segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Como deve ser sua ceia de natal

Raio-X da ceia de Natal
Descubra o valor nutricional dos principais alimentos e veja quais devem ser consumidos com moderação.







As festas natalinas e de ano-novo estão se aproximando e, como de costume, elas estão sempre acompanhadas de alimentos deliciosos. São verdadeiras tentações, difíceis de resistir. Mas é preciso ter cuidado para evitar exageros, caso contrário a festa pode terminar mais cedo, com uma bela de uma indigestão.

Quem estiver em “operação verão”, empenhado em queimar calorias para fazer bonito nas praias e piscinas, pode ainda adotar algumas precauções extras. Mas não é preciso radicalizar: “se a pessoa costuma se alimentar adequadamente, de forma balanceada, e comer algum alimento muito gorduroso uma vez, ela não vai ganhar peso.”

A lição é da nutricionista Fernanda Granja, especialista em nutrição funcional e fisiologia do exercício. Ela explica que o segredo está na moderação e, se for para “chutar o balde”, que seja apenas uma vez. “A dica mais importante é deixar os exageros, se necessários, para um único dia e não para o mês inteiro, já que são muitas comemorações juntas”, recomenda.

Mesmo assim, se você continuar preocupado com a balança, dê preferências a frutas, verduras, legumes, azeite, oleaginosas e carnes magras. “E faça isso tanto na ceia como na alimentação de uma forma geral”, sugere a nutricionista.

Outra dica é evitar os molhos gordurosos na hora de temperar a carne e, se possível, comê-las grelhadas. “É interessante o uso de alimentos integrais. Troque o arroz comum pelo integral, bem como as massas”, afirma Fernanda.

Isso já vai fazer muita diferença no conjunto da refeição, dando espaço ainda para a pessoa poder aproveitar o melhor da festa: a sobremesa. “Opte também por um único tipo de sobremesa. Salada de frutas com sorvete é uma boa pedida, a salada de frutas tem poucas calorias e a bola de sorvete dá o tom de festa”, recomenda a nutricionista Flavia Moraes, coordenadora do departamento de nutrição da Mundo Verde.

Petiscos de Natal

A ceia de Natal não é apenas uma refeição, apreciada na hora de se sentar à mesa. Ela costuma ser antecedida de petiscos e bebidas, enquanto a família e os amigos conversam.

A escolha dos alimentos certos ajuda a dar o clima certo ao ambiente. “Faça um mix com castanha do Pará, castanha de caju, amêndoas, avelãs, nozes, amendoim, uva-passas, damascos e tâmaras secas e deixe as pessoas se servirem enquanto esperam a ceia. Elas são super saudáveis, mas são calóricas, então não exagere!”, recomenda Fernanda. Uma grande vantagem destes petiscos é ter gorduras do bem, necessárias ao controle do colesterol e da pressão, entre outros benefícios.

Outra dica é montar uma cesta com frutas já picadas. “Incentive os convidados a comerem as frutas e as oleaginosas junto”, sugere a nutricionista. Isso irá fazer com que eles cheguem à refeição principal com menos fome, o que reduz o risco de exageros.

Bebidas digestivas

Em caso de excessos, uma bebida digestiva pode ajudar. “Misture suco de limão batido com água gaseificada e hortelã”, recomenda Fernanda. Ela explica que alecrim e outras frutas também podem ser usadas com sucesso.

“Suco de uva integral sem açúcar: rico em antioxidantes combina muito com refeição e pode muito bem substituir o vinho”, acrescenta.

Peru ou Tender

Se tiver que escolher, escolha o peru. "Peru e bacalhau são as opções mais saudáveis de carne para o Natal porque são excelentes fontes de proteínas e apresentam baixa quantidade de gorduras", afirma a nutricionista. Na hora de servir a carne, coloque o molho a parte. Os molhos costumam ser grandes vilões, altamente calóricos. Se puder, evite.

Outra dica importante é usar óleo de coco no lugar da manteiga para preparar o arroz. “O óleo de coco ajuda na queima de gordura corporal e aumenta o bom colesterol (HDL) combatendo as doenças cardiovasculares”, ressalta Fernanda.

Fonte: IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário