sábado, 23 de julho de 2016

Métodos de cozimento mais tóxicos!

O ato de defumar, fritar ou grelhar carnes faz com que os aminoácidos, os açúcares, e a creatina do alimento reajam às temperaturas elevadas e produzam substâncias cancerígenas.  Ao que tudo indica, grelhar a carne pode ser tão prejudicial para o corpo quanto defumar, afirma o site Rodale Wellness, numa publicação n oqual revela os novos métodos de cozimento que podem deixar a comida tóxica.  No topo da lista, é claro, está a técnica de cozinhar no micro-ondas, de onde os alimentos saem pouco naturais.

Deep-fried’, ou fritura em altas temperaturas, é uma das formas menos saudáveis de preparar a comida uma vez que, além de banhar a sua comida em gorduras oxidadas, proteínas e açúcares, as temperaturas elevadas produzem uma série de compostos tóxicos que podem aumentar o seu risco de câncer. Grelhar a comida até queimar queima as moléculas de gordura, tornando os alimentos inflamatórios e com substâncias potencialmente cancerígenas.
O churrasco, apesar de bastante apreciado, também pode provocar alguns problemas graves à saúde. Quando as gorduras atingem o carvão, formam substâncias inflamatórias e cancerígenas. Além disso, quem usa molhos ‘barbecue’, está agregando muito açúcar ao alimento. É possível conseguir um sabor semelhante grelhando a carne a uma temperatura mais baixa e deixando de lado o molho.
Se, ao grelhar, você usa temperaturas muito altas para atingir aquele ponto dourado dos lados, vai acabar deixando as proteínas menos naturais. Não faz mal utilizar este método de vez em quando, mas não é recomendável que seja feito diariamente. Já os métodos aconselhados são: ‘slow-cooking’, vapor,‘sous vide (cozinhar em sacos plásticos selados a vácuo) e refogados, por serem mais saudáveis. Ainda assim é preciso ter cuidado para não cozinhar demais a comida para não arruinar o seu valor nutricional nem deixar que se formem toxinas.
LINK: https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=116755746837960000#editor/target=post;postID=1211786436452153490
Fonte:MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário