domingo, 19 de janeiro de 2014

Bebidas de verão: veja os benefícios de cada uma!

Os dias mais abafados do verão podem nos tirar a fome, mas nunca a sede. Tem quem não consuma água com a regularidade devida, mas não despensa outras bebidas a fim de se refrescar. Isso porque sucos, água de coco, cerveja, vinho e alguns destilados são capazes de trazer o frescor que buscamos na estação mais quente do ano, segundo a sommelière Sonia Denicol e a nutricionista Andrea Zaccaro.

“Em sua maioria, os vinhos brancos são os mais refrescantes. Escolha os que têm teor alcoólico de até 12,5%, com maior acidez e caráter frutado. Isso porquê os mais encorpados e com teor alcoólico acima de 14% são mais pesados e, com certeza, darão mais sensação de calor do que refrescância”, ensina a sommelière da Sonoma, site de curadoria de vinhos e gastronomia.
Já a nutricionista, que é vice-presidente da Associação Brasileira de Nutrição Esportiva, aponta sucos naturais e água de coco como importantes hidratantes para a temporada. A cerveja também pode ser uma bebida aliada da saúde, mas se consumida com moderação. "Pesquisas sobre o seu consumo moderado e implicações na saúde têm trazido importantes resultados. Um deles é a proteção contra doenças cardíacas devido ao potencial antioxidante da cerveja – proveniente dos ingredientes, como lúpulo e cevada. Além de seu baixo teor alcoólico, que varia entre 3 e 8% em média”, comenta. 

Segundo a sommelière Sonia Denicol, em sua maioria, os vinhos brancos são os mais refrescantes. “Procure os que têm teor alcoólico de até 12,5%, com maior acidez e caráter frutado. Estas informações, normalmente, estão indicadas no rótulo. No entanto, essas características são mais comuns nos vinhos brancos, mas também podem ser encontradas em bons tintos e roses”.
A especialista lembra que é importante comprar de acordo com a indicação, já que nem todo vinho branco é leve. “Existem vinhos brancos encorpados e com teor alcoólico mais elevado. A regra vale também para alguns tintos que oferecem opções menos encorpadas, com teor de álcool mais moderado e acidez mais refrescante. Isso, com certeza, não significa qualidade inferior”, explica. “Vinhos super encorpados, com teor alcoólico acima de 14% e passagem em barricas de carvalho, são mais pesados e, com certeza, darão mais sensação de calor do que de refrescância. Então, o melhor é reservá-los para os dias mais frios”, ensina. Cem mililitros de vinho branco possuem 134,4 calorias.

No caso das bebidas alcoólicas, quando se quer algo refrescante, é importante escolher aquelas que não são muito encorpadas e nem contenham teor alcoólico muito elevado. Isso porque elas tendem a promover mais a sensação de calor”, explica a sommelière. “Para os amantes do whisky, por exemplo, a melhor opção é a chamada ‘On the Rocks’ – a bebida com pedras de gelo. Já os destilados, como cachaça e vodka, caem melhor quando misturados a suco de frutas e gelo nas tradicionais caipirinhas e caipiroskas”, explica.

a nutricionista Andrea Zaccaro lembra que tanto o suco quanto as frutas em si são ótimos aliados da alimentação nos dias quentes. “São fontes de vitaminas, minerais, fibras e carboidratos. Como eles possuem baixo teor de gorduras, facilita a digestão”, explica. “E seu alto teor de água contribui para manter o corpo sempre hidratado. Para que a ingestão de vitaminas e minerais sejam otimizadas, o ideal é que o consumo de frutas seja o mais variado possível, apesar de ser uma opção bastante saudável. Segundo o Guia Alimentar para a População Brasileira, a recomendação de ingestão é de três porções de frutas ao dia”. O suco de laranja tem 39 calorias e a limonada 22 calorias – por porções de 100ml.

Água de coco é bebida menos calórica

São 22 calorias a cada porção de 100ml. “Sua composição é basicamente água (93%) e açúcares (5%). Por conter minerais e vitaminas, como sódio, potássio e vitaminas C e do complexo B, em quantidades mais significativas, a água de coco tornou-se um importante repositor hidroeletrolítico. Este que auxilia no controle de entrada e saída de líquidos no organismo. Mas deve-se considerar que sua composição pode sofrer variações, dependendo do grau de maturação e região onde o coco é cultivado”, comenta a nutricionista.

Cerveja, com moderação, pode ser aliada da saúde

É quase impossível não relacionar a bebida com o verão e as celebrações. E quando consumida com moderação, segundo a nutricionista, “além de refrescante, possui propriedades nutricionais bastante interessantes e tem se destacado no meio científico nos últimos anos. Pesquisas sobre o seu consumo moderado e implicações na saúde têm trazido importantes resultados. Entre eles, a proteção contra doenças cardíacas devido ao potencial antioxidante da cerveja – proveniente de seus ingredientes, como lúpulo e cevada -, e o baixo teor alcoólico, que varia entre 3 e 8% em média”.
“Além disso, estudos já comprovaram não haver nenhuma relação direta entre o consumo moderado de cerveja, o aumento de obesidade abdominal e o percentual de gordura corporal”, lembra a nutricionista. A cerveja possui 40 e o chope 60 calorias por porção de 100ml

Fonte MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário