sábado, 15 de agosto de 2009

Dicas importantes para gestantes

Leia as dicas para uma boa alimentação durante a gestação

1.Proteínas - Assim que a gravidez é confirmada, prescrevo uma dieta à base de leite, ovos quentes, coalhadas, queijo fresco, carnes magras, peixe, frango, fígado, verdura e legumes, afinal a carne, os músculos e ossos do bebê necessitam de proteína para se formarem. O nutriente também é muito importante no terceiro trimestre de gestação, a fase de ganho de peso do seu filho. Vale lembrar que o queijo de leite fresco não pasteurizado é a melhor opção por afastar o risco de brucelose, doença crônica causada por laticínios contaminados por bactérias, sugere.
2. Coma para dois e não por dois Não se deve dobrar a quantidade de alimento, mas sim garantir o aporte de nutrientes necessários para o desenvolvimento do feto, o que o obstetra ilustra com números: A gestante precisa de 1/6 a mais de calorias do que antes da gravidez. Se ela ingerir o dobro, vai ganhar peso demais. Portanto capriche nos legumes, verduras, cereais, carnes magras e faça refeições bem variadas, para garantir tudo o que vocês dois necessitam.
3. Esqueça o cafezinhoCafé, chá preto, refrigerante de cola e alguns achocolatados todos ricos em cafeína dificultam a absorção do cálcio pelo organismo, além de estimularem o sistema nervoso central. Embora a toxicidade da cafeína não tenha ainda sido estabelecida para o feto, sabe-se que ela atravessa a placenta e por isso pode ser prejudicial.
4. Consuma (mais) cálcio O mineral também é necessário para a formação de ossos e dentes do bebê, além de indispensável para o bom funcionamento do organismo materno. A cota diária recomendada durante a gravidez é 1200 mg por dia, o que equivale a três ou quatro porções, diz. As fontes? Leite e derivados, sardinhas com osso, suco de laranja e vegetais verde escuros, que são os que contêm cálcio na melhor forma de aproveitamento pelo organismo. A gestante também pode reforçar a ingestão aproveitando as cascas dos ovos. Basta lavá-las em água corrente, assá-las no forno, triturá-las e polvilhar este pó na comida.
5. Peça peixe no terceiro mêsPrincipalmente salmão! Rico em ômega-3, o peixe vai deixar o bebê mais inteligente. É nesta fase que o sistema neurológico do pequeno está sendo formado e estudos recentes apontaram a ligação entre o nutriente e o cérebro infantil.
6. Não pule refeiçõesAs calorias devem ser divididas por cinco ou seis refeições diárias, pois a digestão será facilitada, o intestino funcionará regularmente e os nutrientes serão bem aproveitados. Dessa forma, o metabolismo também é estimulado e a sobrecarga de energia com maior depósito de gordura é evitada. Caso você sinta enjoos matinais e pretenda pular o café da manhã, não faça isso! Ao acordar, é normal haver queda de pressão, já que a grávida passou a noite sem comer. Então, ela precisa se alimentar para equilibrar este quadro. Caso ela sinta enjoos, deve tomar um remédio indicado pelo seu médico, mastigar algumas bolachas salgadas (tipo água e sal) e permanecer deitada por cerca de 20 minutos. Logo ela poderá levantar e fazer o desjejum normalmente.
7. Prepare alimentos grelhados e assadosAfinal, as frituras devem ficar longe do cardápio para evitar o ganho exagerado de peso e as carnes cruas estão fora de questão. Os especialistas concordam que carpaccio, quibe cru, sushi, sashimi e similares proporcionam risco de intoxicação, amebíase, verminoses, salmonela... Risque do cardápio.
8. Deixe o saleiro longeO sal provoca retenção de líquidos, o que a deixará inchada. No terceiro trimestre, o controle deve ser mais rigoroso para afastar o perigo da pré-eclâmpsia, a temida hipertensão na gravidez.
9. Fique de olho no açúcar tambémO segredo para manter uma gravidez saudável é manter o equilíbrio, logo, controle o impulso de ter desejos por sorvete, bolos, chocolates e doces a toda hora. As guloseimas são ricas em gordura, que são difíceis de digerir e fermentam. E se você utiliza adoçantes, prefira os naturais, à base de estévia e sucralose. Os artificiais, como aspartame, ciclamato e sacarina podem causar má formação fetal.Para as grávidas que gostam de doces, podem fazer doces de frutas, utilizando a sucralose ( tipo forno e fogão) que pode ser levada ao fogo.Substitua a fruta do almoço por uma porção de doce de fruta caseiro, feito com sucralose.
10. Beba pelo menos dois litros de água por dia e nem uma gota de álcoolA água coloca o intestino para funcionar, melhora a circulação e contribui na produção de leite. Mas não é aconselhável a ingestão de líquido durante as refeições e você não pode esperar sentir sede, pois se beber muita água de uma só vez, sobrecarregará os seus rins. Quanto aos drinques, os especialistas são unânimes: o álcool pode afetar o desenvolvimento do bebê, então brinde a alegria de ser mãe com suco de frutas sem açúcar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário