sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Salpicão Light

Para fazer um salpicão light, boas dicas são adicionar frutas frescas na receita, legumes ralados ou picados e trocar a maionese por iogurte natural, utilizando temperos como ervas, alho e pimenta para dar mais sabor ao prato.Receita light excelente para a ceia de natal.

Ingredientes:
  • 1 peito de frango cozido e desfiado;
  • 1 cenoura ralada no ralo fino;
  • 1 maçã verde fatiada em rodelas finas;
  • 3 colheres de sopa de salsinha picada;
  • 1 xícara de chá de salsão cortado em fatias finas ou em pedacinhos;
  • 1/2 de xícara de nozes picadas;
  • Suco de 1 limão;
  • 1 pote de iogurte natural desnatado (cerca de 160 ml);
  • 1 dente de alho;
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • 2 colheres de sopa de uvas passas (opcional);
  • Sal e pimenta a gosto.
Modo de preparo:
No liquidificador ou no processador, Bater o iogurte, o suco de limão, o sal, a pimenta, o alho e o azeite no liquidificador. Em seguida, juntar em um recipiente os ingredientes batidos com as nozes, as uvas passas, a maçã, o salsão e o peito de frango desfiado. Misturar bem e armazenar na geladeira até a hora de servir.
Fonte: Tua Saúde

Conheça os 10 principais sabotadores de dietas

Fechar a boca, fazer exercícios físicos, ingerir mais água, escolher alimentos saudáveis, evitar doces e alimentos calóricos são alguns dos itens essenciais para quem entra nesta guerra e pretende de verdade ficar com o shape em dia.

Porém, quem nunca “escorregou” durante um processo de emagrecimento que atire a primeira pedra. De acordo com a endocrinologista da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (ISCM-SP), Dra. Rosália Padovanni, quanto mais restritiva e longa for a dieta, maiores são as chances do paciente “cair em tentação”. 
A profissional diz que passar fome é o primeiro erro. “A dieta tem que  ser equilibrada e o paciente precisa estar alimentado e  hidratado. Sentir fome acaba induzindo ao exagero e também facilita as famosas ‘escapadinhas’ do cardápio",  revela a endocrinologista. Outra dificuldade apontada  pela profissional é a ingestão de alimentos que as pessoas acham que são adequados para a dieta, mas que na verdade são grandes e cruéis sabotadores. Sabe aquela bolacha água e sal que parece ser inocente? Está na lista dos sabotadores. E a barrinha de cereal? Essa de saudável não tem nada e também faz parte da liga do mal.
Para você não se enganar mais a médica preparou uma lista com 10 alimentos que são consumidos em dieta e parecem inofensivos, mas que na verdade são grandes inimigos. Confira a lista abaixo:
Tempero pronto para salada: cuidado com molhos para saladas. Muitos utilizam como base a maionese, o catchup, a mostarda  e o queijo o que eleva consideravelmente a quantidade de calorias, gordura e sal. Esses molhos também apresentam em suas composições muitos conservantes e devem ser evitados. Opte pelos molhos caseiros, mas também não exagere na quantidade de azeite e evite acrescentar sal. Ervas frescas ou desidratadas são boas substitutas.
Bebidas alcoólicas: álcool e dieta definitivamente não combinam. Parar você ter uma ideia, uma lata de cerveja tem cerca de 150 calorias e uma caipirinha com 190 ml apresenta em média 250 calorias. Além das calorias, o álcool incha e promove a retenção de líquidos. Fique longe.
Suco de Frutas: eles parecem tão saudáveis na caixinha, mas não se engane. Ricos em açúcares, conservantes e nada saudáveis, esses sucos são apenas práticos, mas são calóricos e pobres em quantidade de vitaminas. Leia o rótulo e você ficará de boca aberta.
Bolacha de água e sal: está presente na maioria dos cardápios de dietas. Rica em gordura trans, gordura saturada, sal e conservantes a bolacha não tem em sua composição fibras e não é indicada para diminuir a saciedade.
Granola: essa engana, pois tem cara de produto natural e quem olha pensa é que saudável. Embora tenha fibras e promova saciedade, é rica em açucares e bem calórica.
Geleias: por serem feitas com frutas parecem saudáveis e inofensivas, mas concentram altos índices de açúcares, conservantes e corantes. A dupla torradinha com geleia de inocente não tem nada.
Frutas secas: No processo de desidratação, as frutas secas perdem água e concentram frutose, seu açúcar natural. Essa diminuição da água faz com que as frutas se tornem alimentos mais densos e compactos o que acaba enganando pois parecem ter poucas calorias! Mas 100g de uvas passas, por exemplo, tem a mesma caloria e quantidade de açúcar que 300 g de uva normal.   Assim, caso você queira consumi-las, coma sempre pequenas quantidades e de preferência acompanhadas de uma proteína magra (iogurte desnatado ou queijo light) ou gordura boa (castanha-do-pará, noz ou amêndoa). Algumas vantagens deste alimento são a excelente contribuição de fibras, facilidade de armazenamento e o fato de durarem mais e serem uma alternativa saudável para os clássicos lanches ou inclusive para matar a fome que aparece entre as refeições. 
Barrinha de cereal:  Prática, a barrinha cabe na bolsa e é facilmente encontrada em qualquer balcão de mercados, restaurantes e até farmácias. Tome cuidado, pois apesar das fibras em sua composição muitas são adoçadas com xarope de milho e tem muitos aditivos químicos. Opte por opções orgânicas e com fibras saudáveis como aveia e floco de arroz. Passe longe das barrinhas com chocolate ao leite  e não esqueça de ler com atenção o rótulo.
Queijo: Alguns queijos como os processados por exemplo podem conter muitas calorias!  Dê preferência por queijos light ou aqueles com menos gordura como o cottage e ricota. Se você não gosta do sabor dos queijo light ou daqueles menos calóricos, coma queijo com menos frequência, em porções menores ou escolha queijos de sabor forte, como parmesão, que oferecem muito sabor com uma porção pequena.
Produtos Diet: Um produto diet ou light nem sempre é isento de calorias. Pelo contrário, alguns produtos diet podem ter mais gordura e calorias que a versão regular! Portanto não se iluda. Leia sempre o rótulo antes de consumir.
Fonte: Life style

terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Decorações de natal para sua mesa ficar linda e saudável!

Olá Galera!
Vou postar aqui hoje mais algumas ideias  de decoração bem interessantes e saudáveis para vocês escolherem e enfeitar a ceia de natal de vocês!

1) Esta é uma árvore de frios e mini sanduíches.


2)  Esta é uma árvore de legumes!


3) Outra opção de árvore de legumes


4) Agora uma árvore de frutas!


Qual você mais gostou?
São ideias fáceis de serem feitas e gostosas.
Coloque aqui seus comentários!

Boas Festas!

Patrícia Brigagão Mendes
Nutricionista

Link: http:// árvore de legumes, árvore de frutas, árvore de sanduíches, ceia de natal,  ideias de decoração



domingo, 8 de dezembro de 2019

Sugestões de decoração de frutas para as Ceias de Natal e Ano Novo.


Resultado de imagem para decoração de mesas de  frutas natal


Resultado de imagem para decoração de mesas de  frutas natal


Resultado de imagem para decoração de mesas de  frutas natal


Resultado de imagem para decoração de mesas de  frutas natal

Decorar uma bela mesa de Natal ou Ano Novo traz um requinte e carinho aos que vem compartilhar estes momentos especiais com você. Seguem abaixo algumas ideias para deixar sua mesa bem chique e bonita, além de saborosa!

Resultado de imagem para decoração de mesas de  frutas natal






Resultado de imagem para decoração de mesas de  frutas natal



Resultado de imagem para decoração de mesas de  frutas natal





Gostou das dicas?
Espero que sua ceia fique maravilhosa!

Me siga nas minhas outras redes sociais!
Instagram: patriciamendes5897
facebook : Nuttrisaude e Patricia Brigagao Mendes

Patrícia Brigagão Mendes
Nutricionista

Link: https:// ceia de natal e ano novo, receitas, decoração de frutas, decoração de mesa, decoração de festas

Receita Natalina de Salpicão de Bacalhau!

Este mês de dezembro vou dedicar a dar dicas e receitas para as festas de fim de ano, decorações de mesas para ajudar vocês a terem lindas festas além de dicas para controle para este período para não ganharem ou perder um pouco de peso.
Hoje segue uma receita deliciosa que serve como salada na ceia de natal ou Ano Novo.
Bora experimentar? 

Resultado de imagem para salpicão de bacalhau

Ingredientes:
  • 200 g de presunto sem gordura cortados em cubinhos
  • 1 cenoura crua ralada
  • 1/2 lata de ervilha
  • 1/2 lata de milho
  • 1 tomate picado
  • 1 cebola picada
  • 3 dentes de alho picados
  • 1 vidro de palmito cortados em cubinhos
  • 1 vidro de maionese
  • Azeitonas picadas a gosto
  • Salsa picada a gosto
  • 1 pacote de batata palha
  • Azeite a gosto
MODO DE PREPARO
  1. Primeiro refogue o bacalhau com azeite, cebola e alho.
  2. Espere esfriar.
  3. Junto os demais ingredientes, exceto a batata palha.
  4. Arrume a mistura em uma travessa e na hora de servir, coloque a batata palha por cima.
  5. Para acompanhar arroz branco fresquinho.
  6. Me siga nas minhas outras redes sociais!
    Instagram: patriciamendes5897
    facebook : Nuttrisaude e Patricia Brigagao Mendes

  7. Patrícia Brigagão Mendes
  8. Nutricionista
  9. Link: https:// ceias de natal e ano novo, perder peso,receitas, festas de fim de ano,

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Dicas para uma ceia de natal light!

Esta época do ano fica difícil para muitas pessoas pensarem num cardápio light para a noite de natal.
Pensando nisto, resolvi dar algumas dicas que podem ajudar neste momento!
Este mês irei postar algumas receitas especiais para esta data especial.

Confira as nossas dicas para ter uma ceia de Natal mais light

Carnes

Na hora da ceia, que tal escolher somente um tipo de carne para comer? Não precisa comer todas as proteínas juntas, né? Saiba que a carne do peru é mais magra que a do frango e o tender é uma das mais gordurosas: uma fatia de tender tem cerca de 250 calorias!

Farofa 

Se você estiver realmente muito preocupado com a boa forma, mas não quer abrir mão da farofa na ceia, que tal fazer uma receita diferente? Você pode fazer farofa com farelo de aveia e substituir a linguiça e bacon por ingredientes como cenoura ralada, azeitona, uva-passa (tem gente que gosta, né?), cebola e ervas frescas.  Você pode fazer uma receita de farofa light com legumes e maçã que é uma maravilha!

Bebidas 

A gente sabe que, para muita gente, fim de ano é sinônimo de exagero na comida e também na bebida. Mas não precisa ser assim, né? Dá para aproveitar o Natal bebendo moderadamente e aproveitando bem a festa. Se for beber cerveja, saiba que uma latinha tem cerca de 150 calorias. Uma taça de vinho tem cerca de 200 calorias, e o espumante é uma opção menos calórica. É importante beber bastante água. Sucos de frutas e água de coco podem ser uma boa pedida, afinal, dezembro é um mês superquente!A cerveja é uma bebida que se bebe rápido pois quente fica ruim. Dê preferência para bebidas que bebe aos poucos, como o vinho ou vodka ou cahmpagne. Assim beberá menos e limite o número de doses!
Carboidratos
Vai fazer o seu prato na ceia? Uma boa ideia é escolher apenas uma opção de carboidrato: farofa, arroz, salada de macarrão ou salada de maionese, e não tudo junto! Você também pode substituir o arroz branco por arroz integral e incluir vegetais para deixá-lo mais saudável. Castanhas e amêndoas também combinam superbem com arroz e garantem mais saúde e saciedade.

Rabanadas

Dá até para fazer uma rabanada mais light, sabia? As rabanadas de forno são tão gostosas quanto as fritas!
Gostaram das dicas? Para quem está preocupado em manter a forma, estas dicas irão ajudar muito!
Boas Festas!
Patrícia Brigagão Mendes
Nutricionista

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Ferritina alta ou baixa? Quais as causas?

Tenho atendido muitos pacientes no meu consultório com ferritina baixa e outros com ela alta. Então resolvi colocar aqui suas possíveis causas para explicar melhor para meus pacientes.

Saiba o que significa Ferritina Alta ou Baixa

O que significa Ferritina Baixa

A ferritina baixa significa normalmente indica que os níveis de ferro estão baixos e, por isso, o fígado não produz a ferritina, já que não há ferro disponível para ser armazenado. As principais causas de ferritina baixa são:
  • Anemia ferropriva;
  • Hipotireoidismo;
  • Sangramento gastrointestinal;
  • Sangramento menstrual intenso;
  • Alimentação pobre em ferro e vitamina C;
Os sintomas de ferritina baixa, geralmente, incluem cansaço, fraqueza, palidez, falta de apetite, queda de cabelo, dores de cabeça e tonturas. Seu tratamento pode ser feito com a ingestão diária de ferro ou com dietas ricas em alimentos com vitamina C e ferro, como carne, feijão ou laranja. Conheça outros alimentos ricos em ferro.

O que significa Ferritina Alta

Os sintomas de ferritina alta podem indicar o acúmulo excessivo de ferro, porém, em alguns casos, também pode ser sintoma de inflamações ou infecções, estando associada a:
  • Anemia hemolítica;
  • Anemia megaloblástica;
  • Doença hepática alcoólica;
  • Linfoma de Hodgkin;
  • Infarto do miocárdio em homens;
  • Leucemia;
  • Hemocromatose;
Geralmente, os sintomas do excesso de ferritina são dor nas articulações, cansaço, falta de ar ou dor abdominal e o tratamento para ferritina alta depende da causa, mas normalmente também é complementado com a retirada de sangue para equilibrar os níveis de ferro e a adoção de dietas com poucos alimentos ricos em ferro ou vitamina C.

Sintomas de excesso de ferro

Os primeiros sinais e sintomas do excesso de ferro podem ser observados em homens entre 30 e 50 anos e em mulheres após a menopausa, já que na menstruação há perda de ferro, o que atrasa o aparecimento dos sintomas.
O excesso de ferro pode causar alguns sintomas pouco específicos e que podem confundidos com outras doenças como infecções ou alteração hormonal, por exemplo, como cansaço, fraqueza e dor abdominal, por exemplo. Outros sintomas que podem ser indicativos de excesso de ferro no sangue são:
  •  Cansaço;
  •  Fraqueza;
  •  Impotência;
  •  Dor abdominal;
  •  Perda de peso;
  •  Dor nas articulações;
  •  Queda de cabelo;
  •  Alterações nos ciclos menstruais;
  •  Arritmias;
  •  Inchaço;
  •  Atrofia testicular.
O excesso de ferro no sangue pode acontecer devido à anemia prolongada, transfusão de sangue constantes, alcoolismo, talassemia, uso excessivo de suplemento de ferro ou hemocromatose, que é uma doença genética que leva ao aumento da absorção de ferro no intestino, que pode levar a mudanças no tom da pele. Saiba tudo sobre a hemocromatose.

Complicações do excesso de ferro no sangue

O ferro que encontra-se em excesso no organismo pode acumular em vários órgãos, como coração, fígado e pâncreas, por exemplo, podendo resultar em algumas complicações, como por exemplo aumento de gordura no fígado, cirrose, palpitações cardíacas, diabetes e artrite, por exemplo.
Além disso, o acúmulo de ferro no organismo também pode acelerar o processo de envelhecimento devido ao acúmulo de radicais livres nas células. O fígado é o órgão mais afetado, resultando em disfunção hepática.
Por isso, caso haja o aparecimento de sintomas de excesso de ferro ou caso a pessoa tenha passo por períodos de anemia ou transfusão sanguínea, é importante que vá ao médico para que os níveis de ferro sejam avaliados e, assim, possam ser prevenidas complicações.

Como saber os níveis de ferro no sangue

Os níveis de ferro no sangue podem ser verificados por meio de exames de sangue, que além de informarem a quantidade de ferro circulante, também avalia a quantidade de ferritina, que é uma proteína responsável pelo estoque de ferro no organismo. Saiba mais sobre o exame da Ferritina.
Em casos de hemacromatose, histórico familiar de excesso de ferro no sangue ou alcoolismo, por exemplo, é importante realizar acompanhamento periódico dos níveis de ferro sangue e, assim, evitar complicações. Além disso, é importante que a pessoa esteja atenta aos sintomas de excesso de ferro, como fraqueza, dor abdominal ou perda de peso sem causa aparente para que se possa iniciar o tratamento caso haja necessidade.

Como tratar o excesso de ferro

O tratamento para diminuir a quantidade de ferro no sangue varia de acordo com os níveis desse mineral, sintomas e se há ou não complicações, podendo ser adotadas as seguintes estratégias:

1. Flebotomia

A flebotomia, também chamada de sangria terapêutica, consiste em retirar entre 450 e 500 ml de sangue do paciente, ajudando a reduzir também a quantidade de ferro no organismo.
O procedimento é simples e feito como se fosse uma doação de sangue e a quantidade de líquidos retirada é reposta na forma de soro fisiológico.

2. Alterações na dieta

Para ajudar no controle, deve-se evitar o consumo de alimentos ricos em ferro, como fígado, moela, carnes vermelhas, frutos do mar, feijão e vegetais verde escuros, como a couve e o espinafre. Saiba quais são os alimentos ricos em ferro que devem ser evitados.
Além disso, deve-se consumir alimentos que diminuem a absorção de ferro no organismo, como leite e derivados e chá preto. Uma boa estratégia é consumir um iogurte como sobremesa do almoço e do jantar, por exemplo.

3. Usar suplemento Quelante de ferro

Os quelantes são medicamentos que ligam ao ferro no organismo e impedem que esse nutriente se acumule e prejudique outros órgãos, como fígado, pâncreas e coração.
Os quelantes podem ser tomados na forma de comprimidos ou serem administrações através de uma agulha subcutânea durante cerca de 7 horas, liberando a medicação sob a pele enquanto a pessoa dorme.
Fonte: Tua Saúde