domingo, 2 de agosto de 2015

Pinhão e suas vantagens na saúde!

Por mais que seja tradicional em época de festas juninas, o pinhão vai muito além de ser somente um prato típico das comemorações caipiras, viu? Por proporcionar diversos benefícios a nossa saúde, já passou da hora de essa semente da araucária — árvore tradicional do Paraná — ser incluída na dieta dos brasileiros! Pronto para nunca mais encarar o pinhão apenas como um ingrediente a mais dos quitutes das festas juninas? Então confira nosso post de hoje e descubra todo o potencial desse alimento:

Ajuda no funcionamento do intestino

Como a semente do pinhão é uma ótima fonte de fibras, consequentemente se torna uma aliada e tanto ao bom funcionamento do intestino. E só isso já é motivo suficiente para você incluir o pinhão em sua dieta hoje mesmo! Mas ainda tem muito mais!

Ajuda na saúde dos olhos

O pinhão é um alimento que possui luteína, um antioxidante fundamental para prevenir diversas doenças do olho — como a catarata e a degeneração macular, por exemplo. O pinhão ainda contém vitamina A, mais um elemento importantíssimo para a saúde dos olhos.
Pinhão© Fornecido por Guia da Semana Pinhão

Ajuda na perda de peso

Embora seja um alimento rico em gorduras, o consumo regular de pinhão pode ajudar na perda daqueles quilinhos a mais que tanto te incomodam. O grande responsável por esse efeito é o ácido pinoleic, que atua na liberação de dois hormônios supressores da fome. Que tal unir o útil ao agradável?

Ajuda a retardar o envelhecimento

Os antioxidantes presentes no pinhão têm o poder de retardar o processo de envelhecimento, já que auxiliam na eliminação dos radicais livres do nosso organismo. O resultado? Uma pele mais bonita e cheia de vida, além de diminuir também o risco do surgimento de diversos outros males diretamente ligados aos radicais livres!

Ajuda também o coração

Você sabia que os pinhões ajudam a ter um coração mais saudável? Afinal de contas, o alimento é uma excelente fonte de gorduras monoinsaturadas, que são associadas a taxas reduzidas de colesterol e uma menor incidência de ataques do coração. Além disso, o alimento também é rico nas vitaminas K e E, além de manganês, cobre e ferro.

Ajuda a matar a fome

Todos esses benefícios do pinhão deram água na boca? Então confira a seguir 2 saborosíssimas receitas com pinhão:

Salada de agrião e pinhão

Ingredientes

  • 4 xícaras de chá de pinhões cozidos;
  • 1 cebola roxa grande cortada em cubinhos;
  • 4 xícaras de chá de folhas de agrião;
  • 1 xícara de chá de cebolinha verde picadinha.
Molho
  • 2 colheres de sopa de suco de limão ;
  • 1/4 de xícara de chá de azeite;
  • 1 colher de sopa de mostarda;
  • 1 colher de sopa de mel;
  • Sal e pimenta do reino à vontade.

Modo de preparo

Corte os pinhões em rodelinhas e depois os misture em uma saladeira juntamente com o agrião, a cebolinha e a cebola. Já para o molho, que dá um toque todo especial à receita, acrescente em um recipiente todos os ingredientes e mexa até conseguir um molho homogêneo. Despeje delicadamente o molho na salada e misture. Aí é só servir!

Arroz com pinhão

arroz com pinhão© Fornecido por Guia da Semana arroz com pinhão

Ingredientes

  • 1 xícara de chá de arroz;
  • 3 xícaras de chá de pinhões cozidos, descascados e picados;
  • 1 xícara de chá de azeite;
  • 2 xícaras de chá de água quente;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo

Lave o arroz muito bem e depois o escorra. Em uma panela, aqueça o azeite e, logo em seguida, acrescente o arroz lavado. Mexa até que tudo fique bem soltinho. Adicione o sal e os pinhões e depois cubra parcialmente com a água quente. Deixe cozinhando em fogo brando até o arroz ficar macio. Vale ressaltar que o pinhão deve ser cozido com antecedência, ok?
O pinhão pode ser consumido somente cozido ou preparado juntamente com outros alimentos. Aí vai da criatividade de cada um! Também pode ser consumido na forma de farinha, incluído em receitas de massas e pães. Viu como, além de delicioso, o pinhão é super versátil?
Pronto para colocar a mão na massa e fazer muitas receitas com o pinhão, desfrutando, assim, de todos os seus benefícios? Tem o hábito de consumir o alimento? Conte como inclui o pinhão em sua dieta e aproveite para dividir suas receitinhas conosco!
Fonte: MSN

O QUE É IMPORTANTE NA DIETA DAS CINQUENTONAS?

50 ANOS E SEMPRE RADIANTE


Seu corpo está em plena mudança e novos trunfos aparecem (não os despreze). Para as mulheres, não precisam mais ter cuidado em ingerir alimentos ricos em ferro, mas ao contrário, é preciso reforçar o cálcio e o zinco. Você deve saber, é a idade onde a desmineralização óssea acontece, então aumente o consumo de produtos de laticínio. Por outro lado, o zinco reforça a imunidade e participa da cicatrização dos tecidos (tomates, pimentões, ostras, oleaginosas, beterraba...). Tudo isto vai mantê-la em forma por muito tempo. Estas observações servem para as idades seguintes. De qualquer maneira, uma alimentação consciente e inteligente é válida para qualquer idade.
Fique atenta e consulta uma nutricionista para rever seus hábitos!
Fonte: MSN

Todos os tipos de adoçante, conheçam!

Na hora de adoçar o cafezinho da tarde ou de preparar um doce caseiro, surge sempre a mesma dúvida: usar açúcar ou adoçante? O fato é que além de escolher entre essas duas opções, ainda é preciso escolher o tipo de cada uma delas.
Conheça um pouco mais sobre alguns tipos de açúcares e adoçantes e escolha o que mais lhe agrada!

AÇÚCAR

REFINADO: 
É o mais conhecido entre os açúcares. Alguns aditivos químicos, como enxofre, são adicionados durante o processo de refinamento para dar a coloração branca. Nesse processo, porém, algumas vitaminas e sais minerais acabam sendo perdidos.
acucar.jpg© Fornecido por Guia da Semana acucar.jpg
CRISTAL: 
Mais apropriado para o uso culinário, ele é apresentado na forma de cristais grandes e transparentes, mais difíceis de serem dissolvidos em água. Mesmo passando por um leve processo de refinamento, 90% das vitaminas são retiradas.
MASCAVO: 
É o açúcar em forma bruta, extraído depois do cozimento do caldo de cana. Como não passa por refinamento, apresenta coloração mais escura e sabor mais encorpado, semelhante ao da cana-de-açúcar, e preserva o cálcio, o ferro e os sais minerais.
ORGÂNICO: 
Assim como o mascavo, o açúcar orgânico não passa pelo mesmo processo de refinação que o açúcar cristal e refinado, por isso é mais escuro e mantém mais vitaminas. Vale ressaltar que não são utilizados ingredientes artificiais em sua composição.
LIGHT: 
O açúcar light é resultado da combinação do açúcar refinado com adoçantes artificiais. É menos calórico, mas também tem menor sabor. Por isso, é preciso cuidado para não usar grandes quantidades.
FRUTOSE: 
É o açúcar extraído de frutas e do milho. Apesar de ser natural, tem menos vitaminas e é mais doce que os outros.  

ADOÇANTE

SUCRALOSE:
É o adoçante obtido a partir da cloração da sacarose, sendo o único adoçante derivado do açúcar. Apresenta um poder de doçura 600 vezes superior ao açúcar. Não possui sabor residual amargo.
acucar-2.jpg© Fornecido por Guia da Semana acucar-2.jpg
ASPARTAME:
Talvez seja o adoçante mais apreciado devido ao seu sabor bastante parecido com o açúcar branco, só que com o potencial adoçante 200 vezes maior. Muito usado pela industria alimentícia, principalmente nos refrigerantes diet, ele perde sua doçura quando submetido a altas temperaturas.
CICLAMATO:
É bastante usado no setor alimentício, sendo aplicado em adoçantes de bebidas dietéticas, geléias, sorvetes, gelatinas etc. Possui sabor agradável e semelhante ao açúcar refinado (apresentando um leve gosto residual). Deve ser evitado por hipertensos, já que costuma aparecer na forma sódica (combinado com sódio).
SACARINA:
A sacarina é o adoçante artificial não calórico mais antigo que existe. Extraída de um derivado do petróleo, o ácido sulfanoilbenzóico, ela apresenta um poder adoçante de 200 a 700 vezes maior que o açúcar da cana (sacarose). Sua maior qualidade é o fato de ser estável a altas temperaturas, podendo ser utilizada em preparações quentes.
ACESSULFAME-K:
O acessulfame- K é um sal de potássio sintético produzido a partir de um ácido da família do ácido acético. Com um poder de doçura 180 a 200 vezes maior que o açúcar, esse adoçante tem um sabor residual semelhante à glicose.
STEVIOSIDEO:
É um adoçante natural, extraído da stévia, uma planta originária da Serra do Amanbaí, na fronteira do Brasil com o Paraguai. É muito consumido no mundo oriental, principalmente no Japão. Seu poder adoçante é cerca de 200 a 300 vezes maior que o da sacarose. É totalmente atóxico e seguro ao organismo.
Fonte: Minha Vida