lactose, Intolerância ao glúten, ou intolerância a outros tipos de alimentos – A reação alérgica causada por esses alimentos pode inchar a barriga, piorando também a condição. Celíacos podem ter problemas de inchaço na barriga ao comer glúten, ou alimentos com traços de glúten.
Ganho de peso – Ao ganhar peso, a sensação de inchaço na barriga pode acontecer.
Crescimento excessivo de bactérias no intestino ou problemas com a flora intestinal – Geralmente podem acontecer durante tratamentos com antibióticos, que atacam a flora intestinal e todo o trato digestório.
Fluxo hormonal – Principalmente mulheres passando pela TPM ou após a menopausa.
Parasitas intestinais – Alguns deles podem causar o inchaço, bem como gases e outros problemas do aparelho digestivo.
Doença inflamatória do intestino – Colite e doença de Crohn são dois bons exemplos que podem causar o inchaço da barriga.
Medicamentos – O efeito colateral de alguns medicamentos é, exatamente, o inchaço abdominal. Verifique a bula dos remédios que você toma e converse com seu médico para trocar o remédio.
Doenças mais graves – Problemas no pâncreas, fluidos, doença hepática, insuficiência renal, câncer.
Barriga inchada: tratamento
Em muitos casos, os sintomas de inchaço abdominal podem ser diminuídos ou mesmo curados completamente através da adoção de algumas alterações do estilo de vida. Por exemplo:
Não mascar chiclete – Goma de mascar pode fazer com que você engula ar, causando o inchaço na barriga.
Evitar refrigerantes – Bebidas com gás, em geral, podem causar a sensação de inchaço, principalmente quando consumidas em excesso.
Evitar alimentos que provocam gases – São exemplos os vegetais da família do repolho, feijão, e lentilhas.
Comer devagar – Quanto mais devagar você come, menos ar você engole. Além disso, comer devagar dá tempo para seu cérebro processar que seu estômago está cheio. Consequentemente, você come menos e é uma ótima dica para emagrecer.
Perder peso e controlar melhor sua dieta – Ao perder peso e ter um controle melhor sobre os alimentos que você está consumindo, você ajuda, consideravelmente, a controlar o inchaço na barriga.
Cortar o glúten ou produtos lácteos da alimentação – Consulte um gastroenterologista para fazer o diagnóstico da intolerância ou alergia ao glúten, bem como intolerância ou alergia a lactose e outros alimentos.
Chá de hortelã ou chá de boldo – Duas excelentes armas contra quase todo problema no trato digestivo. Principalmente o boldo, que tem excelentes e rápidos resultados contra quase todos os problemas de estômago.
Cuidados com a barriga inchada
Se os sintomas durarem mais do que um dia, e acontecem em intervalos regulares, visite logo um médico. Há muitas causas possíveis para uma barriga inchada. Uma ligação para seu médico pode ser tudo que você precisa para o diagnóstico certo. Não ache que você pode resolver o problema sozinho: conte com a ajuda de profissionais!
Fonte: Saúde Melhor

Receita natural para intestino preso!

Na maioria dos casos, mudanças na dieta e estilo de vida podem prevenir o intestino preso. Enquanto uma dieta rica em fibras e estilo de vida ativo são a primeira linha de defesa contra este problema comum e desconfortável, casos graves podem exigir uma solução imediata, com uma receita natural para intestino preso. Ou até mais de uma.

Os remédios naturais para intestino preso combinam ingredientes naturais e altamente eficientes para liberar o intestino e mantê-lo funcionando de forma saudável. Consulte o seu médico imediatamente se seu intestino preso vem acompanhado de dor intensa, sangue nas fezes ou inchaço. Estes podem ser sinais de uma condição séria que requer uma avaliação de peritos. E pergunte ao seu médico antes se você pode consumir os remédios naturais sem problemas.
Ervas para intestino preso
Suco de aloe vera é um remédio natural para intestino preso desintoxica o organismo e limpa o trato digestivo. Aloe também promove o amolecimento das fezes. O gengibre é um estimulador rápido do trato intestinal e pode ser adicionado ao alimentos cozidos ou tomado em forma de chá. A Cáscara Sagrada é também uma erva que atual como um laxante natural. Há evidências que ela também tonifica o intestino, enquanto a erva transita pelo seu sistema digestivo.
Alimentos saudáveis, hidratação e exercícios físicos
Apesar de parece repetitivo, a melhor receita natural para intestino preso é uma combinação entre alimentação saudável, hidratação e exercícios físicos. Alimentos com alto teor de fibras, frutas frescas, legumes e grãos integrais devem fazer parte de sua dieta, mantendo o intestino saudável e estimulado para prevenir que o problema de intestino preso vire crônico e agudo. O consumo diário de 8 a 10 copos de água, esteja você com sede ou não, acrescenta umidade para fezes duras, fazendo a passagem pelo intestino fácil e indolor. Frituras, alto consumo de gorduras e sedentarismo fazem com que o intestino fique estagnado e forma um muco que irrita o trato intestinal e pode resultar na síndrome do intestino irritável. Movimento do corpo é igual a circulação de resíduos e uma simples caminhada, passeio de bicicleta, ou a participação em outros esportes, apoiar o sistema de eliminação natural do corpo.
Semente de linhaça
Moa duas colheres de sopa de semente de linhaça em um liquidificador ou moedor de café. Use elas puras, hidratando com água, ou misture com outras sementes ricas em fibras, tais como gergelim e abóbora. Polvilhe a mistura sobre o seu os alimentos de seu café da manhã ou adicione a smoothies, sopas ou saladas.
Alimentos de alta fibra para grávidas de intestino preso
Alimentos ricos em fibras são a melhor maneira de aliviar o intestino preso durante a gravidez. Desde que você queira evitar medicamentos desnecessários durante a gravidez, esta opção é ideal. Você pode encontrar fibra em muitos alimentos, tais como frutas e cereais ricos em fibras. Inclua vegetais de folhas verdes em sua dieta, bem como grãos integrais. 25 a 30 g de fibra de todos os dias é o ideal, principalmente para as grávidas.
Fluidos à vontade
O que você bebe é tão importante quanto o que você come quando se trata de intestino preso. Aumente a sua ingestão de água. Sucos naturais, smoothies e sucos verdes são essenciais porque são uma bomba de hidratação com remédios naturais em vitaminas e nutrientes essenciais para soltar seu intestino preço.
O intestino preso com freuqência pode levar a algumas doenças: hemorróidas, fissura anal, diverticulite. Portanto a prevenção é o melhor remédio!
Preparei um e-book para você: "Sucesso na Prevenção e Controle da Diverticulite" contém todas as informações completas do que você precisa saber e fazer para prevenir e controlar a diverticulite. Inclui sugestões de cardápios para os vários estágios, desde sua prevenção até o controle da doença, acrescido de várias dicas importantes para se manter saudável! Clique no link abaixo e adquira já seu exemplar e ganhe um livro bônus de receitas:

Fonte: saúde melhor

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Quem tem gastrite pode comer frutas cítricas, mas 3 regrinhas devem ser seguidas

A gastrite é caracterizada pela inflamação do tecido interno que recobre o estômago e tem como principais sintomas dor, queimação e/ou pontadas na boca do estômago, enjoo e vômitos, perda de apetite e sensação de saciedade mesmo após a ingestão de pequenas quantidades de alimentos.
A doença pode surgir por variados motivos, como estresse, longos períodos em jejum e, claro, dieta inadequada. As frutas cítricas normalmente são retiradas do cardápio de quem sofre de gastrite, mas saiba que elas não precisam ser completamente evitadas se consumidas da maneira correta.

Como consumir frutas cítricas tendo gastrite:

As frutas cítricas possuem ácidos ascórbico (vitamina C) e cítrico que, combinados, fazem com que elas tenham baixo pH, ou seja, sejam ácidas. Em grandes quantidades, portanto, podem realmente piorar a queimação e a dor no estômago de quem sofre de gastrite.
No entanto, quando o quadro da doença está controlado, elas não precisam ser banidas, especialmente se algumas medidas simples forem adotadas. Conheça truques de como consumir frutas cítricas sem sofrer com os efeitos da gastrite:
Adicione um pouco de açúcar em sucos de frutas cítricas. Com moderação, o alimento ajuda a combater a acidez excessiva.
Deixe para comer frutas cítricas depois das refeições. Com o estômago cheio, as substâncias ácidas têm menos contado com as mucosas do órgão, evitando os sintomas da gastrite.
Consuma frutas cítricas até três horas antes de ir para a cama, no máximo. Isso porque o suco gástrico sobe com mais facilidade pelo esôfago quando estamos deitados, o que aumentam as chances de queimação e refluxo.
fONTE:MSN

Ceia de natal saudável!

Frango natalino com recheio saudável é possível, sim! Enfeite seu prato com quinoa colorida e tenha zero preocupações com as calorias das festas.



Ingredientes
·         1 frango Fiesta Seara desossado
·         1/2 xícara de vinho branco
·         1 colher (sopa) de farinha de trigo
·         1 xícara (chá) de água
·         2 xícaras (chá) de quinoa (ou quinua)
·         3 xícaras (chá) de caldo de legumes
·         1 colher (sopa) de azeite de oliva
·         1 cebola média picada
·         2 dentes de alho amassados
·         1 cenoura grande ralada
·         1 xícara (chá) de grão-de-bico cozido
·         100 gramas de castanha de caju torrada e picada
·         a gosto • salsa (ou salsinha)
·         a gosto • cebolinha-verde
·         1 colher (chá) de sal
·         250 gramas de cenoura tipo baby, cozidas

Modo de preparo
Descongele o Fiesta desossado Seara* de acordo com as instruções da embalagem. Remova a embalagem e retire do interior da ave o saquinho com os miúdos. Com o auxílio de papel absorvente, seque bem o interior da ave.
Cozinhe a quinoa no caldo de legumes até secar. Deixe com a panela tampada por dez minutos.
Em uma panela, aqueça o azeite, acrescente a cebola e o alho, deixe refogar por cinco minutos e junte a cenoura. Deixe cozinhando mais cinco minutos e apague o fogo. Junte o grão-de-bico, a castanha-de-caju e as ervas. Tempere com o sal e deixe esfriar.
Recheie a cavidade com o recheio acima, feche as aberturas com palitos de dente, cruze as duas pernas da ave e amarre com linha. Prenda a ponta das pernas com palitos e amarre com linha ou barbante. Coloque o Fiesta em uma assadeira, regue com o vinho, cubra com papel alumínio e leve ao forno médio (180 °C) por aproximadamente uma hora e meia. Retire o papel alumínio e leve ao forno por mais trinta minutos para dourar. Retire do forno e espere amornar para fatiar.
Faça o molho para acompanhar. Coloque na assadeira em que assou a ave a farinha de trigo dissolvida em água, deixe ferver e engrossar e sirva com o Fiesta acompanhado de cenouras baby.
Dica: para fazer o caldo de legumes em casa, coloque em uma panela uma cenoura, uma cebola, um dente de alho, um maço de cheiro-verde, um tomate e uma colher (chá) de sal. Cubra com dois litros de água. Deixe cozinhar por cerca de uma hora em fogo baixo. Retire, espere amornar e passe por uma peneira.
* Receita concedida pela Seara
SALADA ESPECIAL

Faça uma saladinha rápida com um toque de romã para receber os convidados durante a sua ceia saudável de Natal.
Ingredientes
·         1 xícara de grãos variados
·         4 xícaras de água mineral
·         1 folha de louro
·         a gosto • sal marinho
·         1 romã
·         1 laranja
·         a gosto • açafrão-da-terra (ou cúrcuma)
·         a gosto • raspas de limão
·         50 mililitros de azeite de oliva
·         a gosto • salsa crespa
Modo de preparo
Cozinhe na pressão o mix de cereais com água, sal e uma folha de louro, por aproximadamente sete minutos depois de pegar pressão. Adicione o açafrão com os cereais ainda quentes e mexa bem.
Em um bowl, misture o mix de cereais com a romã e a laranja cortada grosseiramente. Tempere com sal, pimenta e raspas de limão e salsinha.
Regue com azeite e acerte as quantidades de sal e pimenta do reino.

fONTE:MSN



domingo, 17 de dezembro de 2017

Dicas para as festas de fim de ano não prejudicarem seus objetivos de perda de peso!


A nutricionista , ensina truques e trocas espertas para evitar que os eventos virem exageros para a sua saúde – e para a sua boa forma. Confira!

  1. Não saia (tanto) da rotina.
Isso significa, mesmo nos dias de festa, seguir alguns conceitos básicos da alimentação saudável, como:
  • Comer de três em três horas – assim, você evita picos de fome muito intensos e não chega ao evento (recheado de tentações!) de barriga vazia.
  • Beber bastante água. “Quem está mal hidratado sente mais fome”, garante a nutricionista.
  • Preferir alimentos ricos em nutrientes – e evitar as chamadas calorias vazias, como aqueles recheados de açúcar e gordura, que não trazem nenhum benefício para o corpo.
  1. Foco no equilíbrio Mesmo que o evento ofereça opções mais calóricas, procure equilibrar o seu prato com pelo menos 1 porção de proteína (carne, peixe ou frango), somente um tipo de carboidrato (de preferência integral) e salada + legumes + verduras (de forma mais livre). “Não se prive de comer seus pratos favoritos. Para não engordar, tente comer pequenas porções”, diz a nutricionista .
  2.  
  3. Maneire na bebida alcóolica ou pelo menos faça escolhas melhores.(Além de supercalóricas, elas contém o índice glicêmico bem alto, o que significa que se transformam em gordura rapidinho!)
Calcule antes de beber:
– Batidas: 1 copo (100ml) tem 251 Kcal;
– Caipirinha de vodka: 1 dose (100ml) tem 162
– Cervejas: 1 copo (150ml) tem entre 45 a 90 kcal
– Champanhe: 1 taça (100ml) tem 110Kcal
– Gim: 1 dose (30ml) tem 60Kcal
– Licores: 1 cálice (20ml) tem 69Kcal
– Vinho branco doce: 1 taça (100ml) tem 142Kcal
– Vinho branco seco: 1 taça (100ml) tem 85Kcal
– Vinho tinto: 1 taça (100ml) tem 65Kcal
– Vodka: 1 cálice (30ml) tem 72 Kcal
– Whisky: 1 dose (100ml) tem 240Kcal

  1. Um bom jeito de evitar os exageros é fazer pratos completos e evitar os chamados “finger foods”. “Dessa forma você elimina escolhas gordurosas e altamente calóricas como salgadinhos, biscoitos, bolos, pães de queijo e pizzas”, explica  a nutricionista.
  1. Ao servir seu prato, comece pelos alimentos mais saudáveis. Assim, você deixa menos espaço para as comidas gordurosas 😉
  1. Nozes, castanhas, avelãs e amêndoas são aperitivos naturais que estão sempre presentes nas mesas de natal. “Eles têm propriedades que regulam os níveis de colesterol, além de selênio e antioxidantes. Porém, evite exagerar, já que esses alimentos são bem calóricos”, diz. Para deixar o snack ainda mais nutritivo, misture frutas secas. Ricas em vitaminas e antioxidantes, elas ajudam a melhorar o humor e diminuir a ansiedade.
  1. Faça escolhas inteligentes (sempre!):
Algumas ideias….
Substitua… Presunto
Por… Peito de peru (01 fatia = 70 calorias)
Porque a troca vale a pena…. Mais magra, a opção também é fonte de proteína e aumenta a saciedade. Use a versão light!

Substitua…  Panetone
Por… Bolo de chocolate diet (1 fatia = 140 calorias)
Porque a troca vale a pena…  A maior vantagem é a redução de calorias. Mas não vale colocar calda, ok?

Substitua…  Cerveja
Por… Vinho (1 taça = 100 calorias)
Porque a troca vale a pena…  Feito a partir da uva, a bebida é rica em flavonoides, antioxidantes que favorecem a circulação sanguínea e ajuda a prevenir doenças cardíacas. Prefira o vinho tinto!

Substitua…   Salgadinho frito
 Por… Castanha de caju (1 col de sopa = 120 calorias)
Porque a troca vale a pena… Rico em minerais que fazem bem para o organismo, é considerado um snack saudável – se consumido em moderação. Ah! A melhor opção é sem adição de sal, tá bom?

Substitua…  Esfiha de carne
Por… kafta (1 unidade =  136 calorias)
Porque a troca vale a pena…  é uma boa fonte de proteína sem carboidrato, como na esfiha. Prefira temperos naturais, como limão.

Substitua…   Sorvete
Por…  Banana congelada batida com cacau (4 col de sopa = 80 clorias)
Porque a troca vale a pena… Além de não conter o açúcar e gordura presentes nos sorvetes industrializados, a banana é rica em potássio e o cacau em  flavonoides.

Refeições saudáveis para 2018, confira boas dicas!

Ideias de refeições saudáveis para colocar no prato, confira a lista divulgada pelo site com 10 tendências que prometem bombar em 2018:

O aumento dos pins (os posts salvos no Pinterest) foi de 1 809% para assuntos relacionados às fritadeiras sem óleo (como a Airfryer), que são capazes de preparar batatas fritas e outros alimentos conhecidos pelo alto teor de gordura em versões mais saudáveis.
As sopas quentinhas, gostosas, nutritivas e que muitas vezes saciam tanto quanto uma refeição, podem ser uma opção prática para substituir seu jantar de vez em quando (os pins relacionados ao prato tiveram um aumento de 306%). Desde 2013, as versões detox já faziam parte das apostas de BOA FORMA para deixar você menos suscetível ao acúmulo de líquido e toxinas. Isso significa tirar da frente dois grandes inimigos do corpo em forma: gordurinha extra e celulite! 
Os pins aumentaram em 218% em receitinhas diferentes e saudáveis envolvendo o bom e velho cafezinho. Whey protein ou superalimentos como a maca peruana batidos com a bebida são opções populares na rede social e em cardápios da BF – o café com whey, por exemplo, rende um delicioso “cappuccino” e ajuda a saciar, além de aumentar a porção de proteína na dieta. Você já experimentou colocar óleo de coco no seu?
Especiarias do Norte da África como o cominho, o coentro e o cardamomo estão sendo pinadas (um aumento surpreendente de 2 579% ) como opções para deixar os pratos do dia a dia ainda mais saborosos. A BF acrescenta mais um benefício – ricas em substâncias antioxidantes, as especiarias são aliadas no combate aos radicais livres.
Que o vegetarianismo e o veganismo vêm ganhando espaço, todo mundo já sabe. No Pinterest, opções de receitas com proteínas vegetais estão se tornando cada vez mais popular (um aumento de 417%).
Os salgadinhos gordurosos não são mais tão irresistíveis para quem curte salgadinhos – snacks como edamame e ervilha tiveram um aumento em 273% nos pins, e são uma ótima opção para petiscar sem comprometer a dieta. 
Os condimentos coreanos, especialmente o Gochujang, condimento feito com pasta fermentada de malagueta, arroz glutinoso, soja e sal estão em alta (os posts salvos tiveram um aumento de 222%).
Não precisa mais encarar a manteiga como vilã. A ghee (manteiga clarificada) teve um aumento de 155% nas buscas e vem atraindo a atenção por ser um alimento que não possui nenhum traço de lactose, caseína e toxinas, deixando apenas gordura clarificada do leite. Você pode usá-la para passar no pão e na tapioca ou em preparações, como arroz low carb de couve-flor e ghee
É possível fazer sobremesas incríveis sem produtos de origem animal — basta fazer algumas trocas de ingredientes, como por exemplo, a manteiga por óleo de coco. O aumento de receitinhas salvas foi de 329%!
Nunca foi tão fácil dizer não aos bons drinques! Com um aumento de 160% nas receitas salvas, o Pinterest tem uma vasta galeria de opções sem álcool para a happy hour, com ingredientes refrescantes e deliciosos.
Fonte: Boa Forma