terça-feira, 15 de agosto de 2017

Como alguns alimentos e temperos podem ajudar na artrose!

As doenças degenerativas das articulações chegam a acometer 40% da população adulta acima dos 60 anos. Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, sua importância pode ser demonstrada com dados fornecidos pela Previdência Social - o problema é responsável por 7,5% dos casos de afastamento do trabalho, a segunda causa de auxílio-doença e a quarta a determinar a aposentadoria.
Conhecida também por osteoartrose, artrose ou doença articular degenerativa, a osteoartrite é hoje a doença articular mais frequente nos idosos. Caracteriza-se pelo desgaste da cartilagem articular e pode atingir qualquer articulação do corpo, com destaque para os joelhos, os quadris, a coluna e as mãos, representando de 30 a 40% das consultas em ambulatórios de ortopedia e reumatologia.
"Notamos um aumento no número de pacientes com problemas articulares, o que pode levar à incapacitação do indivíduo. Problemas nas articulações limitam os movimentos e geram dor, o que prejudica as atividades físicas e sociais e diminui a qualidade de vida", explica Gustavo Constantino de Campos, doutor em ortopedia. "O tratamento de uma doença reumática varia conforme sua classificação. No entanto, um ponto comum é a utilização de anti-inflamatórios como medicação de primeira linha", explica a reumatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Elisa Terezinha Hacbarth Freire.
Tratamento pode ser encontrado na natureza


Alguns alimentos, como a cúrcuma, o gengibre, a chia, as frutas cítricas e as frutas vermelhas, além do ômega 3, têm a capacidade de controlar o nível inflamatório no corpo e aliviar as dores crônicas causadas pela artrite e artrose. Esses alimentos possuem compostos que ajudam a controlar o processo anti-inflamatório e melhorar a resistência, podendo ser usados tanto para a prevenção, quanto para o tratamento.
 
"Alguns compostos ajudam a melhorar a absorção dos medicamentos usados para o tratamento e a qualidade de vida", explica a nutricionista clínica Cacilda de Bortole Ribeiro. A dona de casa Sonia Regina Harumi Katsuta tem artrite e faz acompanhamento com um reumatologista. "A partir de agora, vou incluir todos esses alimentos no cardápio", garante. 

Suco verde com gengibre e banana
Ingredientes:
:: 1 folha de coube com o talo
:: 1 banana prata
:: Folhas de hortelã
:: 2 fatias de gengibre
:: 200ml de águadecoco
:: Mel a gosto
Preparo:
:: Bata tudo no liquidificador e tome imediatamente

Condimento anti-inflamatório
Ingredientes:
:: 1 colher (sopa) de gengibre em pó
:: 2 colheres (sopa) de cúrcuma ou açafrão em pó
:: 2 colheres (sopa) de gergelim torrado
Preparo:
:: Bata tudo no liquidificador e guarde em um recipiente de vidro.

CURA NA MESA

Cúrcuma
:: Porque faz bem: graças ao ativo curcumina, pode ajudar na dor da osteoartrite e melhorar a mobilidade
:: Como obter resultado: na raiz fresca, corte em fatias e refogue com arroz e vegetais. Em pó, adicione em sopas e saladas. Em temperos, faça sua própria combinação, usando a cúrcuma com cominho e coentro, por exemplo

Sementes de chia
:: Porque faz bem: boa fonte de ômega 3 (maior do que da linhaça e do salmão), ajuda a controlar a saciedade e é fonte de fibras, cálcio, magnésio, entre outros nutrientes
:: Como obter resultado: na forma de sementes, óleo e farinha. Adicione em saladas, sucos, sopas e mingaus

Sardinha
:: Porque faz bem: o óleo diminui processos inflamatórios e é excelente fonte de vitamina B12 e vitamina D, cálcio, entre outros nutrientes
:: Como obter resultado: na forma enlatada. Adicione em saladas e sanduíches 

Manjerona e orégano
:: Porque faz bem: possuem um composto (carvacrol) capaz de controlar o sistema imunológico, podendo ajudar a prevenir inflamações e proteger contra a artrite.
:: Como obter melhor resultado: frescas ou secas, incorporandoas em molhos de tomate, cobertura de pizza ou em folhas frescas em saladas

