quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Como evitar a prisão de ventre!

Sabe-se o quanto é sofrido quando ficamos com aquela sensação de inchaço e mal-estar após as refeições, não é mesmo? Todo esse desconforto é causado quando nosso intestino não está funcionando às mil maravilhas, sendo um sinal de que algo não está muito certo por ali.
Mas não desanime, porque a solução é mais simples do que você imagina! Já pensou em rever seus hábitos alimentares? Como sempre, a alimentação vai muito mais além do que apenas saciar a nossa fome – ela também é essencial para garantir a saúde do organismo e para que nosso corpo exerça suas atividades com extrema eficácia. Dessa forma, a solução se encontra nos alimentos certos (principalmente os que contém muita fibra).
Aposte em alimentos ricos em fibras para garantir um bom fluxo intestinal.

carência de fibras pode resultar em “intestino preso“. As fibras possuem a função de normalizar o funcionamento do intestino, auxiliando principalmente na composição do bolo fecal. Isso porque ela é insolúvel (não pode ser dissolvida), contribuindo, assim, para que o que você ingeriu seja devidamente processado – que os nutrientes necessários para o organismo sejam absorvidos, e os desnecessários ou em excesso (como glicose ou colesterol), sejam eliminados. Dessa forma, a fibra possui uma função e tanto por ajudar no fluxo intestinal, além de ser um grande aliado na prevenção do câncer.
Sendo assim, vem conferir alguns alimentos que você pode adotar no seu dia a dia para você comer sem culpa e sem preocupação com o momento da pós refeição.
– Mamão: deliciosa, saudável e docinho, você pode incluir o mamão logo na primeira refeição do dia – o café da manhã. Essa fruta pode vir a ser sua grande amiga por conter a papaína, enzima que auxilia na digestão das proteínas, tornando a absorção de nutrientes mais eficaz e, portanto, melhorando o fluxo intestinal e te livrando da sensação de intestino preso. Aposte também em frutas como pera, abacate e abacaxi.
– Nozes, castanhas e amêndoas: que tal apostar naquele mix de sementes, grãos e cereais? Esses alimentos são ricos em fibras, auxiliando a ação do intestino na produção do bolo fecal; e gordura boa, auxiliando na mucosa intestinal. Porém, fica a dica para sempre comer com moderação, pois elas são benéficas, mas altamente calóricas.
– Brócolis: agora não tem mais desculpas para não querer comer brócolis! Ele não só é rico em fibras e nutrientes, como baixa caloria, vitamina C e antioxidantes que auxiliam no tratamento da pele. Nossa dica é você dar preferência para ingeri-lo cru, pois dessa forma suas propriedades serão mantidas. Invista também em saladas variadas com tomate, couve-flor, alface, couve, cenoura, milho, dentre tantos outros legumes e verduras.
– Feijão: feijão, ervilha, lentilha… Tem leguminosas para todos os gostos! A quantidade de fibras presentes nesses alimentos permite que o seu intestino trabalhe de uma forma mais aprimorada, contribuindo para o fluxo intestinal. Além disso, ele pode complementar seus pratos em saladas, massas, caldos e sopas.
– Ameixa: exercendo a função de laxante natural, a ameixa pode ser uma ótima opção para ser inclusa no seu cardápio por conter uma grande quantidade de fibras, retirando a sensação de intestino preso. Para ter um resultado ainda melhor, dê preferência as ameixas secas. Você também pode variar apostando em frutas secas como passas, tâmaras e damascos.
– Kiwi: o kiwi, além de ser uma simpática fruta que é a cara do verão, também contém fibras naturais que ajudam no processo intestinal e te livram daquela sensação de inchaço. Para isso, recomenda-se consumir dois kiwis por dia.
– Frutas vermelhas: morangos, amoras, framboesas e frutas vermelhas em geral estão liberadas na luta por um intestino regular. Isso se deve pelo fato de terem muitas fibras em sua composição e compostos antioxidantes que ajudam no funcionamento intestinal. Além de gostosas, elas são super versáteis por caírem bem em diversos pratos, seja pura, seja nas sobremesas, em vitaminas ou até mesmo pratos salgados.
– Pipoca: é isso mesmo, produção? Pipoca? Sim! Deixamos o melhor para o final. Pelo fato de ser um grão integral rico em fibras e baixa caloria, ele é recomendável para auxiliar no desempenho do seu intestino. Porém, o preço que se paga por isso é não abusar do sal e nem da manteiga, ok?
Fonte:MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário