terça-feira, 27 de junho de 2017

Goji Berry: Benefícios da Fruta



Como fazer chá Goji Berry?



Aqui está uma maneira simples, mas saudável para colocar uma boa xícara de chá Goji Berry. O Goji Berry é uma baga deliciosa que aparece na forma seca como uma uva passa. O sabor goji é uma mistura de cranberry e uma cereja, e é muito útil para fazer um chá delicioso.
As vantagens destas bagas são reconhecidas durante séculos na Ásia. Ela foi muitas vezes utilizada na medicina tradicional chinesa para remediar doenças e melhorar a saúde. Nos últimos anos, a baga de goji tornou-se cada vez mais popular no Ocidente por causa de seu valor nutritivo excepcional, bom gosto e quantidade de antioxidantes que contêm a fruta.
goji berry emagrece e fortalece o sistema imunológico, além de ter ação antioxidante e anti inflamatória .

Ingredientes Para Fazer Um Chá de Goji Berry
Um copo de água
Um punhado de bagas de goji
Possivelmente um pacotinho de chá com um sabor de escolha

Instruções:
Ferva a água, e se necessário adicionar o pacotinho de chá.
Acrescente um punhado de bagas na bebida durante cerca de 10 minutos
Coe as bagas
Se necessário, adicione um pouco de creme de baunilha, adoçante ou açúcar para dar a doçura que é desejada.

Chá de Goji Berry é bom para você e pode ter as seguintes vantagens:

Pode ajudar a melhorar sua saúde geral através da composição única da baga
Ele pode ajudar a reforçar a função dos rins
Pode ajudar a melhorar a sua visão
Pode ajudar a proteger o seu fígado
Pode ajudar a melhorar o funcionamento do seu sistema imunológico
Ela pode ajudar a melhorar a sua circulação sanguínea
Ela pode ajudar a sua libido, melhorar a função sexual e virilidade, especialmente em homens.
Ela pode ajudá-lo a se sentir mais enérgico e mais apto
Ela pode ajudá-lo a dormir melhor e mais descansado
Ela pode ajudar a diminuir o nível de estresse
Está provado que a Goji Berry é antioxidante e ajuda a prevenir certos tipos de câncer
Ela pode ajudá-lo a diminuir o colesterol
Ela pode melhorar seu humor e ajudá-lo a melhorar o foco e agilidade
Ela pode ajudar a perder peso

Embora haja pouco estudo, as mulheres que estão grávidas são aconselhadas a consultar um especialista para o uso de bagas de goji. Há pouco ou nenhum efeitos negativos conhecidos sobre o chá goji em relação à gravidez. No entanto, pode, por vezes, causar efeitos secundários na utilização de certos medicamentos, ou nas pessoas que são sensíveis às bagas.
Se tiver algum sintoma após o uso de bagas de goji , tais como erupções cutâneas, consultar um especialista e ver se isso está relacionado com o uso da baga.

Fonte: Colaboradora Rosi Feliciano

domingo, 25 de junho de 2017

Pizza light de caneca


Ingredientes

1 pacote de torrada Magic Toast Light Marilan (7 unidades)
1 colher (sobremesa) de azeite
1 colher (chá) de fermento em pó
2 colheres (sopa) de molho de tomate
1 colher (sopa) de queijo parmesão ralado light
80 ml de leite desnatado
2 tomates cereja
1 fatia de presunto magro
Sal e orégano a gosto
Manjericão (opcional)

Modo de preparo

Coloque as torradas em um saco.
Triture-as até formar uma farinha.
Despeje a farinha em uma caneca.
Junte fermento, sal, azeite e leite, mexendo bem.
Por cima desta massa, espalhe o molho de tomate.
Polvilhe o parmesão.
Em seguida, coloque o presunto cortado e os tomates.
Salpique orégano a gosto.
Leve ao micro-ondas por dois minutos.
Sirva em seguida.
Experimente!
Fonte: Lucília Diniz

sábado, 24 de junho de 2017

Vitamina B12- O que pode causar sua falta no organismo?

Deficiência de vitamina B12 é causa de anemia acompanhada ou não por dificuldade para andar e parestesias ou formigamentos de distribuição simétrica, principalmente nas pernas, pés e mãos.
Alimentos ricos em B12:

Pode haver ainda palidez, inchaço, hiperpigmentação da pele, icterícia e fraqueza muscular. Inflamações na língua, má absorção de nutrientes, infertilidade e tromboses são menos frequentes.
A vitamina B12 é essencial para a formação, integridade e maturação das hemácias. Em sua ausência, elas aumentam de volume e o tamanho do núcleo fica desproporcional ao do citoplasma. Na medula óssea — local em que são produzidas — o número de células chega a aumentar tanto que o aspecto simula o das leucemias.
É uma vitamina necessária para o desenvolvimento e manutenção das funções do sistema nervoso. Sem ela, a mielina que recobre os nervos (como a capa de proteção faz com os fios elétricos) sofre um desgaste que recebe o nome de desmielinização, processo que ocorre tanto em neurônios de nervos periféricos, quanto naqueles da substância branca do cérebro.
A principal fonte de B12 está nos alimentos de origem animal. Mas, para absorvê-la, o tubo digestivo depende de fatores intrínsecos presentes num grupo especial de células do estômago (células parietais) e de receptores localizados no íleo.
Anemia perniciosa
A causa mais frequente da deficiência de B12 é a perda desse fator intrínseco produzido pelas células parietais, associada a um tipo de gastrite (gastrite atrófica). A anemia resultante é denominada anemia perniciosa, nome inadequado, porque não leva em consideração as manifestações neurológicas.
A anemia perniciosa resulta de um mecanismo autoimune em que a própria resposta imunológica destrói as células parietais do estômago. Como consequência, ocorre perda do fator intrínseco necessário para a ligação com a vitamina B12 ingerida.
Doenças autoimunes, como diabetes do tipo 1, vitiligo e as que afetam a tireoide, aumentam o risco de anemia perniciosa.
A prevalência é de 50 a 4.000 casos em cada cem mil habitantes. É mais comum em descendentes de africanos e europeus do que em asiáticos. É preciso estar atento às formas leves de gastrite atrófica que ocorrem em até 20% das pessoas mais velhas.
Se alimentados exclusivamente com leite materno, filhos de mães portadoras de deficiência de B12 podem apresentar a partir dos quatro meses de idade: anemia, hipotrofia cerebral, retardo de desenvolvimento, hipotonia muscular, perda de apetite, irritabilidade, tremores, letargia e coma.
A reposição de B12 provoca regressão rápida do quadro. Quanto mais prolongada a deficiência, mais lenta e incompleta a recuperação.
Outras causas da deficiência:
1) Cirurgias que reduzem as dimensões do estômago, como as gastrectomias totais ou parciais e as cirurgias bariátricas;
2) Doenças inflamatórias do intestino e as que provocam má absorção;
3) Uso crônico de medicamentos para reduzir a concentração de ácido no suco gástrico (omeprazol, ranitidina, etc.);
4) Uso de metformina no diabetes;
5) Dietas vegetarianas ou pobres em alimentos de origem animal.
 Diagnóstico e tratamento
Embora níveis sanguíneos de B12 muito baixos estejam associados à deficiência, é raro encontrá-los. Resultados na faixa de normalidade não excluem a possibilidade de haver déficit. Exames falso-negativos e falso-positivos são frequentes.
O diagnóstico é feito com base nas dosagens sanguíneas de ácido metilmalônico e homocisteína, que se encontram elevadas em 98% dos casos. Como a reposição vitamínica provoca diminuição progressiva dessas concentrações, a primeira dosagem deve ser pedida antes de iniciar o tratamento.
A reposição começa com uma dose de ataque de oito a dez ampolas de 1.000 microgramas, por via intramuscular; seguidas de uma ampola por mês. A dose por via oral é de 1.000 a 2.000 microgramas diárias.
A anemia geralmente é corrigida em dois meses. O quadro neurológico regride parcial ou completamente em seis meses. O tratamento é mantido por períodos longos ou pela vida toda.
 Fonte: Drauzio Varella

Exercícios que ajudam a diminuir a celulite!

A celulite é um problema que tentamos resolver sendo homens ou mulheres, claro que é uma preocupação feminina, pois na nossa constituição física temos mais gordura que os homens, e ao longo dos anos acumulamos mais gordura corporal que eles. Podemos ser magras ou estar acima do peso é um grande problema a celulite, que podem aparecer com três características: a suave, moderada ou esclerótica (que é uma alteração mais nítida).
Quando o tecido de gordura aumenta e a camada de gordura mais próxima da periferia (próximo à pele) engrossam, formam-se as cavidades da celulite. Todo esse processo acontece pelas alterações no tecido adiposo que atingem também a microcirculação.
Os exercícios aeróbios e musculares são muito eficazes na diminuição da celulite, ambos provocam uma diminuição de gordura corporal e os efeitos que a celulite traz são amenizados, mas sempre associados com a reeducação alimentar. Os estudos mais recentes dão muito crédito para os exercícios musculares, pois eles agem de maneira muito eficiente no tecido adiposo, isso faz com que a celulite diminua muito.

Exercícios eficazes para combater a Celulite
Existem muitos exercícios eficazes, mas os musculares são os mais práticos e eficazes, dentre eles estão:
  • Leg press (academia) - o equipamento de leg press da academia têm algumas variações, o horizontal, inclinado e vertical, todos são muitos bons. O exercício consiste em fazer uma flexão de joelhos empurrando uma plataforma, alguns cuidados devem ser observados: não estender totalmente os joelhos, deixar o joelho levemente fletido ao final do movimento, fazer o movimento bem controlado para que você obtenha mais resultados e apoiar bem a lombar no equipamento para te dar melhor base para realizar o exercício.
  • Agachamentos - os agachamentos são excelentes para diminuir os efeitos da celulite, um dos campeões para combatermos a celulite. Eles são exercícios bem complexos, pois envolvem um número muito grande de músculos fazendo com que acha muito bem nos tecidos musculares e adiposos.
Existem muitas variações de agachamentos, sem equipamentos, com a bola de apoio, com halteres, dentre outras variações, o importante é realizar o movimento com bastante atenção e bem controlado. É de extrema importância procurar ajuda de um Profissional de Educação Física para corrigir e orientar no movimento.
  • Elevação de quadril no solo - exercício ótimo para trabalhar as musculaturas posteriores de coxa e glúteos. Ele é muito eficaz para resolver o problema com a celulite, e é um exercício muito seguro de se fazer. Inicie com o próprio peso corporal e vá intensificando com o tempo utilizando carga.
A maior parte dos exercícios musculares são ótimos para combater a celulite, apenas coloquei três dos mais eficientes acima. É muito importante que vocês observem a alimentação, consultem um profissional de Nutrição, pois potencializará melhores resultados na diminuição de gordura corporal.
Para que os exercícios e o programa de treinos seja seguro e eficaz sempre tenha a consultoria de um Profissional de Educação Física, os resultados serão muito mais otimizados e você terá toda a segurança em realizar os exercícios corretamente.
Fonte:MSN

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Exercício ajuda muito a rejuvenescer!

Quanto mais exercício você faz, menor é o ritmo de envelhecimento do seu organismo. Isso é o que diz um estudo publicado no periódico Preventive Medicine após analisar o DNA de pessoas ativas e sedentárias.

Os pesquisadores examinaram, durante anos, os telômeros — estruturas que se formam nas extremidades dos cromossomos para prevenir o desgaste do material genético — de aproximadamente 6 mil pessoas. Toda vez que uma célula se replica em nosso organismo, os telômeros se encurtam, o que os transforma em ótimos indicadores de envelhecimento (já se sabe que pessoas com telômeros curtos têm uma expectativa de vida menor e correm um risco maior de desenvolver doenças crônicas).

Como foi o estudo

Os participantes registraram por um mês sua rotina de atividades físicas e a intensidade com a qual realizaram esses exercícios. Além disso, forneceram amostras de DNA. O resultado das análises mostrou que a diferença entre pessoas fisicamente ativas e sedentárias era o equivalente a nove anos de envelhecimento celular.
Mas o mais importante é que as pessoas mais jovens a nível celular eram aquelas que não só praticavam atividade física regularmente mas realizavam exercícios intensos e duradouros – cerca de 40 minutos de corrida, cinco dias por semana.
Os autores do estudo descobriram que atividades moderadas também proporcionam um efeito rejuvenescedor, mas não na mesma escala. O ideal é se exercitar de 150 a 200 minutos por semana com sessões longas de esforço.
Então, não existe mais motivo para deixar a malhação para outro dia, não é mesmo? Além de manter a forma, a academia agora é capaz de ajudá-la a parecer mais jovem.
Fonte:MSN

quinta-feira, 22 de junho de 2017

O óleo de coco não é tão saudável quanto você pensa!

óleo de coco, recomendado em muitas dietas como substituto aos tradicionais óleos de cozinha, à manteiga e até mesmo ao azeite de oliva, pode ser, na verdade, a opção menos saudável. De acordo com um relatório recente da Associação Americana do Coração (AHA, na sigla em inglês), o óleo de coco contém altos níveis de gordura saturada, sendo tão prejudicial quanto – ou até pior que – as gorduras de origem animal e até mesmo as outras de origem vegetal.

Segundo a pesquisa, enquanto o azeite tem 14% de gordura saturada, a banha de porco contém 39% , a de carne bovina 50%, a manteiga 63% e o óleo de coco impressionantes 82%.
“Como o óleo de coco aumenta o colesterol LDL, uma causa de doenças cardiovasculares, e não tem efeitos favoráveis compensatórios conhecidos, nós desaconselhamo seu o uso”, afirma a AHA.

Limites

A ingestão de gorduras saturadas em excesso prejudica a saúde ao  elevar os níveis de colesterol ruim (LDL), aumentando também o risco de doenças cardíacas e derrames devido ao acúmulo de gordura nas artérias, processo conhecido como aterosclerose. Por isso, a Associação Americana do Coração recomenda limitar o consumo de gorduras saturadas, presentes na manteiga, carne vermelha, queijo e a outros alimentos de origem animal.
“Comer bem, para a saúde do seu coração, não significa apenas reduzir a gordura, mas diminuir tipos específicos de gordura e pensar em bons substitutos, como gorduras insaturadas e cereais integrais, em vez de açúcar refinado e carboidratos”, disse Victoria Taylor, representante da Fundação Cardíaca Britânica, à BBC News.
A recomendação é que as gorduras saturadas — de laticínios, animais e óleo de coco e azeite de dendê, entre outras — sejam substituídas por gorduras mono ou poli-insaturadas, encontradas sobretudo em óleos vegetais, como o azeite de oliva e os óleos de milho, canola, girassol e soja.
Estudos anteriores mostraram que a redução no consumo de gorduras saturadas reduz os riscos de doenças cardiovasculares em aproximadamente 30%. Taxa semelhante a de quem toma estatinas, de acordo com informações da rede americana CBS.

Colesterol bom

A gordura é parte essencial de uma dieta equilibrada e saudável, atuando principalmente na absorção de vitaminas, como A, D e E. Porém, em vez de comer alimentos ricos em gorduras saturadas, como frituras, açúcares e o óleo de coco, a associação recomenda substituí-los por fontes melhores e mais saudáveis, como as gorduras insaturadas encontradas no peito de frango, peixes, nozes, frutas e legumes, azeite e produtos lácteos com baixo teor de gordura.
Veja na tabela abaixo os tipos de gordura e suas respectivas quantidades em cada tipo de alimento, de acordo com o relatório da AHA.
AlimentoGordura Saturada, g/100 gGordura Monoinsaturada, g/100 gGordura Poliinsaturada, g/100 g
Óleo de canola76328
Óleo de coco8262
Óleo de milho132855
Manteiga63264
Banha394511
Azeite de Oliva147310
Óleo de Girassol10Entre 20 e 84Entre 4 e 66
Óleo de soja162358
Carne bovina50424
Conhecido como o “colesterol bom”, o HDL absorve o ruim e o transporta de volta para o fígado, que o expulsa do corpo. Por isso, altos níveis desse tipo de colesterol podem ter o efeito oposto do LDL, reduzindo o risco de doenças associadas.
De acordo com as diretrizes do Serviço de Saúde Pública da Inglaterra, homens deveriam comer, em média, até 30 gramas de gordura saturada por dia e as mulheres até 20 gramas. No entanto, se o objetivo é reduzir os níveis de colesterol no sangue, recomenda-se reduzir a gordura saturada a 5% ou 6% do total de calorias. Isso significa que, para quem tem o consumo diário de 2.000 calorias, a ingestão diária desse tipo de gordura não deve ultrapassar 13 gramas.
Fonte:MSN

Receita de Curau funcional e saudável!

Em época de festas juninas uma boa receita é sempre bom aprender!



Ingredientes:
  • 4 espigas de milho
  • 500 ml de leite de coco
  • 2/2 xícaras (chá) de açúcar de coco
  • Canela em pó à gosto
Modo de preparo:
Bata o milho  natural com o leite e passe pela peneira duas vezes. Acrescente o açúcar e leve ao fogo médio mexendo até desgrudar do fundo da panela. Coloque em mini bowls individuais e salpique canela em pó por cima.Leve para geladeira. É uma delícia!
Não abuse dos doces!
Patrícia Mendes

sábado, 17 de junho de 2017

Mindfulness: prática ameniza ansiedade, estresse e ajuda na perda de peso

Técnica de atenção plena pode ser realizada em qualquer momento do dia, inclusive no banho.


Sabe aqueles momentos em que você se encontra totalmente no piloto automático? Isso pode acontecer na rua, no trabalho, em casa ou em qualquer lugar em que você já esteja na sua zona de conforto. Para quebrar essa bolha que nos deixa alheio a muitas coisas que acontecem, existe o mindfulness, ou "atenção plena" na tradução para o português.
"O estado psicológico de mindfulness nos liberta de viver a vida como robôs fazendo, dizendo, comendo e se comportando das mesmas velhas maneiras (e ironicamente esperando resultados diferentes). Essa prática ajuda a 'enxergar' a realidade presente de maneira mais objetiva, clara, para que possamos ser mais continentes a ela e não engolidos por ela", explica a psicóloga Danniela Sopezki, instrutora da prática e uma das fundadoras do Iniciativa Mindfulness.
Uma das formas de conseguir inserir esse conceito na sua vida é pela meditação, mas Danniela destaca que mindfulness não se limita a isso. "O termo é usado para várias coisas. Podemos estar falando do estado psicológico, das práticas (como a meditação), de uma característica inata em algumas pessoas, relacionada a predisposições genéticas e experiências proporcionadas pelo estilo de vida", conta ela.
"Nossa mente tem poder de cura para questões emocionais e físicas, de resolução de questões, de tomada de decisão, etc. Ao estimular a mente para um estado especial de atenção, através do mindfulness, novas conexões neurais podem se formar e com isso, novos processos de aprendizado podem ser estimulados. A verdadeira viagem de descobrimento não consiste em ver novas paisagens, mas em ter novos olhos, já dizia o escritor Marcel Proust", completa a também psicóloga Adriana de Araújo.
O processo envolve aprender a regular a atenção, propositalmente, com um senso de abertura e de curiosidade, para a nossa realidade presente. "Ao expandir o estado de mindfulness, aumentamos a nossa disposição para permanecermos mais conscientes e, dessa forma, descobrimos um espaço de liberdade, para que possamos agir na nossa vida com escolhas mais saudáveis, responsáveis, criativas e ajustadas a nossa verdadeira essência, mais independentes de condicionamentos mentais", diz Danniela.
Porque incluir o mindfulness na sua vida?
Os benefícios do mindfulness são tantos, que até hospitais estão incluindo a prática como um dos braços no tratamento de câncer e HIV, conta Danniela: "Inclusive na Inglaterra o mindfulness faz parte do sistema público de saúde como tratamento para recaídas de depressão". Esse estilo de vida tem conquistado muita gente por sua capacidade de melhorar a forma de nos relacionarmos com nós mesmos, "estabelecendo um cuidado com o nosso corpo, estado emocional e mental, porque passamos a nos observar e saber o que fazer para amenizar desequilíbrios. Além de proporcionar autoconsciência e senso de integração mais amplo (ecológico, social)", completa ela. Abaixo, a especialista reúne alguns aspectos que melhoram com o mindfulness:
  • Alívio de dores e tensões
  • Diminuição da ansiedade e de sintomas depressivos
  • Redução do estresse e da agitação mental
  • Melhora da concentração e da memória
  • Auxílio na perda de peso
  • Melhora do sistema cardiovascular, digestivo e nervoso
  • Redução da pressão arterial
  • Melhora do sono
Como funciona
Entre as diversas formas como é possível ser beneficiado pela técnica, o princípio com que ela age no corpo é quase a mesma, por meio da atenção plena. Já pensou conseguir potencializar a perda de peso com o mindfulness? "Quem come distraído, fazendo outras atividades, raramente se sente satisfeito com a quantidade correta e tende a comer mais e mais. A falta de atenção leva a um abuso excessivo da quantidade e tipos inadequados de alimentos para uma vida saudável", diz Adriana.
Ela destaca que, ao trazer a atenção total para o que está fazendo, o que no caso seria durante uma refeição, você degusta, sente as texturas, a temperatura e consegue saborear cada alimento, ganhando um resultado melhor na relação de prazer com os alimentos. Esse mesmo processo se aplica em outros âmbitos, como no trabalho, nos estudos e nas relações pessoais.
Como começar
A boa notícia é que qualquer pessoa pode incluir o mindfulness em sua vida. "Todos nós já temos esse estado psicológico, em graus variados. Para obter os benefícios comprovados, temos que aumentá-lo. Uma boa dica é buscar orientação especializada, porque assim é possível entender teoricamente e, a partir da sua própria experiência, conhecer os benefícios. Fazer aula de yoga, tai chi, artes marciais também é uma forma de executar o mindfulness. Veja que não precisa aumentar o tempo de prática apenas sentado. Há opções para todo mundo! Não há receita de bolo, há o que é bom para você", destaca Danniela.
A ideia é que a pessoa inclua a prática de acordo com o seu espaço, rotina e tempo. Escolha o ambiente que quer começar, a posição que se sentir mais confortável, em pé, sentado ou até deitado, em silêncio ou não, pelo tempo que preferir. "O mindfulness cabe na vida de quem não tem quase nenhum tempo livre, inclusive. Eu falo exatamente isso em meus grupos, que todo momento é um momento para praticar mindfulness, até lendo essa reportagem", ressalta a especialista.
Para começar, você pode escolher três momentos do dia que irá realizar o mindfulness. "Crie lembretes para sair do piloto automático. Pode ser, por exemplo, uma na refeição, outra no banho ou durante algum esporte, no tempo que caminha de um lugar a outro, enquanto dirige. Comece a pratica com três situações de sua rotina, especialmente onde passa mais tempo, seja estudando, trabalhando ou treinando", orienta Danniela. Ela explica ainda como realizar a prática no banho:
1. Sinta a temperatura da água. Às vezes nem está tão ajustada a sua necessidade do dia, seja gentil consigo mesmo.
2. Note as gotas que caem e escorrem pelo corpo e as sensações que provocam na superfície da pele.
3. Ao pegar seu sabonete, shampoo ou qualquer outro produto, reserve um instante para sentir o cheiro.
4. Ao tocar seu corpo, observe as sensações. No contato das distintas texturas, talvez do sabonete, da esponja, da própria mão, da espuma.
5. Observe se você tem alguma urgência em querer fazer tudo tão rápido (não é necessário demorar, poupe água, é necessário apenas atentar).
6. Observe se a mente insiste em pensar em outras coisas e a convide a tomar banho com você. Se, de repente, surgir um pensamento mais sexual, não se preocupe, se deixe levar e mantenha a mente aberta.
7. Note as partes do corpo que entram em movimento para você conseguir tomar banho.
8. Ouça o som da água, do chuveiro, dos seus movimentos.
9. Faça observações sobre o seu corpo ? sem julgá-lo.
"Cada banho tem uma novidade: você consegue notar? Faça o mesmo enquanto se seca, notando a textura da toalha, a mudança de temperatura, seu cheiro, sensação física no corpo. Esteja de corpo e alma na tarefa. Você gasta uma grana com toalhas e fragrâncias e um bom banheiro, mas está aproveitando ou o piloto automático que toma banho e não curte nada?", questiona Danniela.
Contraindicações
A contraindicação seria em relação ao tipo de atividade sugerida, sua dose e possibilidades de efeitos adversos. "Existem intervenções especializadas para os mais distintos problemas mentais e físicos, e isso demanda que o profissional saiba o que está fazendo. No caso de pessoa em crise ou sintomas mais sérios, ela deve procurar um profissional da área da medicina ou psicologia porque nesses casos há a demanda de intervenções psicoterapêuticas baseadas em mindfulness, talvez não seja a hora de meditação", lembra a especialista. "Uma pessoa deprimida não tem energia para meditação longa e alguém com extrema ansiedade pode se sentir pior. Mas, como é possível praticar mindfulness em todos os momentos, os profissionais capacitados saberão prescrever o quê, o quanto e como o seu cliente pode praticar, em função de seu quadro clinico do momento", finaliza Danniela.
 Fonte: MSN

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Nova técnica de redução de estômago por endoscopia é testada no Brasil

Pacientes com sobrepeso ou obesidade moderada (IMC acima de 30) poderão tratar o excesso de peso com uma nova técnica de redução de estômago aprovada recentemente no Brasil: a gastroplastia endoscópica, procedimento realizado via endoscopia, de forma menos invasiva, sem cortes, que reduz o tamanho do estômago para cerca de 60%, promovendo a saciedade. A perda de peso estimada no período de um ano é de 20% a 25% do peso original.

A técnica foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em novembro e, por enquanto, os procedimentos são realizados apenas pela Faculdade de Medicina do ABC, por meio de um protocolo de pesquisa aprovado pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), vinculada ao Ministério da Saúde, sob coordenação dos endoscopistas Eduardo Grecco e Manoel Galvão Neto – responsável pelo desenvolvimento da técnica.
O protocolo permite que a cirurgia seja feita em 30 pacientes – 8 já foram operados. A ideia é expandir ainda mais o protocolo, para que mais pacientes sejam beneficiados. Enquanto isso não acontece, Galvão Neto percorre o mundo treinando médicos para o uso da técnica, enquanto Grecco comanda os procedimentos no Brasil. No mundo todo, mais de 3 mil procedimentos já foram realizados em cinco anos, 300 deles pelo grupo de Galvão Neto.
Ao contrário da cirurgia bariátrica tradicional, indicada apenas para pacientes com IMC acima de 35 (associado à comorbidades), a gastroplastia endoscópica não é uma cirurgia propriamente dita, embora seja realizada em centro cirúrgico e com anestesia geral. Na nova técnica, um endoscópio flexível com uma câmera de alta resolução é inserido no paciente por meio da boca até chegar ao estômago. Uma agulha com um fio altamente resistente costura parte do órgão, diminuindo seu tamanho e o deixando em formato de tubo. “Dessa forma, o estômago fica mais restritivo e com menor complacência, ou seja, não consegue dilatar”, explica Grecco.
De acordo com ele, o tempo de “cirurgia” é reduzido – cerca de 50 minutos, ante 2 horas no procedimento tradicional –, o que diminui os riscos de complicações no pós-operatório. Além disso, a recuperação é mais rápida, pois o paciente pode ir para a casa no mesmo dia e retomar as atividades normais em menos de uma semana. Na bariátrica convencional, o tempo de internação fica em torno de três dias e é necessário um repouso maior antes de retomar as atividades.

Primeiro brasileiro

O empresário Laurindo Gonçalves Cirqueira, de 57 anos, foi o primeiro brasileiro a se submeter ao procedimento, há um ano, dentro do protocolo de pesquisa. Ele soube que a faculdade estava selecionando voluntários e a filha o inscreveu. Na época, pesava 119 quilos e tinha obesidade de grau 1. Em um ano, o empresário perdeu 27 quilos (22,6% do peso original).
“Mesmo sabendo que eu seria o primeiro do Brasil, topei fazer o procedimento. Eu já tinha tentado todos os tipos de regime e não conseguia perder peso. Tomava remédios, fazia dietas, tomava chás, fazia de tudo e não conseguia emagrecer”, diz Cirqueira. Além disso, o empresário conta que sentia muita dor nos joelhos e tinha de usar uma bengala para conseguir se movimentar. “Foi a melhor coisa que eu fiz na minha vida. Hoje, graças a Deus, voltei à minha vida normal, faço caminhada, frequento a academia. Não tive dor nenhuma no pós-operatório e a recuperação foi ótima.”
Por se tratar de um procedimento novo no País, a gastroplastia endoscópica ainda não tem cobertura dos planos de saúde e será oferecida apenas para pagamento particular. Segundo Grecco, o procedimento todo gira em torno de R$ 40 mil. Vários médicos brasileiros já passaram pelo treinamento e aguardam a chegada dos equipamentos para poder começar a operar. O cirurgião bariátrico e endoscopista Admar Concon Filho, de Valinhos, já passou pelo treinamento. “Esta é uma alternativa eficiente para pacientes que não têm indicação cirúrgica, mas já esgotaram outras possibilidades de tratamento. Existem muitos pacientes que querem fazer a cirurgia tradicional, mas não eram elegíveis. Já atendi cerca de 20 pessoas interessadas nessa técnica”, afirma Concon.
Caetano Marchesini, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), diz que a gastroplastia endoscópica é uma técnica que vem complementar as opções existentes para o tratamento da redução de peso e não compete com a cirurgia bariátrica por apresentar resultados muito diferentes. “Esse procedimento se aproxima mais dos resultados do balão intragástrico e não da cirurgia.”