Gengibre
:: Porque faz bem: possui compostos anti-inflamatórios, bom para o sistema imunológico e tratamento de artrite
:: Como obter resultado: na raiz fresca, corte em fatias e adicione em vegetais refogados. No chá, ferva a raiz e adicione mel e limão. Em pó, polvilhe sobre frutas frescas ou batido com iogurte

Frutas vermelhas, frutas cítricas e brócolis
:: Porque faz bem: romã, melancia, morango e goiaba são alimentos com uma substância rica em propriedades anti-inflamatórias chamada antocianina. Já as frutas cítricas e o brócolis, pela presença da vitamina C
:: Como obter resultado: consumir frutas in natura ou em suco, e o brócolis, cozido

Cranberries
:: Porque faz bem: possui muitos antioxidantes. Pode nos proteger contra infecções urinárias e as que causam úlceras estomacais 
:: Como obter resultado: são muito ácidas, então, faça um mix com frutas secas. 
Fonte: Diário da região

O que são alimentos orgânicos?


“É aquele produzido sem o uso de agrotóxicos, adubos químicos sintéticos, sementes transgênicas e drogas veterinárias”, define a nutricionista Elaine de Azevedo, da UFGD. Já os itens processados não recebem aditivos químicos nem irradiação.

De olho no placar

Quantidade de nutrientes
Nesse quesito não são esperadas grandes variações.
Segurança alimentar
Vegetais orgânicos são cultivados sem agrotóxicos nem adubos químicos sintéticos. Por isso, são mais confiáveis.
Fitoquímicos
A ausência de pesticidas leva a uma maior formação desses compostos com ação antioxidante nos orgânicos.
Preço e disponibilidade
Os alimentos orgânicos ainda são mais caros do que os tradicionais. Além disso, não se encontram em todos os supermercados.
Preservação do meio ambiente
Os agrotóxicos contribuem para a contaminação do solo, da água e do ar.

Hora da limpeza

É fundamental higienizar os alimentos antes do consumo. Especialmente se eles receberam agrotóxicos durante o cultivo
1. Água neles!
Comece lavando muito bem os vegetais em água corrente. Depois, deixe-os de molho por cerca de 30 minutos. Não há necessidade de recorrer à água sanitária ou às soluções com cloro nessa etapa.
2. Casca dura
Misture gotas de detergente neutro à água para esfregar itens de casca grossa, a exemplo de laranja, melão e abacate. É só passar o líquido no fruto com uma esponja macia.
3. Atenção às folhas
Antes de dar um banho nelas, livre-se das mais externas. Como elas ficam em contato direto com o solo, concentram uma quantidade maior de agrotóxicos.
Fonte: Bem estar

Não gosta de academia? Como perder peso?

1. Coma o que você ama
A pior parte de qualquer dieta é banir as delícias do cardápio. Só que abrir mão das opções de que mais gosta pode acabar fazendo com que você tenha uma vontade incontrolável de atacar a geladeira. Em vez de radicalizar no cardápio, controle a quantidade do que você põe no prato. Não consegue dizer não para a batata frita? Tudo bem. Pode incluí-la no menu – mas tente cortar a porção pela metade.



2. Gaste calorias sem ir à academia
Se você está buscando uma forma de turbinar sua perda de peso, mas não é muito fã da academia, invista em um contador de passos e saia para passear com o cachorro ou assistir seu episódio favorito enquanto dá uma volta no quarteirão (olhando muito bem onde está pisando, claro). O acessório incentiva a atividade física e neutraliza o sedentarismo.

3. Suba menos vezes na balança
Controlar seu peso diariamente é a maior furada. Ele varia ao longo do dia devido à alimentação, idas ao banheiro e exercícios físicos praticados. Aí, é bem capaz que você duvide do seu progresso, acabe frustrada e jogue a toalha. Para manter a motivação e acompanhar o real resultado de seu esforço, escolha um dia específico da semana para se pesar e, no restante do tempo, passe bem longe da balança.


4. Fique mais tempo no computador

Aproveite enquanto estiver sentada na frente da telinha para pesquisar sobre grupos de apoio que possam auxiliá-la em seu processo de emagrecimento. Divida sua experiência e fale sobre as dificuldades que tem enfrentado. Pessoas na mesma situação oferecem conforto e estímulo em momentos difíceis.

Fonte: MSN

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Dicas para malhar na hora do almoço!

Ter uma rotina diária de treino não requer apenas vontade ou motivação, mas também muita organização. Na impossibilidade de conseguir ir à academia pela manhã ou depois de um dia de trabalho cheio, não há nada melhor do que recorrer às 'horas mortas', como o horário do almoço.

Para facilitar a vida a todos os que pretendem usar os 60 minutos (ou mais) que têm diariamente para almoçar, o The Independent converso com a especialista em treino Michael Betts e listou as melhores dicas para encaixar o treino nesse horário do dia:

1 - Agendar os treinos ao fim de semana, escolhendo as aulas que podem ter maior interesse;
2 - Deixar a mochila de treino pronta na noite anterior;
3 - Preparar o almoço na noite anterior e incluir na marmita um pré-treino;
4 - Ir à academia que fica mais perto do local de trabalho;
5 - Se o local de trabalho tem chuveiro, pode sempre economizar algum dinheiro e usar a hora de almoço para correr ou treinar num jardim próximo;
6 - Apostar nos treinos intervalados de alta intensidade, que permitem trabalhar todo o corpo de uma só vez e de forma eficaz;

7 - Fazer treinos de apenas 30 minutos.

Fonte:MSN

Bolo de inhame termogênico

Ingredientes

Modo de preparo
Cozinhe o inhame em 4 xícaras de água por, aproximadamente, 30 minutos ou até que fique macio. Escorra a água e espere esfriar. Em outra panela, adicione ½ xícara de água, cravo, canela em pau e erva-doce. Quando ferver, desligue o fogo, coe e reserve. No liquidificador, bata o inhame com o leite, o leite de coco, o adoçante e o farelo de aveia (ou de arroz), até que se forme uma massa homogênea. Despeje em um recipiente e reserve. Adicione os ovos, o cacau, o café e a chia (ou a linhaça) no liquidificador e bata novamente até que a mistura fique homogênea. Em seguida, junte a massa já batida e misture tudo. Disponha em uma fôrma untada e acrescente os amendoins e castanhas. Leve ao forno médio preaquecido a 180 graus por, aproximadamente, 1 hora, ou até assar. Espere esfriar e sirva.
Fonte:mdemulher

sábado, 12 de agosto de 2017

Fitoterapia, tire suas dúvidas!

Na busca por curas mais naturais, os medicamentos fitoterápicos são uma escolha comum: além de serem à base de vegetais, eles não precisam de receita médica para serem comprados e estão ao nosso alcance na prateleira da farmácia, sem burocracias. Que prático, que fácil!

Pois é bom tomar um pouco mais de cuidado antes de sair por aí consumindo esse tipo de remédio, viu? O fato de ter fontes naturais não o torna menos agressivo, e ele pode causar efeitos colaterais da mesma forma que qualquer medicamento sintético.



Os medicamentos fitoterápicos só têm vegetais em sua composição?
Sim. Para serem considerados fitoterápicos e conseguirem o registro da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), estes medicamentos devem ser compostos apenas por matérias-primas vegetais. Eles podem ser simples (de uma planta) ou compostos (de duas ou mais plantas) e são alopáticos, já que passam por processos industriais de produção. “Os fitoterápicos são obtidos por processos tecnologicamente adequados e seguem as mesmas regras e rigores de registro que os medicamentos sintéticos, ou seja, aqueles cujos princípios ativos são criados em laboratório”.

De que parte da planta saem os medicamentos fitoterápicos?
De toda ela. Os ativos vegetais são extraídos das raízesfolhasflorescascas e sementes, manipulados, padronizados e industrializados de acordo com seu registro da Anvisa. Por isso é sempre importante verificar se o medicamento do balcão da farmácia tem o selo da Anvisa: ele garante sua qualidade, segurança e eficácia.

Então, mesmo sendo vegetais, os fitoterápicos podem ter efeitos colaterais?
Sem dúvida! “Assim como qualquer medicamento, os de origem vegetal podem apresentar efeitos colaterais, contraindicações e, dependendo da composição, até efeitos tóxicos”.  A questão das interações e exemplifica: “Um fitoterápico usado para melhorar o trânsito intestinal pode diminuir a absorção de outros medicamentos ou de nutrientes como o potássio e causar cãibras”.

Alguém deve evitar consumir medicamentos fitoterápicos?
Em geral, grávidaslactantes e pessoas com sensibilidade aos ativos ou que estejam fazendo uso de outros medicamentos que possam reagir negativamente com eles. Isso deverá ser determinado pelo médico que for prescrever a medicação.

E que médico pode prescrever um medicamento fitoterápico?
Um que tenha formação em fitoterapia. Esta não é uma especialidade dos cursos superiores da área de saúde, então o profissional será primeiramente nutrólogo, nutricionista, dentista, clínico geral ou farmacêutico, por exemplo, e complementarmente fitoterapeuta. E somente deverá receitar medicamentos fitoterápicos de acordo com sua área de atuação.

Fonte:MSN
link:http://fitoterapia

Alimentos diet podem engordar? Olha o que dizem novos estudos.

Ao contrário do que se acredita, bebidas e alimentos diet podem promover o ganho de peso e servir de gatilho para o diabetes. De acordo com um estudo publicado recentemente no periódico científico Current Biology, quando os produtos são doces demais para as calorias que contêm, eles podem confundir o cérebro e desacelerar o metabolismo.

Pesquisadores da da Escola de Medicina da Universidade Yale, nos Estados Unidos, descobriram que, ao ingerir um alimento adoçado artificialmente no qual a doçura continua igual a da versão original, mas com uma quantidade de calorias bem menor, o metabolismo desacelera e não registra a dose ingerida.

Cérebro confuso

Ao longo da nossa evolução, o cérebro aprendeu que doçura sinaliza energia. Portanto, quanto mais doce, maior energia ou calorias um alimento fornece. Quando esses dois fatores não estão juntos, o cérebro fica confuso, achando que tem menos calorias para queimar do que o que foi ingerido de fato.
“Uma caloria não é uma caloria. Ela é apenas metade da equação. Nossos corpos evoluíram para usar eficientemente as fontes de energia disponíveis na natureza. A dieta moderna, entretanto, é caracterizada por fontes de energia que nossos corpos nunca viram antes.”, disse Dana Small, professora de psiquiatria da instituição e principal autora do estudo.

Cérebro e metabolismo

No estudo, os pesquisadores analisaram, por meio de imagens de ressonância magnética, o cérebro de 15 participantes enquanto tomavam bebidas diet e a versão normal. Também foi monitorada a quantidade de energia gasta pelo corpo após esses eventos.
Os resultados mostraram que há um ‘desencontro’ entre doçura e quantidade de calorias, o que geralmente acontece em bebidas e alimentos diet, as calorias falham ao desencadear o metabolismo do corpo. Observou-se também que os circuitos de recompensa do cérebro não registraram o consumo de calorias, o que poderia levar a pessoa a comer mais do que o necessário.
Para os autores, o novo achado ajuda a explicar estudos anteriores, nos quais os níveis de glicose no sangue dos pacientes se mostraram maiores, mesmo em dietas restritas a adoçantes artificias, elevando o risco de diabetes.
Segundo Tam Fry, do Fórum Nacional de Obesidade, do Reino Unido, os ingredientes artificiais, sejam eles em alimentos ou bebidas, podem prejudicar a saúde, mesmo parecendo saudáveis. “Eles podem estar livres de calorias, mas não de consequências. O diabetes é apenas um deles”, disse o porta-voz ao Daily Mail. “Muitos alimentos processados contêm incompatibilidades semelhantes, inclusive iogurtes pouco calóricos.”
Fonte:MSN

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Obesidade X Reeducação alimentar!

Apesar dos esforços dos profissionais, indivíduos obesos, governo e indústria, a prevalência da obesidade continua aumentando.

Ao contrário do que pensam as pessoas com sobrepeso ou obesidade que geralmente procuram uma fórmula mágica para emagrecer - pois quase sempre tem pressa - a obesidade é uma doença crônica, ou seja, deve ser tratada por toda a vida.
O tratamento da obesidade envolve mudança de estilo de vida. E para isso, precisamos de tempo, ou seja, as pessoas que precisam emagrecer devem seguir não uma dieta restritiva e sim fazer uma reeducação alimentar, corrigindo os hábitos alimentares errados, um dos fatores responsáveis pelo aumento de peso. Novos hábitos são adquiridos com prática no dia-a-dia.
É preciso também praticar exercícios físicos regularmente e procurar ser mais ativo no dia-a-dia. Dormir bem é fundamental.
O que seria uma reeducação alimentar? É uma alimentação que contém todos os grupos de alimentos considerados “saudáveis” e também os “não saudáveis”. No dia-a-dia, consumir frutas, verduras, legumes, grãos integrais, castanhas, carnes magras, leites e derivados magros. Doces, frituras e guloseimas também podem fazer parte desta alimentação, desde que consumidos com moderação.
O importante é que as pessoas tenham prazer ao se alimentar ao invés de culpa.
Obesidade se previne com reeducação alimentar e não com dieta restritiva.
Fonte: Abeso

Quer um Papai saudável? Conheça dicas muito importantes para uma boa saúde!

10 Dicas para manter a saúde do corpo e da mente

O Dia dos Pais é uma dia muito especial e que é comemorado com muita alegria pelas famílias. 

Sabemos que cuidar da saúde mental é tão importante como cuidar da saúde física. Selecionamos então para essa data importante algumas dicas para ajudar a manter um bom estado mental.

1. Desenvolva uma boa opinião de si mesmo.
Alta autoestima é a melhor ferramenta que podemos usar contra as dificuldades na vida. Estudos mostram que as pessoas com alta autoestima têm mais confiança em si mesma e em suas capacidades.

2. Coma bem.
Para prolongar a vida com mais saúde é preciso ter peso ideal, para isso muitas pessoas precisam emagrecer rapido e buscar hábitos saudáveis.
A dieta desempenha um papel crucial na saúde do corpo e da mente. É importante ter uma dieta saudável. Se você precisar de ajuda com isso, consulte nutricionistas que podem te aconselhar melhor.
Se você quiser uma sugestão de cardápio para emagrecer ou ter uma alimentação mais equilibrada e nutritiva basta acessar o site dieta.blog.br lá tem tudo sobre dieta e bem estar.

3. Faça exercícios regularmente.


O exercício físico desempenha um papel positivo na sua saúde mental. Provoca reações químicas que comprovadamente reduzem a ansiedade e o estresse e o colocam de bom humor.

4. Saiba como gerenciar o estresse.

O estresse faz parte da vida, então você deve aprender a lidar com isso para manter sua sanidade. Descubra a fonte do seu estresse para encontrar maneiras de melhor lidar com isso.

5. Aproveite o presente.
Saiba como se concentrar no presente, em vez de estar preocupado com eventos passados ​​ou futuros. Isso o ajudará a saborear os pequenos prazeres da vida que de outra forma você perderia.

6. Encontre seu equilíbrio entre vida profissional e familiar.
Se você sentir que está gastando muito tempo e energia em uma parte de sua vida, seu saldo entre vida profissional e vida familiar pode estar negativo.
Aprenda a fazer as duas coisas! A melhor maneira de fazer isso varia de pessoa para outra. Encontre a estratégia que melhor funciona para você.

7. Durma o suficiente.
A falta de sono afeta sua saúde mental, pois pode causar problemas emocionais e psicológicos.
Vá para a cama uma hora razoável e tente obter 8 horas de sono. Isso irá ajudá-lo a alcançar a máxima recuperação e enfrentar o próximo dia com mais vigor.
Não faça refeições pesadas ou exercício pesado antes de deitar. Não beba álcool em abundância, pois de imediato induz ao sono, mas, em seguida, provoca um sono ruim à noite.
O sono é muito importante nos processos de aprendizagem e consolidação da memória, ajuda a concentração, pode ajudar a reduzir os sintomas de estresse e depressão.

