terça-feira, 6 de março de 2012

DIVERTICULITE


O cólon sigmóide é uma parte do intestino grosso sujeito à várias doenças e uma delas é a doença que se caracteriza pela presença de divertículos, sendo que o processo inflamatório e infeccioso que resulta na perfuração espontânea destes divertículos chama-se de diverticulite. Para entender melhor e saber Como Vencer a Crise de diverticulite quando ela se apresenta é bom sabermos um pouco mais desta doença.
A dieta para a diverticulite inclui o consumo de alimentos ricos em fibras para ajudar na formação do bolo fecal. Mas inicialmente quando o intestino encontra-se inflamado o ideal é não comer muitas fibras e seguir uma dieta líquida, à base de sucos de frutas naturais e sopas nas refeições principais.
Após 3 dias com a dieta líquida e com a toma dos medicamentos indicados pelo médico o intestino deverá estar menos inflamado e já será possível adicionar as fibras às refeições, embora esta passe a ser pastosa, após 3 ou 7 dias, o indivíduo poderá voltar a ter uma alimentação normal.
Algumas dicas de alimentos que podem ser ingeridos através da dieta líquida são todas as frutas em forma de suco ou em forma de vitamina, quando batidas com leite desnatado. Dentre os legumes e verduras estão a batata, cenoura, abóbora, abobrinha, lentilhas, beterraba, caldinho de feijão, mandioca, couve e espinafre.
Na dieta pastosa pode-se optar por passar ligeiramente no liquidificador arroz com caldinho de feijão, purê de batata com cenoura e frango desfiado, por exemplo. À medida que as dores vão diminuindo o indivíduo pode voltar à sua alimentação normal, tendo o cuidado de incluir as fibras às refeições optando por alimentos integrais, sempre que for possível.

O que não comer na Diverticulite

Confira o que não se deve comer em caso de diverticulite. A diverticulite é uma doença inflamatória do intestino que causa sangramento, dor e desconforto. Durante a vigência da doença não se deve comer alimentos como:
· Tomate;
· Pepino;
· Goiaba;
· Feijão com casca, o caldinho esta liberado;
· Brócolis;
· Lentilha;
· Nozes;
· Amendoim;
· Maracujá;
· Kiwi;
· Carnes vermelhas e gordurosas;
· Enchidos;
· Embutidos;
· Refeições congeladas;
· Alimentos enlatados.
Todos estes alimentos estão contra-indicados durante o tratamento da diverticulite, por causar gases ou por conter sementes que podem alojar-se nos divertículos aumentando a inflamação intestinal.
Durante o tratamento da diverticulite, seja ela crônica ou aguda, recomenda-se a ingestão de alimentos ricos em fibras, beber bastante água e fazer exercícios físicos.


Sintomas
Divertículos são pequenas bolsas que se formam a partir de um ponto em que a parede mais interna do intestino enfraquece. Nestes locais formam-se hérnias ou pequenas bolsas que tem comunicação com o interior do intestino. Esses divertículos podem variar em localização e número no intestino grosso, porém sua ocorrência é mais comum no cólon sigmóide e é onde também se dá com mais frequência a diverticulite. Será que sabemos Como Cuidamos Da Nossa Saúde? Antes de responder veja a seguir as principais prováveis causas deste mal que atinge tantas pessoas nos dias atuais.

Dieta
As evidências são muitas de que a dieta pobre em fibras, a constipação intestinal e a idade avançada são fatores que estão diretamente relacionados com o aparecimento de divertículos no intestino grosso sendo consequentemente também responsável pela formação de um quadro de diverticulite. A verdade é que devemos cuidar de nossa saúde desde muito cedo, pois os exageros na alimentação começam como Brincadeiras de Criança e anos mais tarde vão sofrer as conseqeências destes atos.
Por isso, sempre que estiver acima do peso se empenhe e faça Dietas para Emagrecer, pois só terá a ganhar com isso, visto que a Obesidade também é considerada um fator que irá ajudar no desenvolvimento da doença. As estimativas são de que a maior parte das pessoas acima de 85 anos tem diverticulose e destes, 10 a 20% terão esse quadro evoluído para diverticulite.

Diverticulite
É preciso que você Não Esqueça que, apesar de ser uma doença mais comum em pessoas idosas, jovens também podem sofrer com este mal e quando isto acontece os sintomas são mais fortes e muitas vezes podem ser bem mais graves do que em pessoas de mais idade. Bom lembrar também, que a maioria das pessoas que tem divertículos no intestino grosso não tem sintomas e assim passa a vida sem qualquer incomodo e muitas vezes sem sequer saber que tem a doença.
Quando os sintomas se fazem presentes são em forma de alterações no hábito intestinal, cólicas, diarreias ou dor abdominal do lado esquerdo, que, geralmente, passa após a evacuação. É comum que muitos não façam a distinção dos sintomas e somente com o diagnóstico médico é que terão a confirmação da doença. Entretanto, a dor quando temos um quadro de diverticulite é de intensidade moderada a forte do lado esquerdo do abdômen e quem já passou por uma crise é capaz de identificar na hora. Como não existem Receitas Mágicas para debelar a doença, deve-se procurar de imediato o consultório médico ou o pronto-socorro.

Fonte: Culura mix e mais saúde

8 comentários:

  1. Minha mãe tem um problema sério de Diverticulite, já ez cirurgia e sempre volta as compicações, que são associadas com dor na Ureta e Fistula no Anus! Gostaria de saber que dietas liquidas que posso fazer para minha mãe? Grato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sérgio,
      No texto acima tem sugestões das preparações, como sopas, sucos e vitaminas. Tudo coado. Isto deve ser feito durante 3 dias e depois passar para pastosa e normal com fibras.O intestino deve funcionar sempre, caso contrário, as dores voltarão.
      Atenciosamente,
      Patrícia Mendes

      Excluir
  2. Boa noite
    Gostaria de sua ajuda
    tenho diverticulite e ja retirei o sigmoide (10/2011), tive uma crise a 15 dias .....
    Minha pergunta :
    Posso vez ou outra ir a uma churrascaria (estou fazendo uma dieta bem severa fibras + peixe , fibras+ frango etc.. )????
    Posso vez ou outra beber um chopp ou alguma bebida alcoolica ?? (ex 01 vez por semana )

    Grato

    Obs : seus comentarios sao otimos

    ResponderExcluir
  3. Cláudio,
    Olá!
    Este problema que tem é crônico, tem períodos de crise e fora da crise.Durante as crises não pode comer nada disto. Depois deve ter cuidado com as quantidades, qualidade e frequência dos alimentos proibidos na crise.Deve procurar seu médico e uma nutricionista para conhecer seu caso com detalhes e lhe orientar da melhor forma possível.
    Abraços,

    Patrícia Mendes

    ResponderExcluir
  4. Bom dia, meu esposo está em tratamento a uma semana, o médico passou medicamento e uma dieta somente à base de arroz, macarrão e carne, nada de fibras, ele se sente fraco e o médico disse que somente após 1 mês ele poderá retomar à alimentação com fibras, gostaria de saber se ele pode tomar Gatorade, para amenizar essa fraqueza ou além do que omédico passou, se ele pode comer mais algum tipo de alimento, obrigada.

    ResponderExcluir
  5. Seu marido foi internado? Ele teve a crise recentemente?
    Preciso de mais informações para te dar uma orientação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, no dia 12/06 ele teve febre de 39º, teve prisão de ventre e reclamou de dor na barriga, no dia 13 também, como pensávamos que era prisão de ventre ele tomou laxante e antespamódico mas não melhorou, no dia 14 ele piorou e fomos para o hospital. Foram feitos exames de sangue, urina, ultrasonografia e somente na tomografia é que o médico disse que era diverticulite, ele não foi internado mas o médico disse que ele deveria voltar após 72 horas para reavaliação. Foram passados Metronidazol e Ciprofloxacino, por 3 semanas, inclusive ele está na última semana da medicação, além disso o médico disse que ele só poderia comer arroz, macarrão e carne sem excesso e nada de fibras. Estamos fazendo direitinho tudo que o médico pediu mas até o dia de hoje ele reclama de um desconforto como se estivesse com prisão de ventre apesar de estar conseguindo ir ao banheiro, também sente uma leve dor no local (esquerdo) quando deita de barriga para cima ou aperta. Na reavaliação o médico disse que ele não precisava ficar internado e que depois de 1 mês poderia voltar a comer fibras, por isso gostaria de saber se ele pode além do que o médico mandou, comer outras coisas pois ele se sente fraco. Muito obrigada pela atenção.
      Meire (esposa).

      Excluir