quarta-feira, 8 de junho de 2011

Dietas radicais podem fazer você engordar ainda mais


Fuja das atitudes que comprometem a saúde e o bem-estar

Perder peso não é como algumas outras atividades da vida, que se pode resolver por impulso, sem pensar ou pesquisar sobre o assunto. Muita gente pensa que comer menos de uma hora para outra ou parar de comer vai fazer com que a silhueta apareça mais fina no espelho na manhã seguinte, e as calças, mais largas. Puro engano.

As armadilhas
Pular refeições, reduzir demais a quantidade de comida no prato ou ficar horas sem mastigar algo faz mal, alertam os nutricionistas. Segundo eles, comer de maneira errada prejudica a saúde, faz subir o risco de ter anemia e baixa a imunidade.

Para a professora de Nutrição da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Anita Sachs, a pior atitude é pular refeições. "Não adianta. O problema é que, com essa atitude, você retira nutrientes essenciais do corpo e faz o metabolismo ficar mais lento. Assim, seu corpo trabalha menos e gasta menos energia, além de armazenar uma quantidade grande de gordura, porque ele não sabe quando será alimentado de novo". Ela acredita que não almoçar, por exemplo, fará com que no jantar a pessoa coma mais para se sentir satisfeita.


Negar-se a tomar o café da manhã também não é nada proveitoso. "São mais de quatro horas sem se alimentar, o que pode causar lentidão dos movimentos, dores musculares e de cabeça, tontura, raciocínio confuso, perda de memória, até desmaios. Como o organismo está há 12 horas em jejum, fica exposto a infecções, pois está fraco pela falta de nutrientes"

O corpo entende que, se a pessoa está sem se alimentar por um longo período, ela corre o risco de morrer de inanição. Numa situação de fome, o nível de T3, hormônio da tireoide e importante para a ativação de várias células, inclusive os neurônios, é diminuído.

A forma de o corpo as proteger é frear o gasto calórico em todas as nossas atividades, inclusive respirar, pensar e falar, o que resulta em fraqueza, sono e preguiça.


Fazer muitos exercícios na academia em jejum também não é recomendado, pois o nível de glicose no sangue pode estar muito baixo (hipoglicemia). Aí o organismo vai passar a consumir proteínas e você perde massa magra (músculos), e acaba ficando mais fraco. Seu rendimento cairá e se sentirá mais cansado.

Controle os impulsos
Dominadas por uma fome absurda, as pessoas procuram produtos que dêem sensação de prazer e saciedade, como sanduíches, chocolates e doces, e não pratos de alface, cenoura ou brócolis.

Se você pretende passar o dia na torradinha, melhor mudar de ideia. Caso tenha pensado em ficar beliscando, também não é uma boa opção pois as calorias contidas em petiscos acabam engordando muito mais do que uma refeição.

Então não tem jeito, o negócio é se alimentar corretamente, de preferência a cada três horas e de forma leve, para não debilitar o corpo e poder viver melhor do seu dia, correndo, andando, trabalhando, malhando e tendo energia para praticar todas as atividades que lhe fazem bem.

No quesito comer, é preciso deixar os planos mirabolantes de lado e seguir o que deixará você e seu corpo mais felizes.

Fonte: Yahoo

Nenhum comentário:

Postar um comentário