sábado, 22 de agosto de 2015

Dicas alimentares para ajudar a retardar o envelhecimento

Com o avançar da idade, os níveis de estrogênio e testosterona (na mulher e no homem, respetivamente) alteram-se e, com isso, surgem os primeiros sinais de velhice, de gordura difícil de perder e de perda de cabelo.
Contudo, a idade parece não pesar para todos os casais e a culpa está nestes hormônios, que continuam sendo estimulados e ‘cuidados’. Mas como? Fácil, basta ter uma alimentação correta.
Para as mulheres, diz a também autora do livro ‘The Age-Defying Diet’, são oito os alimentos que não podem faltar na alimentação das mulheres, principalmente quando já estão na menopausa e produzem menos estrogênio (produzindo, porém, maiores níveis de testosterona, que enfraquece o cabelo, seca a vagina e tira o apetite sexual):
Linhaça – além de serem um anticancerígeno por excelência, as sementes de linhaça são ainda ricas em ácidos-gordos ómega 3, que ajudam o corpo a queimar gordura, o mantendo saciado. A linhaça é ainda uma forte aliada da regulação do trânsito intestinal
Tofu – rico em proteína, este alimento ajuda a reduzir o colesterol e a fortalecer os ossos. Possuidor de uma estrutura semelhante à do estrogênio, o tofu é ainda capaz de reduzir a sensação de inchaço e o risco de câncer da mama, doenças cardiovasculares ou osteoporose depois da menopausa. Contudo, há que salientar que o tofu e a soja devem ser evitados pelos homens, uma vez que pode provocar disfunção erétil.
Vegetais de folha verde (preferencialmente escuras) – aparentar ser mais novo implica, em parte, ter uma boa saúde óssea e, para tal, nada melhor do que vegetais de folha verde escura, como espinafres, ou repolho, ricos em vitamina K, cálcio e ainda vitamina D. Aqui se pode ainda incluir o agrião (o melhor superalimento de todos) e também os aspargos.
Brócolis e couves – antes de menopausa, as mulheres devem fazer uma aposta em brócolis e couves, pois são as melhores aliadas no controle dos níveis de estrogênio, que podem causar um aumento do peso e da gordura.
Papaia – já na menopausa, a papaia é uma boa aposta para aumentar os níveis de estrogênio que acabam por cair nesta fase. Sendo ainda rica em vitamina C, ajuda a preservar o bom funcionamento do organismo.
Carne vermelha – sem gorduras e nervos (ou seja, o mais magra possível), a carne vermelha pode ser a melhor escolha para as principais refeições, uma vez que previne a anemia, fortalece as células vermelhas e transporta oxigênio para o corpo de forma mais eficaz. Uma vez que é rica em vitamina B, a carne vermelha ajuda ainda a aliviar a sensação de ansiedade e depressão, comum nos primeiros tempos de menopausa.
Peixes gordos – reduzem a inflamação, protegem o coração, a mama e os ossos. Minimizam as dores, reduzem o risco de Diabetes tipo 2, de câncer e problemas de coração. É só escolher: salmão, cavala ou até mesmo sardinha.
Melão – como é rico em potássio, além de dar energia e preservar os músculos, o melão ajuda ainda a reduzir o inchaço abdominal devido aos elevados níveis de água que possui.
Para os homens, ter uma saúde jovem depois da meia-idade também é possível com determinados alimentos, que regulam os níveis de testosterona o deixando forte e saudável com o avançar dos anos.
Ovo – de preferência inteiro. A gema do ovo aumenta os níveis de testosterona, uma vez que o colesterol presente é transformado neste hormônio, explica a especialista.
Grãos integrais – amigos da próstata, os grãos-integrais podem ser incluídos em qualquer refeição. Pode apostar nos pães integrais, na cevada, na quinoa, no arroz ou massa integral.
Molho de tomate – se for caseiro, melhor. Uma vez que contém licopeno, um pigmento que ajuda a prevenir o câncer de próstata, o tomate é um grande amigo dos homens, principalmente se for cozinhado com uma colher de sopa de azeite e acompanhado com massa integral.
Melancia – baixa em calorias, forte em água e ótima em níveis de potássio, mineral que ajuda a reduzir o risco de pressão alta.
Cogumelos – o zinco é um estimulante de testosterona e, por isso, deve constar na alimentação diária dos homens. Os cogumelos são uma opção, podendo ser uma alternativa à carne ou ao peixe nas refeições principais.
Fonte: MInha Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário