quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Alimentos que ajudam na memória!

O tomate está entre os alimentos bons para a memória.

Anda esquecendo de tudo? Não sabe onde colocou a chave de casa? Talvez estejam faltando bons alimentos para a memória no seu dia a dia! Confira 4 alimentos bons para a memória a seguir!

Boa memória: invista na alimentação

É muito chato esquecer um compromisso ou não lembrar de jeito nenhum o nome daquele colega de trabalho, né? A falta de memória pode nos colocar em situações chatas e, por isso, viemos te contar quais são os alimentos que nos ajudam a ter uma memória melhor. Confira!

Ovo

colina, substância presente na gema do ovo, ajuda a proteger as células do nosso cérebro à medida que envelhecemos. Além disso, o ovo também tem ácido fólico, que auxilia na prevenção do mal de Alzheimer, combate a anemia e ainda ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares. 

Uva

As uvas, principalmente as roxas, contêm resveratrol, uma substância antioxidante que auxilia no transporte de oxigênio para o cérebro. Ela ajuda a proteger as nossas células cerebrais e ajuda a prevenir doenças como mal de Alzheimer e demência. As uvas melhoram a nossa capacidade de memória e, claro, são deliciosas! 

Sardinha

Como já te mostramos, a sardinha está entre os peixes bons e baratos. Ela é uma ótima fonte de ômega 3, substância que ajuda a melhorar o funcionamento do cérebro. O ômega 3 é importante em todas as fases da nossa vida. Nos adultos, o seu consumo auxilia na redução do colesterol ruim e redução dos triglicerídios. Portanto, consumir a sardinha é uma ótima alternativa para manter sua memória e saúde em geral! Você não precisa comê-la somente frita.

Tomate

O tomate contém fisetina, uma substância que ajuda a deixar as células do sistema nervoso mais resistentes e contribuiu para a formação da memória. A fisetina também ajuda a combater o envelhecimento precoce e melhora a qualidade do nosso sono, o que é essencial para termos qualidade de vida e boa memória. 
Fonte:MSN
#nuttrisaude#maldealzeimer#memória#nutriçãosaudável#geriatria#alimentos

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Petiscos deliciosos!

Barquinha de cenoura



Esta receita tem 130,4  calorias por porção e rende 4  porções.

Ingredientes

Barquinhas
1 cenoura grande ralada
2 colheres (sopa) de farinha de aveia
2 colheres (sopa) de queijo parmesão light ralado
2 ovos
1 colher (sopa) de salsinha picada
Sal e pimenta caiena a gosto
Recheio
2 colheres (sopa) de ricota
1 colher (sopa) de gengibre ralado
1 colher (sopa) de azeite
Sal e pimenta caiena a gosto
Folhas de rúcula e alface à vontade

Modo de preparo

Barquinhas
Em um bowl, coloque a cenoura ralada.
Leve ao micro-ondas por cinco minutos.
Retire e junte com os ovos, a farinha de aveia, o queijo e a salsinha.
Tempere com sal e pimenta e misture até formar uma massa.
Em uma assadeira, espalhe a massa em quatro discos finos.
Leve ao forno por 15 minutos.
Retire e dobre os tacos para ficarem no formato de tacos.
Reserve.
Recheio
Em um bowl, misture a ricota, o gengibre e o azeite.
Tempere com sal e pimenta.
Montagem
Pegue uma barquinha.
Coloque uma porção de folhas.
Ponha uma colher do recheio por cima.
Sirva em seguida.
Minipizza de mandioquinha

Esta receita tem  140,7 calorias por porção e rende 6 porções.

Ingredientes

300 g de mandioquinha cozida em água e sal
2 colheres (sopa) de molho de tomate
1 colher (sopa) de salsinha picada
1 colher (sopa) de leite desnatado
2 colheres (sopa) de farinha de quinoa
3 tomates cereja em rodelas
½ xícara (chá) de muçarela picada
1 colher (sopa) de azeite
4 azeitonas fatiadas
Orégano fresco a gosto

Modo de preparo

Em um bowl, amasse a mandioquinha cozida.
Junte a farinha de quinoa, o leite, a salsinha e o azeite e misture bem.
Em uma forma antiaderente divida a massa em bolinhos.
Espalhe a massa fazendo discos redondos.
Leve ao forno por 15 minutos.
Retire e espalhe um pouco do molho por cima de cada um.
Salpique o queijo.
Decore com o tomate e azeitonas.
Tempere com orégano fresco e retorne ao forno para derreter o queijo.
Sirva em seguida.
Snacks de Abobrinha

Rende 8 porções de 30,4 calorias cada.

Ingredientes

2 abobrinhas raladas
2 dentes de alho amassados
½ xícara (chá) de queijo parmesão light ralado
Sal, pimenta e tomilho a gosto

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 160°C.
Em um bowl, junte as abobrinhas raladas com o queijo.
Tempere com sal, pimenta e alho e tomilho e misture.
Distribua colheradas da massa em uma assadeira antiaderente.
Espalhe bem cada porção para o snack ficar fino.
Leve para assar por 20 minutos, ou até dourar.
Retire, deixe esfriar e sirva em seguida.
Pastel de forno de Cenoura

Rende 6 porções de 63,3 calorias cada.

Ingredientes

2 cenouras médias cozidas
1 cebola pequena picada
2 colheres (sopa) de farinha de linhaça
4 colheres (sopa) de farinha de grão de bico
1 colher (sopa) de óleo de coco
1 colher (sopa) salsinha picada
2 colheres (sopa) de ricota light
1 pitada de sementes de chia
1 colher (chá) de fermento em pó
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 180ºC.
Junte no liquidificador a cenoura, as farinhas, a cebola e o óleo de coco.
Acrescente o sal e o fermento.
Bata até formar uma massa homogênea e reserve.
Em um bowl, junte a ricota com a salsinha.
Tempere com sal e pimenta a gosto.
Pegue uma colher da massa e espalhe na palma da mão.
Coloque o recheio no meio e feche fazendo formato de pastel.
Acomode os pasteis em uma forma antiaderente.
Salpique por cima as sementes de chia.
Leve ao forno por 15 minutos.
Retire e sirva em seguida.
Fonte: Lucília Diniz
#nuttrisaude#gastronomia#saúde#dieta#receitaslight

Para que serve um geriatra?

O médico geriatra atende o idoso, diferenciando as mudanças anatômicas, funcionais e psicológicas próprias do processo natural de envelhecimento, das alterações decorrentes de doenças nessa fase da vida. Na prática, muitas vezes, esse limite é impreciso.
O geriatra se preocupa, com todos os aspectos da saúde do idoso, de acordo com as particularidades do processo de envelhecimento. Enquanto a grande maioria das especialidades médicas se dedica a um órgão ou sistema, a geriatria se dedica ao indivíduo como um todo.  A população geriatrica é heterogenea, idosos de mesma idade podem ter qualidade de vida completamente diferente. Um idoso com doenças crônicas controladas pode ser considerado saudável quando comparado com outro de mesma idade sem doenças controladas e com incapacidades e sequelas. Para o geriatra o tratamento bem sucedido é aquele que além do controle das doenças visa preservar a autonomia (capacidade de escolher) e a independência (capacidade de executar) do idoso.
Ele tem a mesma função do clínico geral, só que durante o envelhecimento.Ou melhor sua função é bem parecida com o pediatra. Na infancia é hábito a criança saudável, ir ao pediatra, para saber se o crescimento está adequado e receber orientacões de vacina, nutricionais e outras. Pois bem, na velhice, que também é um estágio mais frágil da vida, o acompanhamento médico, periódico oferece melhor qualidade de vida por período mais longo.

Quem é idoso atualmente?

Antigamente a Organização Mundial da Saúde definia a idade mínima de 65 anos para países desenvolvidos e 60 anos para países em desenvolvimento, porque estes têm expectativa de vida menor. Hoje já está estabeleceido 65 anos como regra geral. São considerados muito idosos (very old) aquelas pessoas com mais de 85 anos nos países desenvolvidos e 80 anos para países em desenvolvimento.
Essa população vem aumentando muito e o geriatra esta especialmente qualificado em  atendê-lá.
Quando devo consultar um geriatra?
Existem basicamente tres situações para se procurar um geriatra.
A primeira é preventiva, para se orientar como envelhecer de forma saudável.
A segunda é para o acompanhamento do processo natural de envelhecimento, já em evolução.
A terceira é para o acompanhamento de doenças nessa fase da vida, evitando novas sequelas e reabilitando as já existentes.
Como sei se minhas queixas são decorrentes da idade ou se estou doente?
O ideal é procurar um geriatra para fazer o diagnóstico diferencial, para saber se o que você sente é consequência da idade ou decorrente de alguma doença. E o mais importante o que pode ser feito para melhorar essa queixa.

Quais atende o geriatra?
No consultório médico, no domicílio do paciente, nas instituições de longa permanência e nos hospitais.
Fonte:Amato

domingo, 27 de agosto de 2017

Como perder a gordura nas costas?

As costas, principalmente sua parte inferior, é uma das áreas de gordura teimosa, onde muitas vezes é extremamente difícil de se livrar, mesmo que o resto de você esteja relativamente magro. Exercício e uma boa dieta de calorias controladas são necessários para eliminar a gordura nas costas. Em vez de apenas se concentrar em queima de calorias, porém, você construir um plano de intenso que combina musculação e aeróbico para obter o efeito desejado nas costas.

Exercícios para perder a gordura das costas

O exercício cardiovascular deve tornar-se uma grande parte de sua viagem para redução de gordura. Ele queima calorias, o que é essencial para a perda de peso total. Kickboxing, remo, dançar, correr balançando os braços para envolver os músculos das costas. Realize pelo menos 30 minutos de aeróbico cinco dias da semana. Incorpore um treinamento intervalado de alta intensidade em sua rotina aeróbica. Uma sessão de alta intensidade eficaz terá que trabalhar entre as intensidades moderada e vigorosa entre um a dois minutos, resultando em queima de gordura ideal. com essas alterações extremas.

Fortaleça os músculos das costas

O treinamento de força pode ajudá-lo a manter e construir o tecido muscular. Ele otimiza a sua perda de peso porque o tecido muscular aumenta o metabolismo. Apesar de sua parte inferior das costas ser o problema, a maneira mais eficiente de queimar calorias e a gordura localizada é trabalhar todos os grupos musculares de forma uniforme. Além de suas costas, inclua exercícios para braços, pernas, tórax, abdômen, quadris e ombros. Realize o treinamento de força pelo menos dois dias da semana, e com a orientação de profissionais para seu programa de treinamento.
Fonte:saúde melhor

Mito ou verdade: musculação atrapalha no crescimento?


Um dos maiores mitos sobre a musculação é sobre ela atrapalhar no seu crescimento. Não há estudos que associaram o levantamento de pesos e rotinas de musculação com a inibição do crescimento normal de um indivíduo.


Exercícios que atrapalham o crescimento? Uma introdução ao assunto

O primeiro tema que é importante abordar é sobre o abuso de esteroides entre os adolescentes. Esteroides são muito usados entre os fisiculturistas que estão dispostos a sacrificar seus corpos para serem grandes e bem definidos. Verdade, você pode ser o maior e mais forte, mas a qual custo? A primeira coisa que você provavelmente iria se preocupar seriam seus testículos. Seus testículos diminuem devido ao abuso de esteroides. Os esteroides também causam vários problemas aos órgãos, e podem até levar à morte. O ponto principal: jovens e adultos devem ficar longe dos esteroides.
O segundo tema é o mito da musculação atrapalhando o crescimento. Não foram demonstrados estudos que mostrassem que exercícios de fortalecimento muscular atrapalhassem o crescimento. Mas, como acontece com qualquer programa de exercícios, se você os fizer em alta intensidade e cedo demais, os problemas físicos podem ocorrer, não importa a idade da pessoa praticando os exercícios. Os aspectos mais importantes quando dando um treinamento de musculação para uma criança são a supervisão, técnica dos exercícios, pesos leves e repetições altas na faixa de 12, 15 e até 20 repetições. Como um adolescente, é possível gradualmente progredir para pesos mais pesados ​​com menos repetições, cerca de 10 por sequência.
Supervisão é fundamental. O risco de lesão é real, mas é inversamente proporcional à técnica adequada e supervisão. Lesões de levantamento de peso relatadas em crianças variam de fraturas, distensões, e hérnias de discos a luxações e até problemas cardíacos. A grande maioria dessas lesões ocorrem em crianças que fazem musculação por conta própria, sem supervisão. Para crianças saudáveis ​​que são ensinadas a forma dos exercícios por treinadores qualificados ou terapeutas e que trabalham em um ambiente supervisionado, o risco de lesão é muito baixo e o potencial de benefícios é grande.
Fonte: saúde melhor

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Caimbra- Quais os alimentos que ajudam a diminuir?

As câimbras musculares ocorrem por uma variedade de razões, mas os alimentos oferecem soluções para esses problemas. A falta de fluidos, problemas de circulação sanguínea, músculos tensos ou deficiências em certos nutrientes podem levar a cãibras musculares. Comer os alimentos certos com minerais essenciais pode afastar as câimbras musculares ou espasmos. E nós reunimos os melhores alimentos para prevenir ou aliviar os problemas de cãimbras..


Bananas são um alimento que cura câimbras

As bananas fornecem potássio para o seu corpo, o que aumenta a função muscular e protege o sistema nervoso. Você também pode obter potássio através de melões e frutas cítricas. As batatas doces também oferecem uma dose saudável de potássio. Embora os adultos precisem de cerca de 4.700 miligramas de potássio por dia, muitos alimentos que as pessoas comem todos os dias tem o mineral. Tomar suplementos de potássio pode exceder a dose recomendada, de modo que consumir alimentos é mais saudável.

Alimentos para evitar câimbras: aipo

O aipo é uma boa fonte de sódio, que mantém o equilíbrio de fluido normal no corpo. O sódio também ajuda na contração muscular e na geração de impulsos nervosos. O corpo geralmente puxa nutrientes do corpo, incluindo sal, após um exercício ou atividade vigorosa. O desejo é comer alimentos salgados, como bolachas para obter o necessário. Porém, o aipo dá ao corpo uma quantidade natural de nutrientes.
Fonte: saúde melhor
Link:http://câimbras

Cloreto de magnésio e seus benefícios para a saúde!

Benefícios do cloreto magnésio para a saúde: sistema imunológico


Magnésio ajuda a alimentar, nutrir e estimular o sistema imunológico. O sistema imunológico é uma grande parte da sua saúde e essencial para te manter saudável e lutar contra a doença que você quiser que o seu sistema imunológico seja capaz de atacar.

Benefícios do cloreto de magnésio para os músculos

Magnésio ajuda o corpo a absorver o cálcio de maneira mais eficiente. Isso ajuda a acalmar os músculos quando eles estão doloridos e quando eles estão sendo usados.

Magnésio para a prevenção da osteoporose

Como o magnésio ajuda na absorção de cálcio, é importante ter bastante magnésio para que você possa absorver o cálcio suficiente para os seus ossos, caso contrário, seus ossos, músculos, e sua saúde podem ser prejudicados.
Fonte: Saúde Melhor

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Inverno- Quais alimentos que podem ajudar a emagrecer nesta época do ano?


Esta pode ser a época do ano em que normalmente você exclui as atividades físicas e acaba exagerando na comida.
Mas o clima frio não tem que ser assim, você deve continuar com uma alimentação e rotina saudável nessa época também, pois estes além de trazerem vários benefícios podem te ajudar na perda de peso que ganhamos no inverno.
Há uma abundância de alimentos deliciosos que podem ser consumidos no inverno e não causam obesidade.


Aqui estão 7 alimentos de perda de peso para adicionar ao seu cardápio nessa estação.

1. Romãs
Você pode ter dificuldade em encontrar cestas de frutas durante os meses frios de inverno... Exceto se for a romã.
Na estação do final do outono até o meio do inverno, as sementes vermelhas são fáceis de encontrar, elas são joias doces e com baixo teor de calorias, o que é ótimo, pois além de acabarem com o desejo por doces, não te proporciona muitas calorias.
Elas são ricas em fibras e mantem sua barriga cheia e seu açúcar no sangue estável também. Meia xícara de sementes de romã representa quase 15% da fibra que você precisa em um dia.

2. Hortelã
Isso pode não estar crescendo muito no seu jardim nesta época do ano. Mas as folhas frescas ainda são fáceis de encontrar na mercearia, e o sabor irá cair bem nesse inverno.
O melhor de tudo tem um cheiro muito bom e pode tornar mais fáceis perder os quilos.
Os indivíduos que cheiravam a hortelã a cada 2 horas por 5 dias comiam 1.800 calorias menos ao longo de uma semana do que quando cheiravam um cheiro de placebo, isso foi encontrado um estudo da Wheeling Jesuit University .
(Além disso, é ótimo para se desintoxicar depois de comer comidas sem qualidade.)

3. Toranja
Coma alguns no café da manhã em vez desses morangos pálidos e espinhosos. A toranja está na sua melhor época no inverno e ajuda na perda de peso rápida.
Quando os adultos obesos comeram metade da toranja antes das refeições durante 12 semanas, perderam uma média de 7% do peso corporal, encontrado em uma pesquisa publicada em Nutrição e Metabolismo.
Além de ser alta em água, a toranja é uma das principais fontes de vitamina C, que os especialistas suspeitam que possa aumentar a queima de gordura durante o exercício.

4. Aveia
Sua vitamina usual da manhã pode parecer muito desagradável, uma vez que você tem que colocar somente alimentos com sabor ruim. Então o troque por uma tigela de farinha de aveia quente. O sabor irá te surpreender.
Um copo de aveia cozida entrega 4.5 gramas de fibra, o que pode ajudar a manter a fome longe por horas.
Quando os participantes comeram aveia no café da manhã, eles comeram até 50% menos no almoço, em comparação com aqueles que comeram cereais, segunda um estudo da Columbia University.

5. Cevada
Como a aveia, a cevada é um grão integral caloroso e aquecedor que é carregado com fibra (Você obterá 6 g por xícara de cevada cozida).
Especificamente, ele tem um tipo de fibra solúvel chamada beta-glucanos, que os pesquisadores sugerem poder ser particularmente potentes para manter o nível de açúcar no sangue e os níveis de insulina equilibrados.
Isso pode acabar com os desejos de bolachas de chocolate!
Cozinhe com leite e frutas como mingau para o café da manhã, ou jogue cevada morna com feijões e vegetais para uma satisfatória salada de inverno.

6. Pimenta-caiena
Adicione uma colher extra de pimenta ao feijão que você faz sem parar nesta época do ano. Pimenta - caiena contém capsaicina, um fito químico que pode dar ao seu metabolismo um pequeno impulso.
Como assim? A capsaicina pode ativar receptores que estimulam a gordura marrom, criando a capacidade de queima de calorias do seu corpo, de acordo com os estudos publicados na revista Open Heart.

7. Ervilhas
Claro, você poderia fazer uma grande panela de ervilha durante o verão. Mas as possibilidades de conseguir no inverno diminuem, mas nos mercados você deve encontrar estoques.
E quando você faz, prepare-se para se livrar dos desejos durante o dia. Com 16 g de fibra por xícara de ervilhas cozidas, você vai se sentir cheio por um longo tempo.

Viu, muitos alimentos gostosos podem te ajudar na luta para ficar mais magro!
Coloque em prática e varie seu cardápio com estas sugestões!

Fonte: Colaboradora Rosi Feliciano

domingo, 20 de agosto de 2017

5 aplicativos de mindfulness para ajudar no dia a dia a diminuir ansiedade e estresse!

Aplicativos de mindfulness estão na moda. Atualmente, existem muitas opções tanto para essa prática quanto para meditação, que prometem ajudá-lo a combater a ansiedade, a dormir melhor e a aperfeiçoar o seu foco, entre outros benefícios.
A publicação "Mindful Magazine", especializada em mindfulness, selecionou os aplicativos mais populares, didáticos e fáceis de utilizar para ajudá-lo nessa atividade. Todos são gratuitos e estão disponíveis nos sistemas iOS e Android.

1) Insight Timer

É um dos aplicativos gratuitos mais populares de meditação que existe e é fácil descobrir a razão. O app apresenta mais de 4.000 meditações guiadas, com mais de 1.000 professores, separados em categorias como natureza e estresse, além de podcasts. Se preferir uma meditação mais silenciosa, é possível ligar um timer e meditar ouvindo sinos ou outros sons relaxantes.

O aplicativo traz o conceito de comunidade. A tela de início anuncia quantas pessoas cadastradas na ferramenta estão meditando naquele momento. Ao terminar sua meditação, você descobrirá quantas pessoas meditaram so mesmo tempo. Ao colocar sua localização, é possível ver quantos estão nas proximidades e o que estão ouvindo.

Apesar de possuir muitos participantes, o Insight Timer não mostra a lista de professores. O aplicativo também não recomenda sequências passo a passo de meditações para seguir. Traz, na verdade, um grande leque de opções para você escolher.
2) Aura

É um aplicativo com uma simples premissa: diariamente, você recebe uma meditação nova, personalizada e que dura três minutos. A mesma meditação nunca é repetida e, de acordo com o cofundador do aplicativo Daniel Lee, os professores constantemente registram novas opções.

Para personalizar a experiência, o Aura primeiro pergunta sua idade e o quão estressado, otimista e interessado em mindfulness você é. A meditação diária que aparece depende do seu humor: se você está se sentindo bem, o aplicativo pode sugerir a opção “seu coração brilhante”; se selecionar "estressado", poderá receber a sequência “você tem o poder.” É possível ainda salvar as meditações preferidas para escutá-las mais tarde. 

O Aura pretende ajudar a combater o estresse, a ansiedade e a depressão. Se uma meditação mais curta não for o suficiente, você também pode ouvir sons relaxantes ou tentar a ferramenta “Mindful Breather”, na qual sincroniza sua respiração a um círculo que lentamente se expande e contrai, o que é surpreendentemente eficaz. A tela inicial encoraja você a anotar coisas pelas quais você é grato, outra ferramenta para o seu bem-estar.
3) Omvana

Compacto, o Omvana é um belo aplicativo de meditação. Seu acervo contém milhares de meditações, com mais de 70 gratuitas.

De acordo com o cofundador Vishen Lakhiani, cerca de 50.000 pessoas ao redor do mundo praticam a popular “meditação de 6 fases” toda manhã, recomendada para praticantes intermediários. Iniciantes são encorajados a começar com uma sessão de oito minutos no primeiro dia. A “meditação de 6 fases” guia o usuário por meio de diferentes práticas, ao longo de 20 minutos.

Quando você baixa o Omvana, tem acesso a pelo menos 10 meditações. Para conseguir outras, é necessário navegar pela loja. 

Como o Insight Timer, o Omvana é mais uma caixa de surpresas do que uma experiência de aprendizado guiado. Grande parte do acervo não impõe limites para o usuário que procura sessões gratuitas. Se você busca uma meditação sólida para suas manhãs ou está sobrecarregado por todas as opções do Insight Timer, talvez você goste dessa ferramenta.
4) Stop, Breathe & Think

Se outros aplicativos de meditação esperam que você se dedique à prática, o Stop, Breathe & Think quer ajudar a, em primeiro lugar, na familiarização com o mindfulness. A sessão “Aprenda a meditar” explica o que é a prática, quais são seus benefícios e o que esperar quando inicia a primeira trilha. O app até aborda um pouco da neurociência do mindfulness e da psicologia do estresse, caso você duvide de sua eficácia. 

Stop, Breathe & Think apresenta cerca de 30 sessões gratuitas, muitas das quais aparecem em tamanhos e vozes diferentes. A maioria é curta, com cerca de 10 minutos, e você pode escolher trabalhar determinados temas como “respirar”, “conectar-se com seu corpo” ou “ser gentil”. Também é possível simplesmente estabelecer um timer para a meditação e encontrar calma em meio ao silêncio ou a sons relaxantes da floresta.

Uma página de progresso registra quantos dias consecutivos você meditou e suas emoções, que você pode gravar antes e depois de cada meditação. O aplicativo é ideal para pessoas que precisam de mais estrutura e motivação para iniciar o hábito da meditação.
5) Calm

Desde o momento em que você abre o aplicativo, já pode se sentir mais tranquilo. Sons relaxantes, como o barulho de chuva, tocam automaticamente ao fundo, mas você também pode escolher ser recepcionado com o estalar do fogo de uma lareira ou o som de grilos.

O relaxamento continua com as meditações gratuitas do aplicativo. Ele oferece uma seleção menor do que os outros apps mencionados desta seleção, são 16 no total, que variam de 3 a 30 minutos. Você pode começar com o módulo 7 Dias. Além disso, como muitos outros aplicativos, você pode programar um timer para uma meditação silenciosa ou com o som de sinos intermitentes. Para relaxamentos no período da noite, o app apresenta quatro “sleep stories” gratuitas, sobre vários assuntos.

Algumas das sessões mais interessantes são indisponíveis para quem não se cadastrar na plataforma.
Fonte:MSN

Quibe de Abóbora

Ótima receita para vegetarianos!

Ingredientes
2 xícaras de chá de trigo para quibe
1 ovo
1 pitada de bahar (ou pimenta síria se preferir)
2 colheres de sopa de hortelã picada
2 colheres de sopa de cebola picada
1/2 xícara de chá de abóbora cozida e amassada com o garfo
1/2 xícara de chá de ricota
1 xícara de chá de rúcula picada
raspa de Laranja a gosto
sal a gusto
Modo de Fazer
De início, coloque o trigo de molho em água fria por cerca de 2 horas. Com os outros ingredientes, menos a ricota e rúcula, escorra-os e misture-os, deixando reservados
Em seguida, misture a rúcula e a ricota e tempere com sal a gosto, este será o recheio
Unte um refratário e o forre no fundo com a metade da massa. Depois, coloque o recheio e o cubra com o restante da massa
Ao final, leve o refratária ao forno médio (170 °C a 190 °C), preaquecido, até que comece a dourar. Está pronto!
Fonte:MSN
Link:http://quibe

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Você quer ser magro?

Olá!

Venho hoje aqui para passar algumas mensagens encorajadoras para seu novo projeto:

" SER MAGRA(O)"!


O que acha?

Pense nas vantagens de SER MAGRA(O):

- Mais saúde
- Menos dores articulares
- Vai poder comprar qualquer roupa em qualquer loja e vai ficar feliz por isto!
- Economizará muito pois vai comer menos e comprar roupas mais baratas, pois roupas com números menores são mais fáceis de serem encontradas e terem mais promoções. Já pensou nisto?
- Ficará mais bem humorado e com isto seu relacionamento com todos em sua volta será bem melhor!
- Sua auto estima vai lá no céu! Mais confiante, mais bonito (a) e mais atraente!Uhuuu!
- Poderá praticar a maioria dos exercícios que quiser.
- Seus exames laboratoriais ficarão excelentes!
- Se toma remédios com frequência, com certeza vão diminuir ou parar com eles.
- Sua digestão será melhor.
- Se tiver refluxo, com certeza diminuirá ou sumirá!
- Vai roncar menos!
- A qualidade de seu sono será bem melhor.
- Se tem filhos pequenos, terá mais disposição para brincar com eles.
- Sua resistência e imunidade vão melhorar.

Ainda tem alguma dúvida do que se transformará a sua vida?

Então , procure uma nutricionista e comece já seu novo plano de saúde!

Boa sorte!

Patrícia Mendes
Nutricionista



terça-feira, 15 de agosto de 2017

Como alguns alimentos e temperos podem ajudar na artrose!

As doenças degenerativas das articulações chegam a acometer 40% da população adulta acima dos 60 anos. Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, sua importância pode ser demonstrada com dados fornecidos pela Previdência Social - o problema é responsável por 7,5% dos casos de afastamento do trabalho, a segunda causa de auxílio-doença e a quarta a determinar a aposentadoria.
Conhecida também por osteoartrose, artrose ou doença articular degenerativa, a osteoartrite é hoje a doença articular mais frequente nos idosos. Caracteriza-se pelo desgaste da cartilagem articular e pode atingir qualquer articulação do corpo, com destaque para os joelhos, os quadris, a coluna e as mãos, representando de 30 a 40% das consultas em ambulatórios de ortopedia e reumatologia.
"Notamos um aumento no número de pacientes com problemas articulares, o que pode levar à incapacitação do indivíduo. Problemas nas articulações limitam os movimentos e geram dor, o que prejudica as atividades físicas e sociais e diminui a qualidade de vida", explica Gustavo Constantino de Campos, doutor em ortopedia. "O tratamento de uma doença reumática varia conforme sua classificação. No entanto, um ponto comum é a utilização de anti-inflamatórios como medicação de primeira linha", explica a reumatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Elisa Terezinha Hacbarth Freire.
Tratamento pode ser encontrado na natureza


Alguns alimentos, como a cúrcuma, o gengibre, a chia, as frutas cítricas e as frutas vermelhas, além do ômega 3, têm a capacidade de controlar o nível inflamatório no corpo e aliviar as dores crônicas causadas pela artrite e artrose. Esses alimentos possuem compostos que ajudam a controlar o processo anti-inflamatório e melhorar a resistência, podendo ser usados tanto para a prevenção, quanto para o tratamento.
 
"Alguns compostos ajudam a melhorar a absorção dos medicamentos usados para o tratamento e a qualidade de vida", explica a nutricionista clínica Cacilda de Bortole Ribeiro. A dona de casa Sonia Regina Harumi Katsuta tem artrite e faz acompanhamento com um reumatologista. "A partir de agora, vou incluir todos esses alimentos no cardápio", garante. 

Suco verde com gengibre e banana
Ingredientes:
:: 1 folha de coube com o talo
:: 1 banana prata
:: Folhas de hortelã
:: 2 fatias de gengibre
:: 200ml de águadecoco
:: Mel a gosto
Preparo:
:: Bata tudo no liquidificador e tome imediatamente

Condimento anti-inflamatório
Ingredientes:
:: 1 colher (sopa) de gengibre em pó
:: 2 colheres (sopa) de cúrcuma ou açafrão em pó
:: 2 colheres (sopa) de gergelim torrado
Preparo:
:: Bata tudo no liquidificador e guarde em um recipiente de vidro.

CURA NA MESA

Cúrcuma
:: Porque faz bem: graças ao ativo curcumina, pode ajudar na dor da osteoartrite e melhorar a mobilidade
:: Como obter resultado: na raiz fresca, corte em fatias e refogue com arroz e vegetais. Em pó, adicione em sopas e saladas. Em temperos, faça sua própria combinação, usando a cúrcuma com cominho e coentro, por exemplo

Sementes de chia
:: Porque faz bem: boa fonte de ômega 3 (maior do que da linhaça e do salmão), ajuda a controlar a saciedade e é fonte de fibras, cálcio, magnésio, entre outros nutrientes
:: Como obter resultado: na forma de sementes, óleo e farinha. Adicione em saladas, sucos, sopas e mingaus

Sardinha
:: Porque faz bem: o óleo diminui processos inflamatórios e é excelente fonte de vitamina B12 e vitamina D, cálcio, entre outros nutrientes
:: Como obter resultado: na forma enlatada. Adicione em saladas e sanduíches 

Manjerona e orégano
:: Porque faz bem: possuem um composto (carvacrol) capaz de controlar o sistema imunológico, podendo ajudar a prevenir inflamações e proteger contra a artrite.
:: Como obter melhor resultado: frescas ou secas, incorporandoas em molhos de tomate, cobertura de pizza ou em folhas frescas em saladas

Gengibre
:: Porque faz bem: possui compostos anti-inflamatórios, bom para o sistema imunológico e tratamento de artrite
:: Como obter resultado: na raiz fresca, corte em fatias e adicione em vegetais refogados. No chá, ferva a raiz e adicione mel e limão. Em pó, polvilhe sobre frutas frescas ou batido com iogurte

Frutas vermelhas, frutas cítricas e brócolis
:: Porque faz bem: romã, melancia, morango e goiaba são alimentos com uma substância rica em propriedades anti-inflamatórias chamada antocianina. Já as frutas cítricas e o brócolis, pela presença da vitamina C
:: Como obter resultado: consumir frutas in natura ou em suco, e o brócolis, cozido

Cranberries
:: Porque faz bem: possui muitos antioxidantes. Pode nos proteger contra infecções urinárias e as que causam úlceras estomacais 
:: Como obter resultado: são muito ácidas, então, faça um mix com frutas secas. 
Fonte: Diário da região

O que são alimentos orgânicos?


“É aquele produzido sem o uso de agrotóxicos, adubos químicos sintéticos, sementes transgênicas e drogas veterinárias”, define a nutricionista Elaine de Azevedo, da UFGD. Já os itens processados não recebem aditivos químicos nem irradiação.

De olho no placar

Quantidade de nutrientes
Nesse quesito não são esperadas grandes variações.
Segurança alimentar
Vegetais orgânicos são cultivados sem agrotóxicos nem adubos químicos sintéticos. Por isso, são mais confiáveis.
Fitoquímicos
A ausência de pesticidas leva a uma maior formação desses compostos com ação antioxidante nos orgânicos.
Preço e disponibilidade
Os alimentos orgânicos ainda são mais caros do que os tradicionais. Além disso, não se encontram em todos os supermercados.
Preservação do meio ambiente
Os agrotóxicos contribuem para a contaminação do solo, da água e do ar.

Hora da limpeza

É fundamental higienizar os alimentos antes do consumo. Especialmente se eles receberam agrotóxicos durante o cultivo
1. Água neles!
Comece lavando muito bem os vegetais em água corrente. Depois, deixe-os de molho por cerca de 30 minutos. Não há necessidade de recorrer à água sanitária ou às soluções com cloro nessa etapa.
2. Casca dura
Misture gotas de detergente neutro à água para esfregar itens de casca grossa, a exemplo de laranja, melão e abacate. É só passar o líquido no fruto com uma esponja macia.
3. Atenção às folhas
Antes de dar um banho nelas, livre-se das mais externas. Como elas ficam em contato direto com o solo, concentram uma quantidade maior de agrotóxicos.
Fonte: Bem estar