domingo, 24 de julho de 2016

Dieta dos Hormônios!

Cortisol.
 Claro que você já ouviu falar (horrores, diga-se) desse hormônio. Sobre ele, pesa uma grave - e imperdoável - acusação: a de que ajuda a engordar. É fato. Sob as ordens da hipófise, uma glândula localizada no cérebro, essa mal-afamada substância conspira contra as formas enxutas.
Mais conhecido como o hormônio do stress, o cortisol, produzido nas glândulas suprarrenais, inunda a corrente sanguínea em situações de intensa pressão - física ou psicológica - e causa uma séria bagunça metabólica. Para começar, transforma o glicogênio, um tipo de carboidrato armazenado no fígado, em açúcar. Isso provoca um acúmulo de tecido adiposo (sim, ela mesma, a famigerada gordura) justo ali, na linha da cintura. E, para piorar, a fome dá as caras.
O mecanismo, aliás, já é bem conhecido: sob stress, detonado naqueles dias em que a agenda está lotada de compromissos ou quando batem no carro recém-saído da concessionária - só para citar duas situações que dão vontade de arrancar os cabelos -, os níveis de ansiedade sobem descontroladamente. Isso porque somos dotados de um gene que, nessas horas de turbulência emocional, bombeia uma proteína produzida no cérebro e nos faz sentir vontade de comer exatamente os proibitivos alimentos doces e gordurosos.


O papel do cortisol
Em quantidades normais, esse hormônio não é nenhum vilão. Ao contrário. Diante de um perigo iminente, ele nos põe em estado de alerta tanto para enfrentar uma situação que nos ameaça como para fugir dela. Só que nosso cérebro não distingue as ameaças reais das imaginárias. Assim, em situações de stress, o cortisol sobe consideravelmente, além diminuir a queima calórica para poupar energia em caso de algum perigo. O cortisol elevado ainda nos presta outro imenso desfavor: "Ajuda a reter água e sal porque as tensões fazem as glândulas suprarrenais trabalharem dobrado", conta o dermatologista Amilton Macedo, que também é especialista em prática ortomolecular. Isto é, você fica inchada a ponto de só conseguir subir o zíper do jeans na posição deitada. Tem mais: em alta, o cortisol baixa o teor de serotonina, o neurotransmissor associado ao prazer e ao bem-estar.

Aminoácidos bons de briga
Para nossa sorte, existem aminoácidos (pedaços de proteína) como a fenilalanina e o triptofano, presentes em alimentos não necessariamente engordativos, que são precursores da noradrenalina e da dopamina, outra dobradinha que, ao lado da serotonina, também está envolvida no estado de felicidade natural.
A nutricionista  explica: "No primeiro grupo, o da fenilalanina, figuram os peixes, o frango, os ovos, o arroz integral, o feijão e as frutas em geral. Já os alimentos lotados de triptofano são a lentilha, a soja, o arroz integral, a batata, as amêndoas, as nozes, o leite, o iogurte desnatado, o queijo branco, o abacate, a banana, os legumes, o grão-de-bico e o mel." Rica em ambos, está a dupla feijão e arroz integral, além do leite.
Amilton Macedo lembra outro aminoácido presente nesses alimentos: o 5HTP, ou 5 hidroxitriptofano. "Essa substância sai da corrente sanguínea e vai para o cérebro, agindo sobre o sistema nervoso central, tal qual o triptofano", diz.
Em conjunto, a ação do triptofano, da fenilalanina e do 5HTP faz os níveis de cortisol caírem drasticamente. O resultado é mais bom humor e menos fome. "Sem esse trio, o organismo entra em desequilíbrio e busca desesperadamente a lata de leite condensado, o bolo de chocolate, a lasanha... A vontade nunca é comer alface, e sim carboidrato, o nutriente que eleva o teor de açúcar e acalma", fala Amilton Macedo.
Segundo o médico, a fome desencadeada por altas taxas de cortisol começa no final da tarde e segue noite adentro. "Quando o organismo está em desequilíbrio, o cortisol aumenta durante a noite e faz cair a serotonina. Por isso tanta gente acorda de madrugada para atacar a geladeira", explica.
Em sua prática clínica, Amilton Macedo observa que o cortisol nas alturas é o responsável pelo insucesso de tantas tentativas de emagrecimento. "Em altas doses, esse hormônio faz com que a vontade de comer carboidrato seja muito maior do que a de emagrecer", explica. A saída, portanto, é equilibrar o cortisol com a ajuda dos alimentos ricos nos aminoácidos que elevam o astral, brecam a ansiedade e acalmam o apetite. A nutricionista elaborou uma dieta que derruba o hormônio engordativo e ajuda a secar até 2 quilos por semana.
 
Cardápio do corpo enxuto:

Café da manhã
Opção 1: 1 copo de suco desintoxicante (veja receita abaixo) + 1 fatia de pão integral light com geleia de fruta sem açúcar
Opção 2: 1 copo (250 ml) de vitamina de leite de soja com ½ papaia e 1 banana + 1 fatia de pão integral light com + 1 col. (sobremesa) de queijo cottage
Opção 3: 5 morangos + 1 copo (200 ml) de leite de soja light + 2 col. (sopa) de cereal matinal integral sem açúcar
Opção 4: 1 banana amassada com + 1 col. (sobremesa) de aveia e 1 col. (chá) de mel (de preferência, orgânico)
Opção 5: 1 copo (200 ml) de suco verde (veja receita abaixo) + 1 ovo mexido (2 claras e 1 gema)

Lanche da manhã
Opção 1: 1 banana
Opção 2: Mix de oleaginosas (1 amêndoa, 2 castanhas de caju, 1 noz e 3 pistaches)
Opção 3: Mix de frutas secas e oleaginosas (1 ameixa seca, 2 damascos, 2 castanhas de caju, 2 amêndoas e 4 uvas-passas)
Opção 4: 2 nozes + 1 copo (250 ml) de iogurte light
Opção 5: 3 amêndoas + 2 nozes

Almoço
Opção 1: 1 prato de salada de folhas variadas + 1 col. (servir) de legumes cozidos + 1 col. (servir) de arroz integral + 1 concha pequena de feijão + 1 filé de carne grande grelhado + 1 fatia de melão
Opção 2: 1 prato de salada de folhas verde-escuras (rúcula, agrião, couve) + 2 col. (sopa) de salada de lentilha + 1 porção de abobrinha e berinjela grelhadas + 1 sobrecoxa assada + 1 fatia de abacaxi
Opção 3: Salada de alface crespa, americana, rúcula, rabanete, pepino, cenoura e 1 ovo cozido + 2 pegadores de macarrão integral + 1 col. (servir) de carne moída + 1 copo (200 ml) de suco de frutas sem açúcar
Opção 4: Salada de folhas variadas, com tomate, 2 buquês de couve-flor e 2 buquês de brócolis cozidos no vapor + 1 batata média assada + 1 filé grande de peixe grelhado + 1 copo (200 ml) de suco de frutas vermelhas
Opção 5: 1 prato de salada de folhas variadas + 1 col. (servir) de seleta de legumes cozidos (brócolis, cenoura e vagem) + 1 col. (servir) de arroz integral + 1 concha pequena de feijão + 2 filés de carne a rolê

Lanche da tarde
Opção 1: 1 sanduíche: 2 fatias de pão integral light, 2 fatias de peito de peru, 2 fatias de queijo branco light, alface, tomate e rúcula + 1 copo (200 ml) de suco de caju com adoçante
Opção 2: 2 fatias de pão sueco + 2 fatias de queijo branco light, rodelas de tomate, um fio de azeite de oliva e folhas de manjericão (opcional) + 1 copo (200 ml) de limonada com adoçante
Opção 3: 1 copo (200 ml) de suco energético (veja receita abaixo)
Opção 4: 3 torradas integrais + 3 col. (sobremesa) de tofu amassadinho com salsinha e gotas de shoyu + 1 copo (200 ml) de suco de acerola com adoçante
 Opção 5: 1 sanduíche: 2 fatias de pão integral light, 2 fatias de presunto magro, 1 fatia de queijo prato light, alface e tomate + 1 copo (200 ml) de suco de frutas vermelhas com adoçante

Jantar
Opção 1: 1 prato de salada de folhas variadas + 1 col. (servir) de escarola refogada + 1 filé de tilápia ou pescada branca grelhado
Opção 2: Salada de alface e acelga com tomate + 1 col. (servir) de espinafre no vapor + 1 filé de salmão com molho de limão
Opção 3: 1 prato de salada de folhas variadas + 2 col. (servir) de seleta de legumes cozidos (brócolis, couve-flor, abobrinha e ervilha torta) + 1 filé de frango grelhado
Opção 4: Salada de folhas variadas com 5 tomatinhos cereja + 1 palmito pequeno e pepino + 2 col. (sopa) de purê de cenoura + 3 col. (sopa) de iscas de frango grelhado com quiabo refogado
Opção 5: 2 fatias de lasanha de berinjela ou abobrinha com carne moída

Ceia
Opção 1: 5 amêndoas
Opção 2: 1 iogurte light
Opção 3: 2 ameixas vermelhas
Opção 4: 1 pera
Opção 5: 1 maçã pequena


Sucos, pra que te quero
Fáceis de preparar, estas receitas dão pique logo cedo e ainda fazem uma faxina interna...
Suco desintoxicante
Ingredientes
· 2 laranjas espremidas
· 1 fatia de mamão formosa
· 3 ameixas secas hidratadas de um dia para o outro em ½ copo de água
· 1 col. (sopa) de linhaça em pó
· 1 col. (chá) de mel orgânico
· Água
Modo de fazer: bata tudo no liquidificador, inclusive a água da ameixa.
Rende: 1 copo (250 ml).
Calorias por porção: 138 cal.
Suco verde
Ingredientes
· 1 folha de couve
· 1 laranja espremida
· ½ limão espremido
· 1 raminho de hortelã
· ½ pepino
· 1 maçã
Modo de fazer: passe a couve, o pepino e a maçã na centrífuga (ou bata no liquidificador) e misture às frutas espremidas. Junte a hortelã.
Rende: 1 copo (200 ml).
Calorias por porção: 173 cal.
Suco energético
Ingredientes
· 1 copo (250 ml) de chá verde (feito em casa)
· 1 fatia de abacaxi
· ½ maçã
· 1 col. (sobremesa) de gengibre
Modo de fazer: bata tudo no liquidificador.
Rende: 1 copo (300 ml).
Calorias por porção: 90 cal.
Fonte:Boa Forma

Nenhum comentário:

Postar um comentário