sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Quais os tipos de chá que ajudam na digestão e refluxo?

A fitoterapia é uma forma de tratamento natural que já existe há milênios. São remédios baseados em ervas e plantas, já usados pelos nossos antepassados, com o mínimo de processamento possível. Para quem precisa ter uma digestão mais lenta, de forma a aproveitar melhor os nutrientes dos alimentos, e se sentir saciado por mais tempo, algumas ervas podem ajudar nesse trabalho, principalmente em chás saudáveis e deliciosos para se tomar durante o dia.
Caso os sintomas persistirem ou houve alteração nos sintomas, não deixe de visitar um médico para receber orientação adequada. Distúrbios digestivos mais graves, incluindo refluxo, síndrome do intestino irritável, doença de Crohn, úlceras pépticas ou infecções parasitárias, requerem a ajuda de um profissional qualificado para garantir a segurança e sucesso de qualquer tratamento.

Remédio caseiro para digestão lenta: chá de hortelã
O hortelã atua como um relaxante muscular no trato digestivo. Ao atuar no trato digestivo dessa forma, ele fornece o alívio para a síndrome do intestino irritável, acalma espasmos digestivos, alivia gases, reduz dores e desconforto.
O sabor e o aroma do chá de hortelã adicionam mais efeitos calmantes sobre a digestão. Você pode até usá-lo no lugar da sobremesa. Sua doçura natural é uma ótima maneira de terminar a refeição da noite, e não tem reações adversas. Todo esse efeito calmante ajuda no funcionamento mais lento e eficiente do sistema digestivo.
O hortelã é geralmente bem tolerada em doses pequenas, mas muito de hortelã-pimenta com pode ter efeitos adversos. Especialmente se você sofre de pedras nos rins, hérnia hiatal, ou refluxo gastrointestinal, considere conversar com seu médico antes do consumo do chá de hortelã.
Remédio caseiro para má digestão: chá de camomila
É um remédio muito popular para problemas digestivos, usado até mesmo em recém-nascidos para ajudar a aliviar a cólica relacionada com intolerância à lactose. Estudos científicos indicam que a camomila tem um efeito ansiolítico, juntamente com propriedades antimicrobianas e anti-inflamatórias, eficientes no tratamento do desconforto do trato intestinal.
Embora seja considerado segura e geralmente bem tolerada, a camomila pode causar reações alérgicas em pessoas com sensibilidade para as famílias da cebola, aipo, e girassol.
Digestão lenta com erva cidreira, valeriana, e alecrim
Erva-cidreira é um membro da família do hortelã, usada durante séculos para aliviar a dispepsia, espasmos, gases, e para acalmar o sistema digestivo. O alecrim e a valeriana tem efeitos semelhantes.
Estas plantas geralmente reduzem os sintomas de desequilíbrio digestivo sem efeitos colaterais, quando usadas em chás, e podem ser combinadas. Como ajudam a fazer o sistema funcionar corretamente, a velocidade da digestão é regulada, evitando problemas como arroto, gases, e refluxo.
Funcho (erva doce) para melhor digestão
As folhas desta planta são amplamente utilizadas no Mediterrâneo e partes do centro-leste do mundo. Preparações de chá com sementes de erva-doce e folhas podem não só ajudar, mas evitar azia, gases, inchaço e constipação. Pode, também promover a secreção de enzimas digestivas para diminuição do apetite. É um chá bem seguro, e raramente causa efeitos colaterais ou reações alérgicas. Também é usado para crianças com cólica.
Chá de gengibre
A raiz do gengibre já é usada há milhares de anos no tratamento de problemas digestivos, reduzir náuseas e vômitos, e fortalecendo o estômago e intestino. Os componentes ativos do gengibre ainda contribuem para proteger o organismo contra úlceras, oxidação, doenças, e excesso de secreções gástricas.
Fonte: Melhor Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário