domingo, 28 de agosto de 2011

SONHO


Sonho

Para a massa

500g de farinha de trigo
50g de fermento biológico fresco
1 copo de água
100g de açúcar
100g de manteiga ou margarina
1 colher (café) de sal
3 ovos
1 pitada de baunilha

Para o recheio

250g de açúcar
1/2 litro de leite
4 gemas
75g de farinha de trigo
1 colher (sobremesa) manteiga
1 pitada de baunilha




Modo de Preparo:

Para a massa
Em uma vasilha (ou batedeira) misture 50 g de farinha de trigo, fermento e um pouco de água. Deixe descansar por 10 minutos. Depois, adicione o restante dos ingredientes e faça uma massa bem macia. Coloque dentro de uma vasilha untada com óleo e cubra com filme plástico. Deixe crescer por 20 minutos. Após o crescimento faça os modelos desejados. Se for fritá-los, peneire farinha de trigo. Caso deseje assá-los, pincele com ovos mexidos. Espere novamente o crescimento dos modelos até dobrarem de volume. Leve ao forno pré-aquecido a 190ºC ou frite-os no óleo com fogo médio. Espere esfriar e recheie.

Para o recheio

Em uma panela coloque a metade do açúcar e o leite para ferver. Em uma vasilha coloque as gemas e a outra metade do açúcar e bata com um fouet até as gemas branquearem. Depois, adicione a farinha de trigo e reserve. Assim que o leite ferver adicione um pouco deste na mistura e, em seguida, leve para cozinhar mexendo sempre para que não empelote. Assim que o creme engrossar apague o fogo, adicione a manteiga e a baunilha e mexa até fica homogêneo. Coloque o creme em uma vasilha e cubra com filme plástico rente ao creme. Espere esfriar e recheie os sonhos.


**Receita da padaria Benjamin Abrahão, em São Paulo

Dicas para sonhos gostosos:

• Depois de terminar a mistura do fermento, da massa e do recheio deve-se cobrir os sonhos com um plástico fino ou peneirar farinha por cima. Ou ele pode ficar ressecado e com gosto de velho.
• Não misture toda a farinha de uma vez só. Vá acrescentando aos poucos, enquanto a batedeira se encarrega de misturá-la.
• É fundamental também que não se coloque toda a água logo no início. Se a massa atingir o ponto, nem vai ser preciso usá-la na receita.
• Se a receita pede tempo para a massa crescer, não adianta adiantar os ponteiros do relógio. Quem perder a paciência, poderá ter um sonho com gosto de fermento ou aparência de velho.
• Se você optou em fritar o sonho tome cuidado para que o óleo não fique nem muito frio, nem muito quente. A gordura não pode ficar borbulhante, tem que apenas estar fervendo. O ponto errado pode encharcar o doce ou deixar seu interior cru.
• Na hora de rechear, tome o cuidado de colocar o creme de confeiteiro (ou outro de sua preferência, como goiabada ou Nutella) apenas nas bordas do sonho. Assim, você não corre o risco de ele transbordar na primeira mordida.

Fonte: IG

Nenhum comentário:

Postar um comentário