sábado, 4 de julho de 2015

No inverno alguns cuidados na sua alimentação para proteger sua saúde!


Com a chegada do inverno é comum o aparecimento de alergias respiratórias, gripes e resfriados. Isso acontece, pois há uma queda no sistema imunológico.
O sistema imunológico compreende um conjunto de órgãos e glândulas que trabalham juntos para defender o corpo contra ataques nocivos e manter o organismo em equilíbrio e protegido.
Por isso, é muito importante se prevenir e investir em um estilo de vida saudável para fortalecer o sistema imune e ficar longe das “doenças do inverno”.
Um estilo de vida saudável inclui a prática regular de atividade física e uma alimentação balanceada. De uma forma geral, uma alimentação rica em vitaminas e minerais através do consumo de frutas, legumes e verduras é capaz de potencializar e proteger as defesas orgânicas do organismo.

Veja abaixo outros nutrientes importantes

para fortalecer o sistema imunológico:

Vitamina CFrutas cítricas como morango, abacaxi, caju, tangerina, laranja, limão e acerola. Além de ação antioxidante, a vitamina C aumenta a resistência do sistema imunológico.
Ômega 3
Peixes como: sardinha, atum, arenque, truta e a semente de linhaça. Age como anti-inflamatório e auxilia o sistema imune.
Selênio
Castanhas, nozes, amêndoas, avelãs e amendoim. O Selênio é encontrado em maior quantidade na castanha do Pará.
Zinco
Carne bovina, frango, peixe, fígado, frutos do mar, cereais integrais e semente de abóbora. O zinco tem ação antioxidante e combate às ações nocivas dos radicais livres. Ao mesmo tempo, a carência de zinco pode debilitar do sistema imunológico.
Gengirol
É um potente antioxidante encontrado no gengibre. Além de ser considerado um expectorante natural, ele age estimulando o sistema imunológico.
Alicina
É uma substância encontrada no alho que tem ação anti-infecciosa e anti-inflamatória.
CUIDADOS IMPORTANTES!
Da mesma forma que alguns alimentos reforçam o sistema imunológico, outros podem agir contra, por exemplo, os alimentos industrializados e frituras. Consumidos em grande quantidade, aumentam a produção de radicais livres, o que pode desencadear reações inflamatórias e como consequência enfraquecer o sistema de defesa do organismo.
No inverno, para manter nosso corpo aquecido há um gasto maior de energia e isso aumenta a procura por alimentos mais calóricos, como por exemplo, chocolate quente, fondue, feijoada e massas. Como são alimentos com alto teor energético, é preciso tomar cuidado com o consumo excessivo para evitar o aumento de peso e o aparecimento de desequilíbrios orgânicos, como colesterol alto e diabetes.
Outro cuidado importante é a hidratação, pois nessa época do ano o tempo fica mais seco e também há uma diminuição na sensação de sede. Por isso, tente beber bastante água ao longo do dia. Para facilitar o consumo deixe sempre por perto uma garrafinha de água (no carro, mesa escritório, etc).
Fonte: Salad Secret

Nenhum comentário:

Postar um comentário