terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Cuidados Básicos com a Saúde no Carnaval


Cuidados Básicos com a Saúde no Carnaval

Para curtir a folia com saúde

No Brasil, é comum a expressão “o ano só começa depois do carnaval”. Aqui, as festas de fim de ano parecem se estender até a chegada da comemoração popular mais famosa do mundo. O carnaval brasileiro movimenta todo o país e cada região tem suas festas típicas que, em geral, acontecem bem antes da chegada da tão esperada data. É o que acontece, por exemplo, com os blocos de rua no Rio de Janeiro. Já na Bahia, o folião pode curtir até depois da chegada da quarta-feira de cinzas. Então, nada melhor que estar preparado para enfrentar e aproveitar essa maratona com alguns cuidados simples com a saúde.
O primeiro passo, segundo especialistas, é estar com as vacinas em dia. Isso vale também para doenças já controladas no Brasil, como o sarampo, por exemplo. Nessa época do ano, os turistas lotam o país e a transmissão em locais de aglomeração se torna ainda mais fácil. A vacina antitetânica é outra que não pode estar atrasada. No carnaval, é comum que as ruas estejam mais sujas, com cacos de vidro oriundos de garrafas de bebidas, aumentando as chances de se ferir e causar infecção. Para tétano, difteria e coqueluche, a vacina tríplice bacteriana é a indicada.
Outro ponto que deve ser observado é a hidratação. Pular carnaval em pleno verão brasileiro requer muitos litros de água, principalmente para quem estiver ingerindo bebidas alcoólicas, o que facilita a desidratação. Para manter o corpo saudável, aproveite a estação para se refrescar com sucos naturais, água de coco e bebidas isotônicas, que também ajudam a repor os sais minerais.
Os médicos também alertam para as frequentes lesões musculares relacionadas com o período. Exigir muito do corpo sem preparo físico prévio pode trazer consequências. É comum nessa época do ano ver o crescente número de torções e fraturas de tornozelo, lesões no joelho e dores musculares nos atendimentos hospitalares. Por isso, se você quer curtir, mas não pretende passar alguns dias doloridos depois, prepare seu corpo para a folia com uma programação prévia de exercícios, que pode incluir aeróbica, musculação e alongamento.
Prestar atenção na escolha do calçado é outro fator relevante. Nada de salto alto para correr atrás do trio! Os saltos elevam os calcanhares e concentram todo o peso do corpo na frente dos pés, aumentando os riscos de lesões nas articulações, tendão de aquiles, joelho e coluna vertebral. Opte pelos sapatos confortáveis, de preferência tênis com amortecimento.
Por último, mas não menos importante, sexo só com camisinha. Além da AIDS, o uso do preservativo previne a contaminação pelo papilomavírus humano (HPV), doenças como hepatite e evita a gravidez indesejada.
Nesse carnaval, aproveite ao máximo, mas com os cuidados que vão lhe poupar preocupações depois que essa maratona acabar.
Fonte: Científica Lab

Como se alimentar bem durante o carnaval!

Dicas saudáveis podem salvar seu Carnaval
 

1) Quais são as recomendações para uma alimentação saudável no carnaval?
O Carnaval está chegando. É tempo de alegria e brincadeira tanto para quem vai sambar na avenida quanto para aqueles que preferem se divertir nos salões. Apesar de ser um momento de descontração, um descuido principalmente com a alimentação pode acabar com a festa.

   Para não cair na armadilha da má alimentação e ter de parar a brincadeira por causa de uma infecção intestinal, uma desidratação e até uma ressaca, algumas recomendações simples podem ajudar. Nesta época os foliões perdem bastante líquido e gastam energia por causa da alta temperatura e da movimentação em bailes e na avenida sambando. Por conta disso, a regra básica é manter o corpo hidratado com sucos de frutas, água de côco ou água, pois além de estarmos ingerindo líquidos estarão suprindo a falta de minerais. Dê preferência aos sucos no lugar dos refrigerantes.

  Para aqueles que gostam de uma cervejinha, o ideal é intercalar um suco ou uma garrafinha de água entre uma latinha e outra.


2)O que comer no carnaval e onde?
Fazer uma refeição rápida é obrigação durante o baile ou para quem está assistindo aos desfiles. Pode ser um lanche ou uma fruta (se der preferência ao lanche natural observe as condições de higiene do local e se os produtos que o compõem estão sob refrigeração). Como se está gastando energia, o certo é comer carboidratos. As barras de cereais são uma boa pedida, pois, além de práticas, são gostosas e possuem em sua composição carboidratos e fibras. 

Quem for levar o próprio lanche atenção: O natural e os recheados de molhos, maioneses e frios não são recomendados, pois estragam muito rápido. Fique longe também dos lanches produzidos por locais de procedência duvidosa. Outra restrição levantada pela especialista é a ingestão de carnes e comidas gordurosas porque demoram mais para serem digeridos e podem causar sonolência e lentidão.

Para quem vai passar os quatro dias longe de casa, a orientação é fazer um bom café da manhã com leite, sucos de frutas e um lanche; almoço simples como uma macarronada e jantar leve. Sempre lembrar que não se pode ficar muito tempo sem comer. O ideal é ingerir algum alimento a cada 3 horas.

3) Que recomendações saudáveis devemos seguir para os dias de carnaval?
- Beber muito líquido durante a festa;

- Comer a cada três horas;

- Ingerir pequenas porções em várias refeições diárias;

- Evitar carnes e lanches gordurosos;

- Não ficar sem comer para emagrecer;

- Leve barras de cereais;

- Não coma em lugares sem higiene adequada;

- Se for beber álcool, intercale água ou suco de fruta entre um gole e outro;

- Mantenha o estômago com algum alimento, mas não exagere.

- Durma bastante e evite emendar um dia no outro;

- Vista roupas confortáveis e, de preferência, produzidas com tecidos naturais como algodão que permitem a transpiração da pele; 

- Vale lembrar também dos cuidados com as doenças sexualmente transmissíveis, principalmente a aids e a hepatite, por isso o sexo seguro nunca é demais.
 
Fonte: Revista Nutrição em Pauta