domingo, 23 de abril de 2017

10 sinais de que o seu intestino precisa de outra alimentação

Ter uma boa saúde intestinal é meio caminho andado não só para se conseguir manter um peso saudável, como também para melhorar a qualidade do sono e a saúde de uma forma geral.

Quando o intestino não funciona como deveria, o corpo não tarda a emitir os primeiros sinais de alerta, que devem ser avaliados por um especialista a e estudados tendo em conta o tipo e alimentação que a pessoa tem.
A dieta é, de fato, um dos fatores que mais interfere na boa saúde intestinal e que tanto pode funcionar como tratamento de uma doença, como ser mesmo a causa de uma infinidade de patologias. Na prática, ter uma alimentação 'amiga' dos intestinos – isto é, rica em fibra, à base de alimentos vegetais e no seu estado natural e que exclua todo o tipo de produtos processados, bebidas alcoólicas e açucaradas – ajuda a microbiota intestinal a se manter saudável. 
 Existem 10 sinais de que o seu intestino precisa mesmo de outro tipo de alimentação.
1 – Peso a mais e dificuldade em perdê-lo. A incapacidade de perder peso é um dos casos mais claros de que os alimentos têm um impacto diferente de pessoa para pessoa e tudo por culpa da flora intestinal, que varia de organismo para organismo e que atua perante os alimentos de uma forma diversa. Contudo, apostar nos melhores alimentos para o intestino ajuda no processo de emagrecimento.
2 – Ter pré-diabetes ou diabetes tipo 2. Ter uma alimentação rica em fibra e isenta de alimentos processados e com açúcar ajuda a tratar da saúde dos intestinos e reverter alguns dos problemas de saúde mais comuns, como o diabetes.
3 – Ter acne crônica. De acordo com a especialista, a incapacidade de dizer adeus de vez à acne deve-se, em muito, à má alimentação e ao impacto que isso tem na saúde intestinal, que fica ainda à mercê dos remédios usados para combater este problema cutâneo.
4 – Sentir-se triste e/ou irritado. Por ser o ‘segundo cérebro’, os intestinos estão diretamente ligados ao cérebro e não faltam estudos que comprovam que as bactérias intestinais interferem e muito com o humor.
5 – Sofrer de inchaço abdominal recorrente. Comer alimentos processados, com açúcar, ricos em sal e gorduras não só promove o ganho de peso como interfere na saúde intestinal e, por isso, contribui para o inchaço abdominal.
6 – Sofrer de prisão de ventre crônica. Este é mais um dos casos de que a má alimentação interfere na flora intestinal e causa danos à saúde, sendo o mais recorrente a prisão de ventre.
7 – Dor nas articulações. À primeira vista, uma dor no joelho em nada tem a ver com os intestinos, mas a verdade é que este tipo de dor está muito associado ao sistema imunológico, que depende em cerca de 80% da boa saúde intestinal.
8 – Ataques de asma frequentes. Segundo a especialista, as boas bactérias intestinais (que podem ser ‘cultivadas’ com a ingestão de probióticos, por exemplo) previnem os ataques de asma.
9 – Má qualidade de sono. Por interferir no sistema imunológico, os intestinos interferem também no ritmo circadiano. O sono acaba por ser menos regular e ter menos qualidade, tudo por culpa dos alimentos ingeridos.
10 – Esquecimentos frequentes. Um recente estudo sugere que a boa saúde intestinal é capaz de prevenir o aparecimento ou agravamento do Alzheimer.
Evite a Diverticulite!


O e-book: Sucesso na Prevenção e Controle da Diverticulite, é o único guia completo para você entender o que é, causas, como surgem, sintomas, prevenção e controle da Diverticulite de uma forma simples, através da correção de hábitos alimentares,  incluindo sugestões de cardápios.

Aproveite também o livro bônus com 10 receitas funcionais deliciosas que você receberá junto com a compra deste livro.



PATRÍCIA BRIGAGÃO MENDES

Clique no link abaixo e adquira já seu exemplar e ganhe um livro bônus de receitas:

Nenhum comentário:

Postar um comentário