sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Alimentos Poderosos Contra a Inflamação

A inflamação é um processo natural do organismo, que anuncia que algo não funciona adequadamente dentro do corpo.
Descubra quais alimentos favorecem o movimento intestinal e proporcionam bem-estar físico e mental.

ibuprofeno é um exemplo de medicamento que pode ajudar com a inflamação do corpo. Mas temos também as opções naturais como os legumes e frutas impedem que nossos intestinos se inflamem.

O consumo de frutas, legumes, algas marinhas, leguminosas e grãos integrais são a melhor maneira de fornecer ao corpo a fibra vegetal necessária para promover o bom funcionamento do intestino, manter a microflora em equilíbrio e contribuir para a eliminação de resíduos.



Se não passaria na corrente sanguínea favorecendo a inflamação.
Aqui estão os dez desses alimentos com um importante poder anti-inflamatório:

Abacaxi

Além de um alimento com baixas calorias, é muito útil quando você quer aliviar sua dieta, uma das principais causas de inflamação é o consumo excessivo de calorias.

É fundamental o seu conteúdo em bromelina que desmorona e dissocia proteínas e é um poderoso anti-inflamatório prescrito para artrite ou para diminuir o inchaço após cirurgia ou acidente.

Seu efeito anti-inflamatório parece ser superior quando tomado com o estômago vazio.

Cebola

É um alimento leve e poderoso e tem o efeito ideal para este tipo de dieta.

Além disso, é o alimento mais rico que é conhecido em quercetina, um flavonoide que é considerado um dos principais responsáveis pelo poder anti-inflamatório deste vegetal, uma vez que entre suas virtudes está o poder de controlar o dano oxidativo dos radicais livres.

Linhaça

Linhaça nos fornece ácidos graxos ômega 6 e ácido oleico, mas acima de tudo, é a fonte vegetal mais rica conhecida em ácidos graxos ômega 3, superando até os peixes.

Este tipo de gordura é essencial porque nosso corpo precisa recebê-lo de uma fonte externa e está no lado "bom" da gordura contribuindo para a redução do colesterol.

Eles contribuem para o tratamento de dores reumáticas e quaisquer problemas de saúde associados à inflamação.
Esta semente contém fito estrógenos com uma ação anti-inflamatória potente.

Pimenta

É excepcionalmente rico em vitamina C, especialmente nas espécies vermelhos ou amarelos mais maduros.

Esta vitamina é necessária para o metabolismo da fenilalanina, um aminoácido essencial, muito ativo na redução da dor crônica e outros sintomas como inchaço e rubor.

Além disso, o poder antioxidante da vitamina C é multiplicado pelo efeito sinérgico que faz com a vitamina A, abundante em indivíduos maduros e com um pigmento chamado licopeno.

Cacau

Rico em vitaminas D e outras, tem um efeito antioxidante significativo, como A ou E.

Os seus sólidos são uma fonte de taninos e compostos fenólicos que neutralizam o efeito inflamatório causado pelos radicais livres.

Estudos mostram que o consumo contínuo e moderado de bom cacau ou chocolate escuro reduz os níveis de proteína C-reativa (CRP) no sangue.

Azeite de oliva

O azeite extra virgem contém uma substância ativa, chamada oleocantal, com efeito, anti-inflamatório muito semelhante ao do ibuprofeno.

Esta substância natural, como a droga, atua inibindo uma enzima (COX) que produz substâncias que causam dor e inflamação.
O seu poder anti-inflamatório também é devido ao seu conteúdo nas vitaminas A e E, seus compostos fenólicos e a composição das suas gorduras, que consiste principalmente em ácido oleico, que também reduz os níveis de açúcar no sangue.

Rabanete

Rico em vitamina C e ácido fólico, também é muito útil em dietas leves devido à sua ingestão rica de fibras e baixa caloria.
Tem efeito diurético, devido ao seu teor de potássio, o que facilita a eliminação de líquidos e contribui para manter um sangue mais limpo.

Contém uma enzima, peroxidase, que participa da defesa do organismo.

É rico em compostos de enxofre, especialmente rabanete preto, que ajudam a resolver problemas biliares e são ótimo para o fígado.

Alho

Uma fonte importante de selênio vitamina A, B1, B2, C, aminoácidos de enxofre como cisteína e metionina, bem como inúmeras substâncias com poderes antibióticos e anticoagulantes.

Mas as propriedades anti-inflamatórias do alho são atribuíveis a muitos dos seus efeitos na saúde, como a sua capacidade de limpar o sangue de substâncias tóxicas, melhorar o estado da flora intestinal, os seus antioxidantes.

O alho é rico em metionina, o que ajuda a regular os níveis de histamina no organismo.

Cúrcuma

Curcuminoides, substâncias ativas recentemente descobertas, parecem ter propriedades anti-inflamatórias semelhantes às de certos medicamentos esteroides e não esteroides.

Essas substâncias são responsáveis pelas propriedades antivirais, antibacterianas e desintoxicantes deste tempero aromático, bem como seus efeitos antioxidantes.

Esses princípios desenvolvem todo o seu potencial misturado com pimenta preta.

Cravo da Índia

Esses brotos aromáticos têm um alto teor de ácidos graxos ômega 3, magnésio, vitaminas B, cálcio e flavonoides com um excelente poder antioxidante.

Contém eugenol, uma substância usada em odontologia para dor de gengiva e prevenir infecções.

Em combinação com cariofileno, também presente nesta espécie, o eugenol exerce uma ação sinérgica útil para combater qualquer tipo de inflamação.

Você pode conseguir mais dicas grátis e o passo a passo do especialista, entre no seu navegador e digite dieta.blog.br tudo está na matéria: ibuprofeno: para que serve indicações e efeitos colaterais

Fonte: Colaboradora Rosi Feliciano

Link:http://dieta,ibuprofeno,dieta.blog.br,anti inflamatório,dicasdamoda

Alimentos mais ricos em vitamina B, B3, B5 e B12!

Vitaminas do complexo B são uma grande família de diversas vitaminas com um número associado a elas. Cada vitamina que pertence a esta família tem seu próprio comportamento, ação e função, formando uma solução completa para todas as exigências do corpo.
A família do complexo B é composta das vitaminas B1, vitamina B2, vitamina B3, vitamina B5, vitamina B6, vitamina B7, vitamina B9, vitamina B12 e quatro outros suplementos. Os números anexados aos nomes destas vitaminas são baseados na ordem de quando foram descobertos.

Benefícios das vitaminas do complexo B

Os benefícios das vitaminas do complexo B cobrem vários benefícios na saúde de um indivíduo. As 8 vitaminas do complexo B são solúveis da água, o que facilita seu consumo. Além disso, elas trabalham em conjunto para incentivar o crescimento e a divisão celular, reforçam o sistema imunitário e o sistema nervoso, impulsionam o metabolismo, entre outros benefícios.
Para as mulheres, os benefícios das vitaminas do complexo B incluem estados de espírito mais estáveis, aumento da energia, pele, cabelos, e olhos mais saudáveis. O ácido fólico ou vitamina B9 do complexo B ajuda o corpo a formar a hemoglobina. O ácido fólico é importante na gravidez, uma vez que ajuda a prevenir defeitos do sistema nervoso em recém-nascidos. Mulheres que estão grávidas e ou planejando a gravidez devem consumir uma quantidade maior de vitaminas do complexo B, de acordo com recomendação médica.

Efeitos colaterais das vitaminas do Complexo B

Vitaminas do complexo B tem efeitos colaterais que geralmente ocorrem se a vitamina é tomada em excesso e não de acordo com as ordens de um médico. Se for consumida em excesso ou se o indivíduo tiver alguma alergia, as vitaminas B podem causa efeitos secundários graves. Muita vitamina B12 resultará em ansiedade e dormência no rosto. Anemia, pressão arterial baixa, náuseas, vômitos também podem ocorrer devido a uma overdose de vitamina B2. Muito ácido fólico pode causar danos nos rins, inchaço abdominal e perda de apetite. Outros efeitos colaterais do complexo de vitamina B incluem dor no peito, problemas respiratórios, urticária, erupção cutânea ou coceira na pele inchada, insônia, e ataques de pânico. Os efeitos colaterais também podem ser experimentados por pessoas que são sensíveis ou tem uma alergia ao cobalto ou cobalamina.

Frutas com vitamina B e outros alimentos ricos em vitamina B2, B1, B6…

A deficiência em qualquer uma das 8 vitaminas que compõem o complexo B pode causar sérios problemas de saúde. É por esta razão que se deve incluir alimentos ricos em vitaminas do complexo B em sua dieta, e nossa lista compreensiva com esses alimentos pode ajudar a encontrar esses alimentos. Lembrando: só faça mudanças na sua dieta com a orientação de um nutricionista, para garantir que você tem todos os nutrientes devidamente balanceados.
  • Alimentos ricos em vitamina B1: carne de porco, frutas vermelhas, legumes, carnes magras, oleaginosas, leite de soja.
  • Alimentos ricos em vitamina B2: ovos, vegetais verde escuro, peixe, grãos, carne magra, cogumelos.
  • Alimentos ricos em vitamina B3: sementes de girassol, atum, aves, batata, queijo cottage, fígado.
  • Alimentos ricos em vitamina B5: órgãos de animais, abacate, brócolis, cogumelos
  • Alimentos ricos em vitamina B6: feijão verde, grãos integrais, espinafre, peixe, banana.
  • Alimentos ricos em vitamina B7: derivados de soja, gemas de ovo, peixe, carne de órgãos, queijo, batata-doce.
  • Alimentos ricos em vitamina B9: vegetais de folhas verdes, suco de citrinos, legumes, tofu, suco de tomate.
  • Alimentos ricos em vitamina B12: leite, peixe, cereais fortificados, ovos, mariscos.

Deficiência de vitaminas do Complexo B

Deficiências de qualquer uma das 8 vitaminas que compõem o complexo de vitamina B causa vários problemas de saúde e dá origem a diferentes sintomas, dependendo dos problemas. Estes problemas de saúde incluem beribéri, amnésia, distúrbios emocionais, perda de memória, pressão arterial elevada, dermatite, confusão mental, pelagra, inflamação da língua e assim por diante. A deficiência de ácido fólico ou B9 durante a gravidez pode levar a partos prematuros, defeitos de nascimento, abortos, depressão entre outros problemas. Distúrbios do sistema nervoso podem acontecer devido a uma deficiência de vitamina B12, como esta vitamina mantém a saúde do sistema nervoso. Enxaqueca, insônia, irritabilidade são alguns dos sintomas que se podem ser exibidos quando há menos vitamina B6 sendo ingerida.

Cuidado com suplementos alimentares para o complexo da vitamina B!

Muitas pessoas se voltam para suplementos para se beneficiar desta vitamina, mas existem várias fontes naturais de vitamina B. Carne de porco, fígado, grãos integrais, legumes, todos os produtos lácteos, vegetais verdes folhosos, peixes, carne de aves, carnes magras, sementes de girassol, cogumelos, salmão, raízes de beterraba, laranjas e assim por diante. É melhor incorporar os alimentos acima em sua dieta para que você possa levar uma vida saudável do que colocar suplementos alimentares na dieta. Sua saúde agradece!
Fonte: Saúde Melhor

Kefir- O que é e como faz?

O Kefir pode parecer uma receita complexa quando olhamos certas receitas na internet, mas é mais simples do que parece. Não há necessidade de se assustar com a ideia de fazer o leite Kefir em casa. É uma receita altamente nutritiva, que combina com diversos pratos, e que você pode usar em qualquer culinária.

Kefir: o que é?
O Kefir é um preparo de leite, junto a um fermentado de uma cultura de grãos de Kefir. Essa cultura de grãos tem bactérias que auxiliam a flora intestinal na digestão (assim como os famosos Lactobacilos), e podem ser reutilizados em mais de uma produção de Kefir.
Kefir: receita
Para produzir 1 litro de Kefir, você vai precisar de:
  • 1 colher de sopa de Kefir
  • 1 litro de leite integral
Instruções de preparo do Kefir
Coloque o Kefir no frasco de vidro e encha quase completamente com leite integral (orgânico e não-pasteurizado é preferível). Cubra com um pano limpo e coloque sobre uma mesa. Aguarde 1 a 2 dias, mexendo periodicamente com uma colher de plástico (não de metal). Quando grosso, remova os grãos de kefir com um coador de plástico, mas não esmague os grãos. Coloque-os em um novo vidro, e repita a operação.
Coloque os grãos em um frasco limpo e repita.
Você pode ainda aproveitar a sobras do Kefir. Depois de retirar os grãos, colocar 1-2 fatias de limão ou casca de limão ou uma fava de baunilha de volta no vidro com o kefir. Cubra e deixe descansar na mesa da cozinha até o outro dia. Depois de retirar a casca, saboreie o kefir. Se for do seu agrado, em seguida, cubra com uma tampa de plástico e colocar em geladeira até que esteja pronto para beber. Se não, deixe descansar um pouco mais com a casca.
Se você ficar sem leite ou vai ficar fora da cidade, coloque os grãos em uma jarra de vidro e cubra com água. Coloque uma tampa em frasco e deixe no congelador até estar pronto para usar novamente.
Kefir: benefícios
Facilmente digerido, ele limpa os intestinos, é repleto de bactérias e leveduras benéficas para o organismo, além de vitaminas, minerais, e proteínas completas. Como o Kefir é um alimento tão equilibrado e nutritivo, isso contribui para um sistema imunológico saudável e tem sido usado para ajudar os pacientes que sofrem de AIDS, síndrome da fadiga crônica, herpes e câncer. O seu efeito tranquilizante sobre o sistema nervoso tem beneficiado muitas pessoas que sofrem de distúrbios do sono, depressão e TDAH (déficit de atenção e hiperatividade).
O uso regular de Kefir pode ajudar a aliviar os distúrbios intestinais, promover o movimento do intestino, reduzir a flatulência e criar um sistema digestivo saudável. Além disso, seu efeito de limpeza em todo o corpo ajuda a estabelecer um ecossistema interna equilibrada para uma ótima saúde e longevidade.
Kefir também pode ajudar a eliminar os desejos alimentares pouco saudáveis, tornando o corpo mais nutrido e equilibrado. A sua excelente conteúdo nutricional oferece cura e saúde de manutenção benefícios para as pessoas em todo tipo de condição.
Note que muitos desses benefícios ainda precisam de mais pesquisas para terem sua comprovação científica garantida, mas as evidências já são bem fortes nesse rumo.
Kefir emagrece?
Quem dera o Kefir tivesse esse poder milagroso! Não, o Kefir não emagrece. O que acontece é que a fermentação do Kefir produz organismos que ajudam na sua digestão. Por isso, ao consumir o Kefir ele ajudar no processamento da digestão, ajudando no processo e tornando tudo mais eficiente e muito mais saudável.
Efeitos colaterais do Kefir
Dependendo do consumo do Kefir, ele pode causar constipação ou diarreia. O recomendado é só consumir o Kefir após uma consulta a um nutricionista, dado que pessoas com intolerância a lactose ou com certas sensibilidades a alimentos podem estar mais propensas a desenvolver esses tipos de condições.
Fonte: Saúde Melhor

