quinta-feira, 20 de setembro de 2012

BENEFÍCIOS DA AVEIA

Todo mundo já ouviu falar na aveia não é mesmo? Seja na forma de mingau ou acrescentada nos leites, bolos ou qualquer outro alimento.
A aveia é um tipo de carboidrato que contém fibra solúvel e insolúvel. A fibra é a parte estrutural das plantas, grãos, frutas e hortaliças que não pode ser digerida pelo nosso organismo e nem pode fornecer energia.  A fibra solúvel é responsável por diminuir a absorção de açúcar e gordura no nosso intestino. Isso é uma vantagem muito boa, pois em quantidade adequada auxilia na perda de peso.
Muito se tem estudado sobre a beta-glucana, uma fibra solúvel encontrada na aveia. Sabe-se que o consumo regular desta fibra ajuda a diminuir o colesterol sanguíneo, reduzir a pressão arterial e a controlar o diabetes. Esta fibra absorve água no intestino e forma uma pasta viscosa que ajuda na captura do colesterol dos alimentos e diminui sua absorção para o corpo.
A parte de fibra insolúvel da aveia é responsável por reduzir a chance de ter diverticulite, ajuda a eliminar substâncias que podem levar ao câncer e ajuda na regulação do trânsito intestinal.
Além desses fatores, a aveia contém muitos antioxidantes que previnem contra o envelhecimento e o aparecimento de doenças, contém zinco que auxilia na diminuição de acnes e melhora o sistema imunológico e contém boro, um mineral importante para a saúde dos ossos.
É muito importante destacar que as pessoas não consomem a aveia em doses adequadas. Muitos estudos demonstraram que o consumo exagerado da aveia (mais que 1 xícara de 250ml) levam a sintomas como inchaço e produção de gases aumentado. O consumo adequado varia com o organismo de cada pessoa e deve ser levado em consideração.
Para se ter os benefícios da aveia precisa consumí-la regularmente e de forma variada, ou seja, nas frutas, componente de bolos, como mingaus, no iogurte e etc.
Todas as informações aqui passadas não substituem uma consulta que deve ser com o profissional nutricionista.

fONTE: NUTRICIONISTA.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário