quarta-feira, 4 de junho de 2014

Dicas para sua dieta no inverno!

As temperaturas baixas tradicionais do inverno fazem com que muitas pessoas esqueçam a dieta e se deliciem com as comidas tradicionais desta época do ano, como fondue, leite condensado e chocolate quente. Não há nada de errado em “fugir” da dieta de vez em quando, mas alguns deslizes podem ser fatais. Segundo a nutricionista , é comum nesta época do ano as pessoas comerem mais “besteiras”.

Geralmente, com a chegada do inverno, optamos por reunir a família e amigos em casa, em ambientes mais acolhedores, íntimos e, claro, com muita comida. Nestas reuniões deixamos de lado a preocupação com calorias. A maior parte da gastronomia de inverno oferece uma grande quantidade de calorias devido à composição, por exemplo: leite condensado, chocolate, creme de leite, fondue, queijos etc”, afirma a especialista

Além disso, as atividades físicas são deixadas de lado neste período, já que, com o frio, a preguiça é maior.

Com a chegada do inverno, normalmente as pessoas diminuem o ritmo de atividade física, bebem menos água e aumentam o consumo alimentar para se “manterem” quentinhas. As escolhas alimentares refletem na saúde do corpo. Se conseguirmos manter o cuidado com o consumo alimentar durante o ano não teremos que correr atrás de prejuízos nas mudanças de estação”, afirma a nutricionista.

Todavia, há como fugir desta “maldição” do inverno.  A nutricionista  afirma que com trocas espertas de alimentos, a pessoa consegue se comer bem sem engordar.

Devemos escolher sempre opções mais leves e saudáveis. Por exemplo, aumentar o consumo de chás de frutas para substituir cappuccinos e chocolates quentes. No jantar optar por caldos e sopas com  cuidado na quantidade a ser consumida de torradinhas de acompanhamento. Para não deixar de consumir frutas, optar por preparações ao forno que utilize condimento para ajudar a acelerar o metabolismo. Beber 2 litros de água e não desistir de fazer atividade física também é essencial”, declara a nutricionista.
Fonte: Caras. com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário