sábado, 11 de janeiro de 2014

Corpo e mente em forma!

A Programação Neurolinguística (PNL) é uma das táticas mais usadas pelos grupos de emagrecimento. Desenvolvida a partir da década de 70 nos EUA, ela auxilia na perda do peso à medida que deposita na linguagem a responsabilidade pela organização dos pensamentos e do comportamento. Uma das recomendações, por exemplo, é evitar o uso de frases negativas para potencializar as qualidades pessoais e conquistar mais facilmente os objetivos, independentemente do tipo ou grau de dificuldade.


Mas para que o emagrecimento seja alcançado é preciso estabelecer metas; estar alerta e receptiva para observar os resultados conseguidos; e ter flexibilidade para continuar mudando a forma de se comunicar até atingir os objetivos. Quer tentar? Então confira o que precisa ser reformulado no seu dia-a-dia para ter sucesso na balança:

Pare de botar culpa na gordura ou em algo externo!
Frase do tipo parar de fumar engorda, toda vez que estou ansiosa como muito ou engordei porque casei passam a ser verdadeiras a partir do memento em que você acredita nelas ou as repete com freqüência.

Diga estou gorda em vez de sou gorda
Enquanto a primeira alternativa soa como algo momentâneo, a segunda é entendida pelo cérebro como uma característica da personalidade, o que costuma dificultar o emagrecimento.

Use frases afirmativas
Em vez de dizer eu não vou comer doces, diga eu quero comer saladas. De acordo com a PNL, quando você diz o que não quer, lembra-se justamente do que quer esquecer. Por exemplo: se alguém lhe disser para não pensar em um coelho vermelho, automaticamente pensará nele. O mesmo vale para os alimentos.

Tente sair da rotina
Tire um dia da semana para fazer tudo diferente: sente-se à mesa em outro lugar, use um prato diferente do que o de costume ou coloque uma música calma de fundo na hora da refeição. Vale também, por exemplo, experimentar um alimento que você sempre recusou por acreditar que não gostava. Ao final desse dia de testes, repare como se sente; se está mais disposta ou não; se está com fome ou saciada; ansiosa etc. Faça a avaliação e veja se vale a pena mudar algo.

Detalhe o que você quer
Ao afirmar que quer comer salada, por exemplo, diga qual o tipo, a quantidade, o tempero etc. De acordo com a PNL, quando você explicita bem o que quer, e enfatiza todos os pormenores, fica mais fácil atingir o objetivo.

Planeje, minuciosamente, aonde quer chegar
Imagine como será como emagrecer e descreva-se para si mesma, especificando onde estará, o que vai estar vestindo, comendo, fazendo etc. Quanto mais complexo for o cenário, mais seu cérebro poderá ensaiá-lo e perceber as oportunidades – quando surgirem – para atingi-lo.

Estabeleça prazo
Dividindo seus projetos por etapas você poderá calcular com maior facilidade quanto tempo irá gastar para atingir suas metas e imaginar quais são as dificuldades.

Veja quais ferramentas podem ajudá-la a alcançar os seus objetivos
Quais são os meios para iniciar e manter sua meta? De que precisa? Como vai obtê-la? Isso tudo precisa ser avaliado. Você pode concluir que caminhar é importante no seu emagrecimento. Mas, se tiver alguma dificuldade para fazer exercício, deve planejar o quanto antes como solucionar o problema.

Identifique quais são os gatilhos da sua fome
Repare: qual o horário e o local que você costuma repetir as refeições ou atacar um pacote de bolacha? Existe algum cheiro ou situação que estimule ainda mais seu apetite? Em caso de resposta positiva, comece a evitar essas ocasiões criando alternativas, como caminhar, ler um livro ou iniciar outra atividade que desvie sua atenção nesses momentos.

Lance metas que dependam apenas de você
Isso evitará o cancelamento da caminhada ou ida à academia porque sua amiga não pôde acompanhá-la.
 
Fonte: Modelle Center

Nenhum comentário:

Postar um comentário