quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Dicas para Papinhas de bebê!

A primeira papinha do bebê costuma ser uma das grandes alegrias de muitos papais e mamães. No entanto, introduzir alimentos novos na dieta do pequeno pode ser também um desafio, gerando mil e uma perguntas sobre este momento tão especial. Afinal, qual a melhor receita? Já posso oferecer qualquer alimento ou devo restringir algum? É correto intercalar a papinha antes ou após a mamada? Aliás, devo interromper as mamadas ou continuo com ambas as refeições? Segundo a nutricionista pela Universidade de São Paulo (USP), Margarete Steigleder, autora do livro "Meu Bebê Gourmet" (Disal Editora), entre 4 e 6 semestres será necessário complementar a alimentação do bebê com a primeira papinha. Antes dessa idade, ressalta Margarete, não ofereça alimentos sólidos porque o sistema digestivo do bebê ainda não está totalmente desenvolvido.
Uma possibilidade para os dias mais corridos é apostar em sopas e papas industrializadas, úteis em diversas ocasiões como viagens, passeios ou quando pais e mães estão bem ocupados. "Mas as refeições preparadas em casa, com alimentos frescos, certamente são mais saborosas e saudáveis. Elas despertam o apetite da criança, esta que terá a oportunidade de conhecer vários ingredientes e aprender a ter suas preferências. No preparo, utilize legumes e frutas da estação", recomenda a nutricionista.Mas fica aqui um alerta! Alguns alimentos devem ser evitados nessa nova etapa de alimentação do bebê. Antes dos 6 meses, por exemplo, não ofereça açúcar e mel puro, bem como alimentos com glúten, carnes, chocolates,doces, biscoitos e sorvetes. Nada também de ovo (gema só a partir dos 6 meses),nem frutas ácidas e oleaginosas [sementes comestíveis, como avelã, nozes etc], além de fritura, massas, refrigerantes, sal e condimentos.
Inicialmente, a papinha precisa ser oferecida antes da mamada do almoço e depois complementada com o leite. Aos poucos, a quantidade deve ser aumentada até substituir por completo o leite nessa refeição. Comece oferecendo de uma a duas colheres (chá) de papinha por dia antes da mamada do almoço. Aumente a quantidade até que o bebê esteja comendo entre 150 g e 200 g. Enquanto não atingir essa quantidade, a refeição deve ser completada com leite do peito ou da mamadeira. Uma dica valiosa é variar os sabores da papinha introduzindo um legume novo de cada vez. E a higiene na etapa de preparação das papinhas é muito importante, combinado? Por isso, lave muito bemas mãos antes de tocar os alimentos. Pratos, talheres e outros objetos usados para o bebê devem ser higienizados com água fervente. Uma dica da nutricionista é cozinhar a papinha do bebê em maior quantidade e congelar em pequenas porções. Mas algumas coisas devem ser observadas nesse processo de congelamento.
"Depois que a papinha estiver pronta, resfrie o mais rápido possível para manter suas propriedades e evitar a contaminação por bactérias. Para isso, ponha a panela sem tampa dentro de um recipiente com água e gelo. Depois de fria, coloque papinha às colheradas em bandejas de gelo esterilizadas. Cubra com papel filme e leve ao freezer até congelar", ensina Margarete Steigleder.
Após isso, desenforme os cubinhos congelados e coloque em sacos plásticos próprios para congelamentos. Uma dica é identificar com a data e conservar no freezer por no máximo um mês. Quando for consumir utilize somente a quantidade de cubinhos necessária. Para descongelar, coloque na panela e leve diretamente ao fogo. Misture bem e verifique sempre a temperatura antes de oferecer ao bebê."Não desanime se a criança fizer caretas ou se recusar a comer determinado alimento.
Ela está apenas estranhando a novidade. Procure oferecer um prato semelhante no dia seguinte e, se for preciso, no próximo (não se preocupe em repetir a receita). É muito provável que ela se acostume com o gosto e passe a apreciar o alimento. Suspenda imediatamente qualquer alimento novo caso o bebê apresente dor de barriga ou algum problema digestivo. Em seguida, vá até o pediatra",completa Margarete. Quer algumas dicas de papinhas saudáveis para fazer em casa? As 7 receitas a seguir foram extraídas do livro "Meu Bebê Gourmet" (Disal Editora).
Para que a criança se acostume com o novo alimento, a papinha deve ser oferecida antes da mamada do almoço e depois complementada com o leite. Carnes, chocolates, doces e biscoitos devem ser evitados antes dos 6 meses.
Fonte: Bem Estar

Nenhum comentário:

Postar um comentário