quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Como lidar com pessoas que sabotam sua dieta

Se você já passou por um processo de perda de peso, é provável que tenha ouvido comentários pouco encorajadores como “Mas você só vai comer isso?” ou “Você não sente fome o dia inteiro”?. A forma como o círculo social em que vivemos interfere de forma negativa, consciente ou inconscientemente, na luta daqueles que estão tentando emagrecer é justamente o foco de um novo estudo da Universidade do Estado da Carolina do Norte, nos Estador Unidos.
Na pesquisa, todos os voluntários (21 mulheres e 19 homens) que perderam quantidades significativas de peso (cerca de 35 kg) relataram conviver com alguns indivíduos que tentavam sabotar seus esforços e resultados.

“Muitas vezes, quando alguém perde peso, os esforços dessa pessoa são minimizados por amigos, familiares ou colegas de trabalho, que fazem observações sarcásticas sobre hábitos alimentares saudáveis ou dizem que eles vão ganhar todo o peso de volta”, explicou Lynsey Romo, professora da universidade e principal autora de um artigo que descreve o estudo.
No experimento, também foram examinadas as estratégias dos participantes para evitar o desconforto causado pelos ataques negativos e introduzir o processo de emagrecimento de modo mais confortável em seus círculos sociais. Os voluntários usaram as seguintes táticas para manter seus esforços de perda de peso:
  • Dizer às pessoas de antemão sobre a vontade de emagrecer, explicando as razões pelas quais queriam fazer isso.
  • Explicar que eles não esperavam que amigos e familiares adotassem hábitos alimentares semelhantes. (Eles diziam “Vou pegar uma salada, mas você pode pedir o hambúrguer ou o que você quiser.”)
  • Comer os mesmos alimentos do restante do grupo social nos “dias de lixo” (naqueles em que estavam liberados para sair da dieta).
  • Ingerir alimentos não-saudáveis nas saídas em grupo, mas em porções menores.
  • Aceitar alimentos, mas não comê-los (Por exemplo, receber um pedaço de bolo de aniversário de um colega do trabalho, mas depois se desfazer dele).
  • Deixar claro que não julgam os outros por seus hábitos alimentares.
  • Descrever sua motivação perda de peso como algo relacionado à saúde, a ter mais energia ou estar treinando para uma corrida.
  • Evitar situações sociais envolvendo comida.
  • Sugerir passeios para socializar em vez de jantares e reuniões com comida.
  • Recusar convites para sair para comer porque “não estavam com fome.”
  • Alegar alergias alimentares quando não queriam comer algum alimento.
Alguns participantes ainda falavam de forma assertiva quando pressionados por pessoas de seu círculo social, dizendo, por exemplo: “Está é uma decisão minha”. Outros também escolheram sair apenas com os amigos mais solidários e que entendiam melhor suas decisões.
“Em geral, o estudo destacou como as relações são importantes para fazer mudanças de estilo de vida efetivas – e a importância da comunicação para conduzir esses relacionamentos“, concluiu Linsey.
Fonte: Boa Forma

Nenhum comentário:

Postar um comentário