8. Desenvolva relacionamentos.
Desenvolver e manter relacionamentos pessoais sólidos são muito benéficos para sua saúde mental.
Então, trabalhe para estabelecer boas relações com pessoas ao seu redor, em casa, no trabalho ou em sua comunidade.
Esses contatos irão enriquecer sua vida e fornecer-lhe um excelente suporte.

9. Divirta-se!

Ter tempo para rir e se divertir irá ajudar muito para permanecer mentalmente saudável.
O riso levanta moral, o mantém de bom humor e libera o estresse. Encontre maneiras de rir: quadrinhos, vídeos engraçados ou passar um tempo com amigos e família.

10. Obter ajuda se você precisar.
Em algum momento da sua vida, talvez seja necessário pedir ajuda. Se sim, não hesite! É preciso coragem para procurar ajuda, mas pode realmente mudar sua vida. Saiba que existem muitos recursos e pessoas para te ajudar.

Fonte: Colaboradora Rosi Feliciano



terça-feira, 8 de agosto de 2017

Sobremesas light para o almoço do dia dos Pais!

Este dia é sempre muito especial e é importante escolher opções gostosas e saudáveis para este momento!
Vou ajudar vocês!
Seguem abaixo algumas receitas fáceis e gostosas!



Sobremesas saudáveis e lights para o Dia dos Pais:

Bolo de maçã

Ingredientes

  • 2 maçãs médias
  • 75g de creme vegetal
  • 130g de açúcar amarelo
  • 1 colher (de chá) de canela
  • 150g farinha com fermento
  • 3 ovos
  • Açúcar em pó (polvilhar)

Modo de preparo

Corte a maçã em pequenos pedaços e retire os caroços dela. Adicione o creme vegetal e o açúcar em um recipiente. Misture esses itens até ganhar uma consistência fofa. Acrescente as gemas dos ovos e bata mais um pouco. Ainda nesse mesmo recipiente, coloque as maçãs e a canela. Mexa com o auxilio de uma colher de pau.
Acrescente as claras em neve na receita. Quando a massa estiver homogênea, coloque em uma forma e leve ao fogo em uma temperatura de 170°C. Deixe assando por aproximadamente 30 minutos ou até ele passar no teste do palito de dente.
Retire do fogo e aguarde até que a receita esfrie. Tire o bolo da forma e polvilha a sobremesa com açúcar em pó.

Brigadeiro de batata doce

Ingredientes

  • 1 batata-doce média
  • 2 colheres (de sopa) rasas de manteiga sem sal
  • 3 colheres (de sopa) de chocolate com cacau extra ralado
  • 3 colheres (de sopa) de açúcar de côco ou demerara
  • 3 colheres (de sopa) de cacau em pó sem açúcar
  • Cacau em pó, nozes picadas e côco ralado para decorar

Modo de preparo

Cozinhe a babata doce. Com ela ainda quente, passe no amassador duas vezes, até que ela consiga passar em uma peneira. Utilizando uma panela, acrescente os outros ingredientes. Coloque-os no fogo até que desgrudem do fundo da panela. Retire do fogo e deixe gelar por uma hora. Para moldar os brigadeiros, umedeça as mãos com água. Use o cacau, nozes e coco para decorá-lo.

Brownie Funcional

Ingredientes

  • Meia xícara (de chá) de óleo girassol;
  • 1 xícara (de chá) de açúcar demerara em pó;
  • ¾ de xícara (de chá) de fécula de batata;
  • ¾ de xícara (de chá) de biomassa de banana verde;
  • 150g de chocolate 70% cacau derretido;
  • 1 colher (de chá) de fermento químico;
  • 1 colher (de café) de extrato de baunilha;
  • Castanhas ou nozes
  • 3 ovos;
  • 1 pitada de sal.

Modo de preparo

Dilua em fogo baixo a biomassa de banana em água. Bata no liquidificador todos os ingredientes que são líquidos. Acrescente os ingredientes que são secos e logo depois o fermento. Bata rapidamente. Adicione as lascas de castanha ou nozes, misture e asse por aproximadamente 40 minutos.
Fonte: Remédio caseiro
Link: http://dia dos pais,receitas

Saiba o que tem de benefícios no consumo da água de côco


domingo, 6 de agosto de 2017

Alimentos que ajudam a evitar a queda de cabelo