sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Óleo de Cártamo


Óleo de Cártamo Anvisa! O Óleo de Cártamo, diferente do que muitos falam, não é proibido pela Anvisa. Como o Óleo de Cártamo não tem sua origem de cultura no Brasil, ele é enquadrado na categoria de novos alimentos ou ingredientes. É obrigatório constar no rótulo data de fabricação e validade.

Em 2009 a Anvisa interditou alguns lotes de Óleo de Cártamo de no mínimo cinco empresas, pois, aquelas amostras continham a substância Ácido Linoléico Conjugado (CLA). Alimentos e produtos que contenham CLA estão proibidos de serem comercializados desde o ano de 2007 no Brasil, justamente por não ser reconhecida sua eficácia.

O CLA não faz parte da composição do Óleo de Cártamo, porém o Óleo de Cártamo é matéria prima na produção sintética do CLA que nada mais é que o ômega 6. Ou seja, você pode consumir o Óleo de Cártamo sem medo de estar agindo de forma ilegal, porém deve ficar atento aos produtos proibidos pela Anvisa, uma vez que a Anvisa conta com inúmeros especialistas e cientistas para avaliar cada novidade que apareça prometendo muitas vezes de forma milagrosa, trazer benefícios ao organismo. Ainda hoje o CLA não pode ser comercializado em território nacional, sobre pena de multa para quem o fizer.

Óleo de Cártamo
Óleo de Cártamo! O Óleo de Cártamo já é muito consumido em diversos países e não faz muito tempo que chegou ao mercado brasileiro. O Óleo de Cártamo é considerado um poderoso antioxidade natural, auxiliando a perda de peso de forma natural, pois ativa enzimas do organismo que provocam o corpo a queimar sua própria gordura.

O uso do Óleo de Cártamo é amplo e se dá principalmente como óleo de cozinha, se tornando uma opção mais saudável para sua família. É possível encontrar cápsulas de Óleo de Cártamo para vender nas casas naturais ou sites que disponibilizam o produto. Estudos também comprovam que o Óleo de Cártamo ajuda a prevenir contra infartos e problemas de pressão, pois auxilia na circulação sangüínea, combatendo o engrossamento do sangue. Devido a esse fato, é um poderoso auxiliar no combate ao AVC ( acidente vascular cerebral).

Além de todos esses benefícios o Óleo de Cártamo contribui com o colesterol bom do organismo (HDL), e ainda tem se mostrado como fonte de energia natural ao lado do girasol e da mamona.

Se você tem interesse em consumir Óleo de Cártamo, adquira seu produto na forma de óleo de cozinha e cápsulas e siga corretamente o modo de usar para não cometer exageros.

Efeitos colaterais e contra indicação

Por ser um produto relativamente novo, surgem muitas dúvidas sobre o óleo de cártamo, principalmente quanto ao seu modo de usar e aos malefícios que pode causar a saúde. A princípio, especula-se que ele pode aumentar o fígado do usuário, além de não ser recomendado durante a gravidez ou período de amamentação. Mas essas são informações importantes que este blog não possui. Então, a recomendação é que, antes de utilizar o óleo de cártamo, você consulte um médico ou nutricionista de confiança.



Fonte: óleo de cártamo

Nenhum comentário:

Postar um comentário