sábado, 24 de agosto de 2013

Anemia Ferropriva



O que é:

A anemia ferropriva é causada por deficiência de ferro no organismo. Ela gera sintomas como fraqueza, desânimo, palidez cutânea e nas mucosas, sensação de desmaio e nos casos mais graves irritabilidade e ansiedade.
Seu tratamento é feito com a suplementação de 60mg de ferro por dia durante aproximadamente 4 meses e uma dieta rica em ferro.

Sintomas da Anemia Ferropriva

Os sintomas da anemia ferropriva incluem:
  • cansaço;
  • fraqueza generalizada;
  • sono;
  • incapacidade de praticar exercícios;
  • tontura;
  • sensação de desmaio;
  • palidez cutânea e das mucosas;
  • dificuldade em concentração;
  • lapsos da memória;
  • dor de cabeça;
  • unhas fracas e quebradiças;
  • pele seca;
  • dor nas pernas;
  • inchaço nos tornozelos;
  • queda de cabelo;
  • falta de apetite;
  • acidente vascular cerebral (quando muito grave) e
  • infarto do miocárdio (maior o risco quanto maior for sua gravidade)

Causas da Anemia Ferropriva

Ela pode ser causada pela alimentação pobre em ferro, perdas sanguíneas ou devido a pouca absorção de ferro pelo organismo e é facilmente diagnosticada através dum hemograma específico para analisar a ferritina.
Outra possível causa da anemia ferropriva é a presença de sangue nas fezes, que pode ser gerada, dentre outros motivos, por uma hemorragia digestiva.
A anemia ferropriva, ao contrário do que se crê popularmente, não pode gerar leucemia.

Diagnóstico da Anemia Ferropriva

O diagnóstico da anemia ferropriva é feito através de exames laboratoriais como o hemograma, onde devem ser avaliadas especificamente a hemoglobina e a ferritina.
É considerado anemia quando hemoglobina é menor que:
  • 11g/dl para mulheres grávidas e crianças entre os 6 meses e os 6 anos de idade,
  • 12g/dl para mulheres adultas e
  • 13g/dl para homens adultos

Tratamento para Anemia Ferropriva

O tratamento da anemia ferropriva inclui a toma de 60mg de ferro diariamente e a ingestão de alimentos ricos em ferro como lentilha, salsa, feijão e carnes.
A ingestão de nutrientes ricos em vitamina C potencializa a absorção do ferro. Em contrapartida existem alguns alimentos que prejudicam a absorção do ferro como por exemplo os taninos e a cafeína encontrados no café e o oxalato presente no chocolate.
Fonte: Tua Vida

Alimentação para Artrose

INFORMAÇÕES SOBRE ALIMENTAÇÃO E ARTROSE



A osteoartrite ( ou simplesmente artrite) é uma doença degenerativa causada pelo uso e desgaste da articulação. Tal desgaste pode ser natural pelo uso, idade e sobrepeso ( ARTROSE PRIMÁRIA ) ou ainda por traumas e lesões ( ARTROSE SECUNDÁRIA ). O seu tratamento pode ser medicamentoso, cirurgico ou ainda não-medicamentoso ( fisioterapia e exercícios físicos, hidroginastica, etc).
nutrição é uma alternativa na prevenção de inúmeras doenças crônicas, incluindo a osteoartrite. Os componentes dos alimentos podem ser úteis para alvos específicos e, se consumidos por um longo período, auxiliam o tratamento medicamentoso de inúmeras doenças crônicas.
Vale destacar que o mecanismo de destruição da cartilagem na osteoartite é multifatorial e que paralelamente alguns alimentos contêm múltiplos compostos ativos que atuam por várias vias.
Consequentemente, o cuidado com a alimentação pode ser uma opção interessante no manejo da doença ao aumentar a ingestão de certos nutrientes durante o tratamento supervisionado por um médico.
Quais nutrientes são recomentados para uma pessoa com osteoartrite ?
Ômega 3: encontrado no óleo de canola, soja e peixe fresco, o ômega-3 mostrou importante papel na diminuição da inflamação, fator constante na osteoartrite. ( O ômega-3 é transformado em um produto anti-inflamatório no organismo)
Vitamina E: a ingestão diária de vitamina E parece diminuir a dor em pacientes com osteoartite. Encontramos a vitamina E nas nozes, semente de girassol, kiwi, germe de trigo, grãos integrais, peixe, leite de cabra e vegetais verdes folhosos.
Vitamina C: a vitamina C ( ácido ascórbico) . Boas fontes de vitamina C são as frutas citricas como, laranja, limão e tangerina além da framboesa e morango
Manter uma alimentação saudável também auxilia na redução e manutenção do peso corporal, importantíssimo para a melhora da superfície articular comprometida.
Fonte; Blog do Dr.Marcos Britto