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Dicas para ganho de massa muscular!

1. Comece a Malhar aos Poucos

  1. ganhar massa muscular.
  2. comer muitas proteinas.
  3. Deixe o Músculo Descansar.
  4. Varie os Exercícios.
  5. Evite exercícios Aeróbicos antes da Musculação.
  6. Invista na Musculação.

2. Alimentação



 O aumento de consumo de proteínas e o momento certo para introduzi-las faz muita diferença nesta luta para ganho de massa muscular.
Para isto é importante uma orientação de uma nutricionista para planejar seu cardápio de acordo com seu perfil.

Dicas da Nutri Patrícia Brigagão Mendes



domingo, 15 de outubro de 2017

Sintomas de infarto

Se por um lado as dores no peito nem sempre apontam para um infarto, outros sintomas que parecem banais podem ser os sinais iniciais da condição mais grave. Saiba quais são alguns dos sintomas que você pode não conhecer como indício de que está sofrendo um infarto:
  • Dores nas costas
  • Suor frio
  • Náuseas e vômitos
  • Queimação no estômago sem relação com alimentos.
  • Cansaço excessivo
  • Falta de ar
  • Incômodo no peito que aparece após a prática de exercícios e desaparece ao descansar
  • Dor no peito que se irradia para o pescoço ou para os braços
  • Fonte:MSN
  • Link:http://dicasdemoda,dietajá,infarto,doençascoronarianas

Excesso de atividade física pode provocar infarto e até derrame: qual é o limite?

Em excesso, até mesmo os alimentos mais naturais e os hábitos considerados mais saudáveis podem significar riscos à saúde. Uma prova da ideia vem de uma pesquisa alemãque descobriu que fazer exercícios intensos além da medida pode provocar infarto, acidente vascular cerebral (AVC), arritmia e até derrame.

Exercício demais pode fazer mal ao coração

Para chegarem à conclusão, cientistas do Centro de Estudo Alemão de Câncer mediram ao longo de dez anos a frequência e a intensidade de atividades físicas de mais de 1 mil pessoas com doença arterial coronariana cardíaca estável, além da taxa de mortalidade dos participantes.
Com idade média de 60 anos, todos os voluntários do trabalho científico participaram de um programa de reabilitação cardíaca que contava com a prática regular de exercícios físicas. Entre os participantes, 30% faziam atividades menos de duas vezes por semana, 40% se exercitavam entre duas e quatro vezes, e 30% mais que quatro vezes no mesmo período.
Os estudiosos descobriram que os participantes que apostavam em atividades físicas intensas mais de quatro vezes por semana tinham duas vezes mais probabilidade de morrer de ataque cardíaco ou derrame do que aqueles que se exercitavam menos.
A pesquisa também analisou os dados de pessoas sedentárias e avaliaram que deixar de praticar exercícios tampouco é recomendável. Segundo as análises, quem não fazia nenhuma atividade tinha quatro vezes mais chances de morrer de quaisquer causas do que indivíduos fisicamente ativos, com riscos até duas vezes superiores de ataque cardíaco ou derrame.
A conclusão, de acordo com os cientistas, é que a prática de exercícios ainda é bem melhor do que o sedentarismo, mas que ela deve ter uma quantidade estabelecida através de orientação médica e acompanhamento de um instrutor físico, especialmente para pacientes com problemas no coração.
Fonte:MSN

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Pão sem farinha feito no microondas! Fácil e rápido.

Ingredientes

1 clara
1 colher (sopa) iogurte desnatado
2 colheres (sopa) de farelo de aveia sem glúten
1 colher (café) de fermento em pó

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes em um bowl.
Coloque a massa em forma de vidro/cerâmica que possa ir ao micro-ondas.
Assar por dois a três minutos em temperatura máxima.
Para servir, recheie com os ingredientes de sua preferência.
Fonte: Lucília Diniz

Na academia, você sabe o que é melhor para você?

Você frequenta a academia? Você gosta de se exercitar em casa, qual seria o melhor investimento, uma esteira ou um elíptico? Neste artigo vamos fazer um comparativo entre estes aparelhos e te ajudar a definir qual é o melhor de acordo com o seu objetivo.
Elíptico ou esteira, qual é melhor para ajudar a emagrecer? Qual é o melhor para a saúde? Especialistas afirmam que tanto a esteira quanto o elíptico são excelentes opções para treinar o condicionamento físico, mas existem algumas diferenças. Para te ajudar a escolher, compare os prós e contras de cada aparelho.

Elíptico x esteira para condicionamento físico

Na esteira você consegue correr, caminhar, trotar e determinar a intensidade de cada um deles. Se o objetivo é caminhar, o condicionamento físico não será tão exigido. Quanto maior a intensidade do treino, melhor será a obtenção dos benefícios através da esteira.
Assim como na esteira, o condicionamento físico que será exigido dependerá da intensidade do exercício. Uma pessoa iniciante consegue fazer uma caminhada na esteira e um exercício ininterrupto no elíptico facilmente, mas à medida que a intensidade aumenta, a esteira se torna mais indicada.

Elíptico x esteira para gasto calórico

Quanto ao gasto calórico uma série de fatores pode influenciar como, por exemplo, o peso corporal, metabolismo, idade, clima, intensidade e duração do exercício. Geralmente a média de gasto calórico na esteira é de 300 a 500 kcal por hora de exercício. Se a mesma pessoa realizar o exercício nas mesmas condições no elíptico, o gasto calórico varia de 400 a 500 kcal, aproximadamente.

Elíptico x esteira quanto à variação de treino

A esteira apresenta ampla variedade graças aos ritmos, inclinações, declinações, ajustes de intensidade. Já o elíptico não tem tantas variações, mas existe possibilidade de alternar a intensidade.
Elíptico x esteira quanto ao impacto nas articulações

O impacto na esteira depende do exercício e também da pessoa que pratica a atividade. Mas é certo que o elíptico oferece menos impacto nas articulações uma vez que não há necessidade de tirar o pé do aparelho.

Elíptico x esteira quanto o trabalho muscular

O treino na esteira trabalha em alta intensidade a musculatura da panturrilha, da coxa e dos glúteos. Ao correr na esteira, a pessoa também exercita de maneira secundária o abdômen, eretores da coluna e os membros superiores.
O treino no elíptico também trabalha estes músculos, mas trabalha de forma mais efetiva nos membros inferiores, uma vez que este aparelho exige maior esforço dessa região.

Elíptico x esteira para quem está acima do peso

O treino na esteira pode ser utilizado, desde que seja escolhido na intensidade correta. O impacto nas articulações das pessoas acima do peso é ainda maior. Os treinos na esteira devem ser em velocidade baixa, sem inclinação e a pessoa precisa realizar um trabalho de fortalecimento muscular na região dos joelhos para reduzir os riscos de lesões mais graves.
O treino no elíptico é muito mais seguro para as pessoas que estão acima do peso. O movimento do pedal deste aparelho simula uma caminhada leve, sendo que no elíptico não há impacto.

Elíptico x esteira quanto o risco de lesão

Devido à exposição maior ao impacto, a prática de exercícios na esteira apresenta chances maiores de lesões quando comparado com o elíptico. Porém eles raramente aparecem quanto o exercício é orientado e realizado de forma correta.

Elíptico x esteira quanto às contra indicações

Pessoas com problemas de equilíbrio devem evitar os treinos na esteira. Como já foi dito, a esteira não é a melhor opção para as pessoas acima do peso. As pessoas com problemas de coluna, problemas de joelho e ou problemas cardíacos devem evitar treinos tanto na corrida quanto no elíptico, exceto quando os mesmos são prescritos.
Para evitar problemas e riscos indesejados, indicamos que realize a atividade física sempre com a orientação de um profissional de Educação Física e sempre após obter a liberação médica para praticar atividades físicas.
Fonte: Saúde Melhor

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Sugestões de Cardápios para LOW CARB

Este cardápio para emagrecer consiste em 3 refeições diárias, recheadas de nutrientes e com poucas calorias. As receitas contêm alimentos ricos em proteínas e gorduras saudáveis para manter o apetite controlado. Assim fica mais fácil comer menos!
Coma só 3 refeições por dia e não coma nada entre as refeições. Se tiver muita fome há algumas opções para lanches de emergência.

Segunda Feira

  • Café da manhã: Omelete de 2 ou 3 ovos, vários vegetais, cozida em azeite extra virgem ou óleo de coco.
  • Almoço: Iogurte natural com mirtilos e um punho de amêndoas.
  • Jantar: Hambúrguer com queijo (sem pão), servido com vegetais e molho.

Terça Feira

  • Café da manhã: 2 ou 3 ovos mexidos .
  • Almoço: Restos do jantar de hambúrgueres e vegetais da noite anterior.
  • Jantar: Salmão no azeite extra virgem com vegetais.

Quarta Feira

  • Café da manhã: 2 ou 3 ovos mexidos com vegetais, salteados em óleo de coco.
  • Almoço: Salada de camarão com azeite de oliva.
  • Jantar: Frango grelhado com vegetais.

Quinta Feira

  • Café da manhã: Omelete de 2 ou 3 ovos, vários vegetais, cozida em  óleo de coco.
  • Almoço: Batido de leite de coco, mirtilos, amêndoas e proteína whey.
  • Jantar: Bife de vaca  magro com vegetais.

Sexta Feira

  • Café da manhã: 2 ou 3 ovos mexidos 
  • Almoço: Salada de frango com azeite de oliva.
  • Jantar: lombinho de porco assado  com vegetais.

Sábado

  • Café da manhã: Omelete de 2 ou 3 ovos com vegetais.
  • Almoço: Iogurte com mirtilos, flocos de coco e um punho de nozes.
  • Jantar: Almôndegas com vegetais.

Domingo

  • Café da manhã: 2 ou 3 ovos mexidos 
  • Almoço: Batido de água de coco, um pouco de natas, proteína whey com sabor a chocolate e bagas.
  • Jantar: peito de frango grelhado com espinafre cru.
O objetivo é incluir uma grande variedade de vegetais na dieta. Os vegetais são nutritivos e pouco calóricos.

Este cardápio tem poucos carboidratos e torna possível um emagrecimento saudável e constante. Como já disse, pode comer vegetais à vontade. Você pode comer 800 gramas a 1 quilo de vegetais por dia e ainda ficar abaixo do limite de 50 gramas de carboidratos por dia.
Pessoas saudáveis, ativas e saradas podem adicionar tubérculos como a batata e batata doce, tal como alguns cereais saudáveis como o arroz e aveia.

Bebidas Low Carb

Um dos passos mais importantes para diminuir a ingestão de calorias vazias é eliminar os refrigerantes e os sucos da dieta. Todas estas bebidas contêm açúcar refinado.
  • Água. Beber meio litro de água ajuda a enganar a fome até à próxima refeição.
  • Café sem açúcar. O café é ajuda a inibir o apetite e a queimar mais gordura.
  • Chá sem açúcar. Beber chá ajuda a emagrecer e também tem 0 calorias.
Também deve eliminar o consumo de sucos de fruta naturais. Em vez disso coma a fruta inteira.

Lanches de Emergência

Não existe razão para comer mais que 3 refeições por dia, mas se você tiver fome entre as refeições aqui tem alguns lanches low carb fáceis de preparar:
  • Beba 500ml de água e espere 15 minutos. Pense no seu objetivo. Pense na sua saúde. Tente esperar até à próxima refeição.
  • AmêndoasBeba um café americano sem açúcar! O café inibe o apetite e assim você evita comer fora de horas. Beba café só quando está de jejum.
  • Uma peça de fruta, de preferência uma maçã. Também pode comer uma banana.
  • Uma cenoura crua.
  • Um ou dois ovos cozidos.
  • Um pouco de queijo e carne.
  • Um punho de amêndoas.
  • Iogurte natural (não adoçado, sem açúcar).
  • Restos do jantar.
Se realmente quer emagrecer, evite lanchar!

Comer em Restaurantes

Aqui ficam algumas dicas para quando você almoçar ou jantar fora.
Com algumas modificações é possível ter uma refeição low carb:
  1. Peça para fritarem a comida em azeite extra virgem ou óleo de coco.
  2. Diga que você tem intolerância ou alergia ao açúcar e ao glúten. Isso torna tudo mais fácil e rápido.
  3. Substituir o pão, arroz, feijão ou batatas por mais vegetais.

Lista de Compras Low Carb

Uma boa tática durante as compras é ficar na área onde os alimentos saudáveis são mais fáceis de encontrar.
Tente escolher sempre alimentos não processados, ou pouco industrializados:
  • Carne (vaca, boi, cordeiro, porco, frango, bacon)
  • Peixe (peixe gordo como o salmão é o melhor)
  • Ovos (escolha ovos enriquecidos com Omega 3 ou ovos caseiros)Abacate Cortado
  • Óleo de coco extra virgem
  • Azeite de oliva
  • Queijo, queijo fresco, iogurte grego (gordo)
  • Natas, creme azedo
  • Iogurte (gordo e sem adoçantes)
  • Mirtilos (podem ser congelados)
  • Nozes, amêndoas
  • Azeitonas
  • Vegetais frescos: tomate, verduras, pepinos, cebolas, brócolis, etc.Brócolis
  • Abacate, maçã
  • Vegetais congelados
  • Molho picante
  • Condimentos: sal marinho, pimenta, alho, mostarda, etc.
Eu recomendo você jogar fora estes alimentos: salgadinhos, doces, gelado, refrigerantes, sucos, pão, cereais e ingredientes para fazer bolos como a farinha e o açúcar.
Você quer mesmo emagrecer? Então faça um compromisso consigo mesma. Jogue fora todos os alimentos industrializados. Não gaste o seu dinheiro em veneno como refrigerante, salgadinho e outros alimentos processados.

Modificações para Acelerar a Queima de Gordura

Se você conseguiu seguir o cardápio durante uma semana é possível acelerar a perda de gordura com algumas modificações ao menu:
  • Evite totalmente os lanches.
  • Tome o café da manhã mais tarde. Coma o jantar mais cedo. O objetivo é aumentar as horas que você passa em jejum. Para mais informações veja os protocolos de jejum intermitente.
  • Substitua o café da manhã com um suco verde.
  • Faça algum tipo de exercício físico. Os melhores exercícios para emagrecer são a musculação, HIIT e a caminhada.
  • Tome chá entre as refeições sem açúcar.
Este cardápio é simples e funciona! Boa sorte!
Fonte: Saúde Ideal

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Ideias divertidas para incentivar as crianças a comerem saudável!

As crianças em geral não gostam de experimentar frutas, verduras e legumes.
Os pais tem que ser criativos para lidar com os filhos que são mais difíceis de aceitar uma boa alimentação.
Seguem abaixo algumas sugestões fáceis e criativas para ajudar nesta luta diária!
Desejo sucesso para vocês!




















Incentivar as frutas!

Salada verde normalmente não é muito bem vinda. Que tal fazer assim?


Panquecas coloridas é uma forma de introduzir legumes na preparação da massa e torná-la mais nutritiva!




Cortar assim a melancia, parece um picolé. Vamos tentar assim para ver se  seu filho(a) come assim?


Gostaram?

Coloquem em prática!

Patrícia Brigagão Mendes
Nutricionista

Para todas as crianças!

Resultado de imagem para feliz dia das crianças


Patrícia Brigagão Mendes
Nutricionista

Como planejar as refeições saudáveis das crianças?

Decisões saudáveis ​​começam em casa. Planejar com antecedência pode melhorar sua saúde, poupando-lhe tempo e dinheiro. Envolva as crianças envolvidas no planejamento e no ato de cozinhar e você ficará surpreso com o quão fácil fazer mudanças saudáveis ​​pode ser.


Limite o tamanho das porções para as crianças e a família

Comer refeições nutritivas em porções de tamanho certo irão ajudar você e sua família a serem mais saudáveis e lhe dará a energia que você precisa para passar o dia. Preparar refeições saudáveis ​​não tem que ser difícil ou caro, só é preciso planejamento.

Faça as refeições e lista de compras em família

Sente-se como uma família e planeje suas refeições saudáveis ​​para a semana, e, então, todo mundo apresenta sugestões para a lista de compras. Crianças (e adultos também!) Estão mais dispostos a experimentar novos alimentos quando eles ajudam a buscá-los.

