quarta-feira, 15 de junho de 2016

Dieta Vegan X seus riscos

O crescimento da adoção deste tipo de dieta tem alertado os especialistas, não pela dieta em si mas pelo risco de as pessoas não fazerem as coisas corretamente.
Ou seja, “saber como compensar as deficiências nutricionais decorrentes da não ingestão de carne e produtos lácteos”, destaca Catherine Collins, da Associação Dietética Britânica.

Em entrevista à BBC Mundo, Jesús Román, presidente da Sociedade Espanhola de Nutrição e Ciências da Alimentação, disse que a dieta vegan "é complicada e deve ser adotada com conhecimentos suficientes".
"Quando um grupo de alimentos é eliminado, neste caso de forma muito ampla, uma vez que são descartados todos os alimentos de origem animal, há uma série de nutrientes que são muito difíceis de obter a comer apenas vegetais", explica.
A vitamina B-12, por exemplo, é essencial para o desenvolvimento de glóbulos vermelhos saudáveis e pode ajudar a prevenir a anemia. Mas como só se encontra em produtos de origem animal, um vegan deve ingerir suplementos dessa vitamina, aconselha.
A proteína ajuda a construir e a manter os músculos, órgãos, pele e ossos saudáveis. Mas se só comer verduras e legumes, deve começar a apostar em frutos secos, sementes, produtos à base de soja, legumes, lentilhas e grãos, de forma a obter proteína suficiente.
O ferro, vital para a energia e para o correto funcionamento dos glóbulos vermelhos, é absorvido mais facilmente a partir de produtos de origem animal do que vegetal. Por isso uma pessoa vegan deve comer grandes porções de folhas verdes escuras, cereais integrais, feijão ou ervilhas, lentilhas, cereais enriquecidos e frutos secas. Para aumentar a absorção de ferro, recomenda-se também comer alimentos ricos em vitamina C.
Já o cálcio, importante para manter os ossos e dentes fortes, pode ser ingerido através de substitutos como o leite de soja ou sumo de frutas, cereais ou mesmo tofu com adição de cálcio.
Sem ovos nem peixe na dieta, os médicos aconselham a procurar produtos enriquecidos com ácidos gordos ômega 3 ou suplementos para promover o tecido saudável, o desenvolvimento dos olhos e do cérebro, e a saúde cardiovascular.
Fonte:MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário