domingo, 26 de junho de 2011

Receitas de liquidificador

Receitas de liquidificador
A praticidade de fazer bolos, tortas e sopas com o utensílio doméstico que os chefs adoram
Na culinária caseira ou na profissional, o básico liquidificador continua sendo peça fundamental. Rápido e prático, ele faz pratos gostosos num piscar de olhos, sem fazer muita bagunça na cozinha.

Apesar da idade avançada, cerca de 80 anos, a invenção norte-americana não parou no tempo e está cada vez mais moderna e potente. Para Marcelo Ozi, chef-executivo do paulistano Badebec, apesar das novidades no mercado de eletrodomésticos, o bom e velho liquidificador não perdeu espaço na cozinha profissional. “É um caminho rápido, perfeito para a correria do restaurante”, diz. Ele usa o utensílio para fazer maionese, molhos, cremes. “Com ele, dá para fazer receitas elaboradas de um jeito simples”.

Provas disso são a torta de batata e a sopa fria de tomate que o chef preparou especialmente para o iG Comida, junto com o imbatível bolo de iogurte com nutella. “A torta de batata feita em liquidificador fica com uma textura mais cremosa e homogênea do que a batida à mão”, diz ele. Além, claro, de o preparo ser muito mais rápido. “Dá para deixar as batatas cozidas na geladeira, bater e já fritar”. Outro jeito de servi-la é em canapés. “Basta cortar em quadradinhos, botar em cima de um pedaço de pão e finalizar com usando anchova ou camarão.”

A mistura com bacalhau proposta por Marcelo é uma ótima opção para a Páscoa. “Mas dá para fazer essa torta com carne de porco, carne seca, frango, carne moída.” O bolo de iogurte também aceita variações. “A nutella pode ser substituída por doce de leite, goiabada ou chocolate”, diz o chef. Agora, é anotar as dicas do chef, separar seus ingredientes preferidos e fazer barulho na cozinha!

Segredos de liquidificador:
- Coloque os ingredientes líquidos primeiro, senão a mistura não bate direito e ainda se corre o risco de estragar o eletrodoméstico.
- Preparações que levam azeite e manteiga devem ser batidos em potência mais baixa para não desandar.
- Quando for bater algo quente, mantenha o copo bem fechado. O líquido tende a subir.
- Lave muito bem o utensílio depois de usar, principalmente se bater algo que tenha gordura.
- Dê preferência aos copos de plástico. Os de vidro quebram com facilidade.

Fritada de batata com bacalhau

Rendimento: 6 porções


Ingredientes
Para a fritada:
300 g de bacalhau
200 ml de molho branco (veja receita abaixo)
8 ovos
4 batatas médias
2 dentes de alho
1 tomate
½ pimentão
½ cebola roxa
½ cebola
Queijo ralado, azeite, sal e pimenta-do-reino a gosto

Para o molho branco:
20 g de manteiga
20 g de farinha de trigo
400 ml de leite
1 cebola
1 folha de louro
Cravo a gosto, noz moscada e sal a gosto

Modo de preparo
Para a fritada:
1. Refogue o bacalhau com pimentão, tomate, cebola roxa e reserve.
2. Prepare uma tortilha de batata: bata no liquidificador até ficar homogêneo batatas cozidas com sal, o refogado de cebola e alho, os ovos, a pimenta-do-reino, acerte o sal.
3. Num refratário untado com azeite, coloque a massa da tortilha, por cima o refogado de bacalhau e cubra com molho branco e queijo ralado.
4. Leve ao forno para gratinar.
5. Sirva em seguida, com um pouco de cebolinha picada por cima.

Dica do chef: espere as batatas cozidas esfriarem antes de bater no liquidificador para o ovo não coagular.

Para o molho branco:
1. Ferva o leite com a cebola, o cravo e a folha de louro.
2. Derreta a manteiga e misture a farinha.
3. Coloque o leite aos poucos e cozinhe por 40 minutos.
4. Coloque o sal e noz moscada.

Antes de servir, leve a sopa à geladeira por alguns minutos.

Sopa fria de tomate

Rendimento: 5 porções

Ingredientes
3 tomates
1 pimentão vermelho
1 cebola
3 dentes de alho
100g de pão italiano
1 colher de maionese
100 ml de azeite extra-virgem
Sal a gosto
Pimenta-do-reino

Modo de preparo
1. Numa assadeira, coloque os tomates e o pimentão sem as sementes, a cebola cortada em rodelas, o alho cortado ao meio e o pão italiano. Leve ao forno a 180°C até dourar.
2. Retire da assadeira e despeje os ingredientes no liquidificador. Junte a maionese e o azeite.
3. Tempere com sal e pimenta, coloque 6 cubos de gelo e bata até ficar homogêneo. Se precisar, coloque um pouco de água.
4. Leva a mistura à geladeira por alguns minutos.
5. Sirva a sopa fria.

Fonte: IG

Quiche Lorraine


De onde vem?

“Uma torta aberta recheada com uma mistura de ovos batidos, creme de leite e pedaços de bacon.” Assim a quiche é descrita na enciclopédia culinária Larousse Gastronomique. Mas essa é a receita tradicional, a Lorraine, criada na França, na região que a batiza. A simples tortinha aceita recheios variados e é sucesso no mundo todo.

Elas estão em toda parte. Em restaurantes, cafés e até em vitrine de padarias. E são servidas em tamanho coquetel, individual ou grande. Quem a vê assim, em quase toda esquina e com tantos formatos, nem imagina a tradição que ela carrega. Mas a quiche existe desde o século XVI, quando ainda era preparada com base de pão.

Na versão moderna, o recheio cobre uma massa tradicional (de farinha e ovos) ou folhada. Outra grande diferença das tortinhas de hoje é o recheio, que ganhou outros sabores e cores. Cogumelos, legumes, cebola, embutidos, frutos do mar: tudo isso pode aparecer na receita, desde que acompanhados de ovos batidos e leite ou creme de leite. Fica gostosa com salada e vale por uma refeição completa.

Com as dicas do chef Lindomar Bezerreira, do paulistano Le Tire-Bouchon o preparo em casa vai ficar ainda mais fácil. Capriche no recheio e bon appetit!

Dicas de chef para variar a quiche:

- Queijo, creme de leite, leite e os ovos são base para qualquer recheio.

- Leite deve ser sempre misturado ao creme de leite, para uma torta mais leve.

- Desde que não soltem muita água, como o tomate, todos os ingrediente vão bem no recheio.

- É importante assar primeiro a massa. Como o tempo de cozimento do recheio é bem rápido, assim você garante que ninguém coma massa crua.

- Para saber se o recheio está cozido, basta colocar um palitinho. Se sair sem resíduos, está pronto.

Quiche Lorraine


Rendimento: 2 tortas

Ingredientes
Para a massa:
250g de manteiga
500g de farinha de trigo
5 gemas de ovo
Sal e pimenta a gosto

Para o recheio:
15 ovos
750ml de creme de leite fresco
500ml de leite integral
1 talo de alho-poró fatiado
150g de queijo de cabra
Sal e pimenta a gosto

Modo de Preparo
Para a massa:
Derreta a manteiga e misture com a farinha, as gemas o sal e a pimenta. Amasse bastante, até dar liga. Em seguida abra a massa em uma forma de fundo falso e asse a 120°C por 20 minutos. Reserve.

Para o recheio:
Misture o leite e o creme de leite e reserve. Quebre os ovos em uma tigela e reserve. Em uma vasilha junte a mistura reservada, os ovos o alho-poró, sal, pimenta, o queijo de cabra e misture bem.

Finalização
Junte o recheio a massa pré-assada, depois asse tudo por 30 minutos a 140°C. Sirva quente.

Para torná-la light: use margarina light, queijo minas, leite desnatado e farinha integral.

Fonte:IG