Cumpra sua lista de compras e refeições

Uma vez que você planejou sua lista de compras, não deixe de cumpri-la! Ao fazer compras a partir de uma lista em vez de esperar para fazer escolhas no supermercado fazem você economizar tempo e dinheiro. Obtenha idéias para escolhas saudáveis ​​e faça a sua próxima viagem de compras mais fácil.

Tenha um café da manhã saudável

Certifique-se que sua família e as crianças comem um café da manhã saudável todos os dias. Além de ser uma boa maneira de começar o dia, um café da manhã nutritivo pode ajudar a evitar excessos e lanches no final do dia. Ofereça às crianças opções como cereais integrais com baixo teor de gordura ou leite desnatado, aveia ou frutas para começar o dia com o pé direito.
Ideias para o café da manhã das crianças saudável
Mexa granola em um pote de iogurte desnatado ou sem gordura. Cubra com maçãs ou frutas fatiadas.
Adicione morangos, mirtilos ou bananas para waffles de grãos integrais, panquecas, cereais, aveia ou torradas.
Pão integral torrado com uma fina camada de manteiga de amendoim, requeijão light e bananas fatiadas.
Adicione vegetais como pimentão, brócolis, espinafre, cogumelos ou tomate em um ovo ou omelete.
Incorpore frutas e legumes em conserva, secos e congelados em seu menu de café da manhã. Procure frutas ou xaropes sem adição de açúcar, além de legumes sem adição de sal, manteiga ou molho de creme.

Corte as bebidas açucaradas para as crianças

Reduzir a ingestão de açúcar da sua família é tão fácil quanto fazer escolhas diferentes sobre quais serão as bebidas familiares. Bebidas sem açúcar adoçadas são fontes de açúcar líquido que não trazem nutrição alguma. Com água potável em vez de bebidas com adição de açúcar, sua família estará um gole mais perto de uma saúde melhor, além de ajudar a cuidar da melhor nutrição das crianças com uma alimentação infantil melhor.
deias para drinks saudáveis
Para obter mais vitaminas e minerais, mude para leite desnatado ou suco de fruta 100% natural.
Para diminuir a ingestão de açúcar, dilua o suco de fruta 100% natural.

Fique de olho no tamanho das porções da alimentação infantil sempre

Quanto mais você souber sobre os tamanhos das porções, mais você será capaz de ajudar a si mesmo e sua família a comer uma quantidade saudável de alimentos. Comece servindo uma pequena parte, as crianças podem ter repetições se eles ainda estão com fome. Saiba quando porções são maiores do que o necessário e ensine às crianças a comer apenas o que eles precisam em cada refeição. Por exemplo, fornecer porções iguais ao tamanho da parte de trás do punho de uma criança. Os tamanhos das porções também são importantes a considerar para bebidas como refrigerantes, bebidas esportivas, sucos de fruta, e smoothies, pois deve caber em uma pequena xícara de café.
Idéias para porções em um cardápio saudável semanal infantil
Confie no seu corpo para lhe dizer quando você teve o suficiente, mas lembre-se que é preciso cerca de 20 minutos para o seu corpo sinalizar ao seu cérebro que você está cheio. Ensine suas crianças a comer mais lentamente e esperarem antes de repetir as porções.

Comam juntos como uma família

Quando as famílias se sentam e comem juntos, as crianças são mais propensas a comer mais frutas e verduras e menos alimentos lixo. Comer juntos é também uma oportunidade para modelar o bom comportamento de refeições e lanches regulares que ajudam as crianças a aprender a estrutura para comer. Assim, mantenha a televisão desligada e passar o tempo comendo e conversando ao redor da mesa.

O que comprar para alimentar bem uma criança?

A primeira dica, antes de começar as compras, é passar usar pratos e tigelas menores em casa. Aprenda a não forçar as crianças a limparem o prato de comida, mas sim, a comerem menores porções. A partir daí, você poderá seguir um modelo de cardápio semanal infantil apropriado para suas crianças.
Então, você deverá ir a um nutricionista com a família para criar um cardápio conjunto. Lógico, você pode achar que é só comprar frutas, legumes e verduras que está tudo bem, mas não é só isso. São necessários muitos nutrientes para uma dieta realmente saudável e tem de ser levado em consideração o metabolismo de cada um na família. Nossas dicas aqui são uma orientação inicial para você levar a sua família a um cardápio mais saudável e também controlar como está a qualidade da merenda escolar de seus filhos. Mas o nutricionista ou um médico especialista são os profissionais que você deve procurar para fazer sua lista de compras baseado no cardápio semana da família.
Fonte: Saúde Melhor