sábado, 1 de setembro de 2012

Transforme o junk food em comida saudável


 

Não é preciso abandonar o sanduíche e a batata para ter mais saúde. Veja como fazer


Getty Images
Transforme seu sanduíche em um prato saudável

Processados, cheios de gordura, sódio e calorias e de baixo valor nutricional. Essas são as principais características dos chamados junk food (comida lixo, em tradução literal), na qual estão incluídos sanduíches de redes de fast-food, batatas fritas, salgadinhos e refrigerantes, entre outros alimentos.

Abandonar a comida rápida e pronta, principalmente no cotidiano corrido de grandes jornadas de trabalho e trânsito, é difícil. Mas não é impossível. Se a busca é por um prato rápido, restaurante por quilo é a pedida mais certa.
“Mais rápido e prático do que pedir um prato à la carte e você ainda pode controlar quanto quer comer de cada alimento”, recomenda Paula Castilho, nutricionista funcional.
Nesse caso, aposte nos legumes e verduras e evite frituras e gorduras.
“Restaurantes por quilo possibilitam que você tenha uma refeição variada, pois existem opções de cereais, grãos, carnes, verduras e legumes”, completa a nutricionista Renata Pinotti, do Programa Integrado de Controle à Obesidade e Sobrepeso (Picos).
Quando o excesso de trabalho não permitir sair para almoçar, ainda assim dá para pedir em restaurantes com opções mais saudáveis, como por exemplo a culinária japonesa.
“O tepan de salmão é uma refeição saudável e pouco calórica”, indica Renata.
“Hoje é lei: todos os restaurantes têm de ter uma opção saudável, seja um lanche natural ou um grelhado com uma salada. Basta fazer a escolha certa”, adverte Paula.

Sanduíches também podem entrar no cardápio, desde que sejam escolhidos os ingredientes certos.
“Nada precisa ser abandonado, mas selecionado com consciência. É importante que a pessoa tenha prazer em comer alimentos saudáveis e escolha esses alimentos para o seu dia a dia”, aconselha Renata.
Para um sanduíche, em vez de hambúrguer, queijo amarelo, pão de farinha refinada e molho industrial, opte por frango, salada de alface fresca, tomate e queijo branco. O pão pode ser integral ou sírio. Para temperar, o molho de iogurte desnatado tem metade das calorias e ainda sustenta por mais tempo. Para acompanhar também não é preciso abrir mão das batatas , já que elas são ricas em vitaminas e não comprometem a dieta. O ideal, no entanto, é assá-las no forno, com um fio de azeite. Quem gosta, pode incluir alecrim , que tem efeito antisséptico e cicatrizante, além de ajudar na circulação.
Troque o refrigerante (rico em sódio e em açúcares) por água de coco ou suco.
“Quando se compara apenas a caloria, pode parecer que tomar um copo de suco é a mesma coisa que tomar um copo de refrigerante. Porém, ao escolher o suco você irá ingerir vitaminas, minerais e fibras importantes para o seu organismo. Já, em um copo de refrigerante você irá ingerir apenas calorias e nutrientes pouco desejáveis como o açúcar e o sal”, explica Renata.
Fonte: IG

Pastinhas light para aperitivo


Para a pasta de azeitona preta:
½ xícara (chá) de Margarina Light (90 g)
2 colheres (sopa) de azeitona preta sem caroço picada
2 talos de cebolinha verde lavados e em tirinhas
sal e pimenta-do-reino moída na hora

Para a pasta de ervas finas:
½ xícara (chá) de Margarina Light (90 g)
3 ramos de salsa lavados e picados
4 ramos de tomilho lavados e picados
3 ramos de alecrim lavados e picados
sal e pimenta-do-reino moída na hora

Para a pasta de frango:
½ xícara (chá) de Margarina Light (90 g)
½ peito de frango cozido e desfiado (200 g)
raspas de 1 limão
3 ramos de salsa lavados e picados
sal e pimenta-do-reino moída na hora

Fonte: Almanaque culinário