sábado, 10 de dezembro de 2016

O Vinho é Símbolo do Natal


8 Principais Benefícios do Vinho e Como Escolher o Vinho Certo? 



Natal é tempo de amor e esperança. A parte mais importante dessa data é lembrar o nascimento de Cristo, sua importância.
É o momento de juntar toda a família para confraternizar na Santa Ceia de Natal que ocorre na virada do dia 24 para o dia 25 de dezembro.
O vinho é um dos alimentos típicos que representa o Natal. 
O vinho esteve na história de Cristo, simbolizado pelo alimento que Jesus usou na santa ceia junto com o pão. O vinho também fez parte do milagre em que Jesus transformou água em vinho.

Como escolher o vinho no natal?
vinho ideal para seu natal depende da refeição que vai acompanhar. 
São vários fatores a considerar: marca, ano, tradução, tipo da uva por isso o importante é ler bem o rotulo.
Alguns estudos afirmam que os vinhos devem ser combinados com os tipos de carnes. 
O vinho tinto é melhor acompanhado com a carne vermelha e o vinho branco com carnes brancas. 
Vinhos muito doces sempre tem açúcar, prefira os vinhos sem açúcar e confirme lendo o rótulo da garrafa.
Na média os vinhos sem adição de açúcar tem 60kcal a cada 100ml e são saudáveis consumindo apenas um taça por dia

Os Benefícios do Vinho para Saúde

Você se sente culpado por ter um copo de vinho com você de vez em quando no jantar? 
Este artigo não é um convite para beber, é claro, porque como você sabe o álcool é uma substância tóxica, por isso é prejudicial à saúde. 
Mas moderação, especialmente neste caso, além do prazer de um bom acompanhante para um assado fumegante, traz benefícios para a sua saúde. 
Listamos oito razões para você continuar bebendo sem se sentir culpado, desde que seja feito com moderação. E lembre-se: nunca com o estômago vazio.

 1. O vinho te torna mais atraente:

Beber um copo de vinho te torna mais atraente! 
De acordo com um estudo publicado sobre o álcool e alcoolismo, os pesquisadores dizem que baixas doses de álcool traz benefícios do vinho para a pele deixando-a mais macia e brilhosa.

2. É bom para o coração:

Que o vinho é bom para o coração não é algo novo. 
No entanto, novos estudos mostram algo interessante também para as mulheres. 
Em um teste com 3mil indivíduos de diferentes etnias, pois, antes era apenas a população masculina branca. 
Confirmaram que os polifenóis presentes no vinho pode reduzir o risco de doença cardíaca.

3. O vinho ajuda a manter os músculos:

Pesquisadores franceses descobriram que o resveratrol, um componente do vinho, que é pensado para reduzir os níveis de colesterol mau e a proteger o revestimento dos vasos sanguíneos do coração. 
Podem ajudar a preservar a massa muscular em astronautas.
Por quê astronautas? Os astronautas nas missões em gravidade zero experimentam muitos problemas na saúde muscular. 
Pesquisa em ratos tem mostrado que aqueles que receberam doses de resveratrol não perderam densidade muscular e óssea, em um período de forçada inatividade completa.

4. O vinho reduz o stress:
Todos os tipos de álcool são ajudam o sistema nervoso central, o que significa que o vinho desencadeia na atividade cerebral, um efeito calmante. Reduzindo o stress.

5. Um copo de vinho pode prevenir perda de memória:
Em um estudo, os voluntários que tomam suplementos de resveratrol por seis meses, tiveram uma melhora maior na memória de curto prazo do que os voluntários que tomaram placebo. 

6. Vinho queima gordura:
Um produto químico encontrado em uvas noz-moscada, uma variedade de vinho tinto. 
Pode retardar o crescimento das células de gordura e melhorar a função hepática em pessoas que estão acima do peso, de acordo com um estudo recente nos EUA. Infelizmente, beber uma garrafa de vinho por dia não vai fazer você perder peso.

7. O vinho reduz a cárie dentária:
Você leu direito. Apesar do valor de açúcar da uva ser alto um estudo revela que tanto o extrato de semente e o próprio vinho, são uma ajuda a sua cavidade oral, de acordo com as doses, ajuda a livrar os dentes de bactérias que causam a placa.

8. O vinho reduz o risco de câncer de mama:
Um estudo norte-americano descobriu que o vinho tinto, quando tomado com moderação, pode ajudar a reduzir o risco de câncer de mama. Um feito significativo porque contrasta com a velha crença de que qualquer tipo de álcool, também tomado com moderação, aumenta o câncer. 
Enquanto o álcool é conhecido por aumentar os níveis de estrogênio (isto é, aumenta o risco de câncer), os pesquisadores descobriram que o vinho tinto (não branco) diminuiu ligeiramente os níveis. Este é, portanto, uma boa notícia.

Conclusão:
Lembre-se que este artigo não é um convite para beber, porque o álcool é uma causa de muitos problemas de saúde muito graves. 
O álcool em uma idade jovem é um mal social a ser contido, então este artigo é voltado para aqueles que já são adultos e não querem desistir de um prazer de vida que pode dar um copo de vinho tinto na mesa, em companhia de boa comida.

Fonte: Colaboradora Rosi Feliciano


Melancia é boa para baixar a pressão e hidratar

Além de ter muita água, a fruta é rica em uma substância chamada citrulina, responsável por relaxar as artérias.



Aquosa, a melancia já serviu para matar a sede de muitos aventureiros em travessias pelos desertos da África, continente que é seu berço. Realmente ela hidrata, afinal são cerca de 90% de água em sua composição. Mas é evidente que o conteúdo não se resume a H₂O. A polpa suculenta esbanja potássio, um dos minerais responsáveis por regular o equilibro dos líquidos nas células corpo e que participa da contração e relaxamento dos músculos. Também é fonte de vitaminas e de carboidratos.  
Sua coloração vermelha denuncia a presença do licopeno, um integrante do grupo dos carotenoides e que se destaca pela ação antioxidante. A substância aparece em diversos estudos como agente que reduz o risco de câncer de próstata
Aliás, outro ingrediente da melancia que ganhou bastante notoriedade entre os homens nos anos 2000 foi a citrulina. Isso porque alguns estudos a associaram com o combate à disfunção erétil. A mesma ciência, porém, mostrou que seria necessário ingerir um caminhão do fruto para alcançar um efeito satisfatório. Ainda que a empolgação para esse fim tenha diminuído, a tal citrulina continua sendo investigada pela capacidade de relaxar artérias e favorecer a boa circulação sanguínea. E, nesse quesito, tem mostrado excelentes resultados. 
Um conselho
Ao comprar melancia na feira livre ou no supermercado, prefira aquela que ainda não foi cortada. A falta de higiene no manuseio contribui para a contaminação por micróbios perigosos. E mesmo em casa é bom não vacilar. Ao cortar a fruta, lave bem a faca, principalmente se ela tiver sido usada no corte de carnes. 
Fonte: MSN

Energético faz bem?

Só uma latinha de aproximadamente 400 mililitros já é capaz de alterar a pressão arterial e elevar o risco cardíaco, segundo um estudo conduzido na Clínica Mayo, nos Estados Unidos, com 25 jovens saudáveis. No trabalho, os voluntários que tomaram o energético viram a pressão sistólica (o primeiro valor de medida) subir 6%, enquanto a elevação entre aqueles que ingeriram uma bebida placebo — de gosto parecido, mas sem substâncias estimulantes como cafeína – foi de 3%.

“Se o consumo for frequente, pode ocorrer um aumento permanente da pressão“, alerta o cardiologista , do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo. Melhor pegar leve mesmo.

Perigo em dose dupla

Muita gente mistura energéticos com bebidas alcoólicas, combinação ainda mais perigosa. “Esse hábito contribui para danos cardíacos, principalmente em indivíduos mais suscetíveis”, diz o cardiologista.
Fonte:MSN