Diferenças

Segundo Marchesini, a restrição alimentar promovida pela cirurgia bariátrica tradicional é muito maior do que na técnica por endoscopia porque na cirurgia parte do estômago é realmente separada, o que altera também hormônios ligados à fome e saciedade. “A perda de peso na cirurgia bariátrica gira em torno de 40%, enquanto na endoscópica é 25%”, afirma.
Em nota, o Conselho Federal de Medicina (CFM) informou que a gastroplastia endoscópica ainda não consta do rol de procedimentos bariátricos reconhecidos pelo órgão. Informa ainda que, até o momento, não houve formalização de pedido para reconhecimento dessa técnica junto ao CFM e, por enquanto, o procedimento pode ser realizado apenas por meio de protocolos de pesquisa.
Fonte:MSN

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Dieta da Sopa , aproveite agora no inverno!

Dieta da Sopa para Emagrecer Rápido

No dia 21 de Junho se iniciará oficialmente o inverno, por isso preparamos uma super dieta da sopa para você ficar aquecido e conseguir emagrecer nesse inverno.
Descobrimos uma ótima receita para perder peso com dieta da sopa, aqui tem receitas mais adequadas, que nos permitirá resolver o probleminha de abastecimento de gordura e realmente será útil para emagrecer rápido.
dieta da sopa hospital do coracao possui vários benefícios para saúde, se seguida de forma correta trará os resultados desejados rápido.
Assim como toda dieta, deve se tomar alguns cuidados para não acabar prejudicando a saúde. 

Como vimos, a dieta da sopa é uma dieta realmente eficaz, tanto do ponto de perda de peso quanto o de purificação. Devemos sempre ter em mente que é uma dieta "choque" que pode ser seguida por um curto período de tempo.

Mas entre os seus defeitos é a de monotonia: os alimentos permitidos são realmente limitados e o único autorizado em boa quantidade é ainda a sopa.

COMO PODEMOS FAZER A DIETA DA SOPA SEM FICAR ENTEDIADO? Devemos usar as receitas certas.

O truque para fazer a dieta da sopa  mais "palatável" pode ser apenas o que jogar sobre os diferentes tipos de sopa e sopa de legumes que possamos preparar, assim como você faz quando se prepara frutas e vegetais misturados
.
O fato de estar em temporada completa de inverno nos ajuda ainda mais: na verdade, temos diversos vegetais frescos que nos permitem preparar sopas quentes e deliciosas.
Desta forma, mesmo uma dieta muito rigorosa como a sopa vai parecer mais agradável e variada: e nós podemos tirar proveito das propriedades de diferentes vegetais em nossa jornada de perda de peso e tratamento.

RECEITAS DIETA DA SOPA: SOPA DE CEBOLA SEM GORDURA



A cebola é valiosa para a nossa saúde: é rica em vitaminas e minerais, que contém quercetina tem propriedades anti-inflamatórias e ajuda a reduzir o nível de açúcar no sangue.

O problema da receita clássica para sopa de cebola é a utilização de queijo, pão e creme: tudo, mas os ingredientes adequados para um prato leve e saudável.

Receita de sopa de cebola
Vamos ver como fazer uma versão light de sopa de cebola, que pode ser inserido na dieta da sopa para torná-lo mais agradável. As doses indicadas são úteis para 4: considerando que é o alimento que pode conceder sem limitação, também podemos preparar uma quantidade para comer durante o dia.

Vamos precisar de: 1 colher de sopa de azeite extra-virgem, 3 cebolas grandes (de preferência os brancos, porque eles têm um sabor mais doce) finamente fatiado 3 copos caldo vegetal, um grupo de tomilho, sal e pimenta de acordo com o nosso gosto.

A preparação é muito simples: aqueça o óleo em uma panela e adicione a cebola, deixe dourar. Então vamos combinar uma concha de cada vez de caldo de legumes e tomilho e cozinhe em fogo médio por cerca de 15 minutos, antes de adicionar sal e pimenta.

Neste ponto, nossa sopa de cebola está pronta: se você não consumir tudo, conserve guardando na geladeira, apenas aquecê-la em fogo baixo por alguns minutos para se preparar para um prato quente e perfumado.

DIETA DA SOPA RECEITA: SOPA DE ABÓBORA



Aqui está outro vegetal típico do inverno com o qual podemos preparar uma deliciosa (e saudável) sopa.

Na verdade, a abóbora é muito útil para regular o trânsito intestinal (que pode assim ajudar a combater a prisão de ventre), são ricas em vitaminas e minerais e antioxidantes (que é a célula que luta com envelhecimento).

Para prepará-la será necessário: cerca de 1 quilo de abóbora limpa, 1 punhado de sementes de erva-doce, 1 cebola, 1 colher de sopa gengibre (nós sabemos que o gengibre é útil para o nosso sistema digestivo e para a purificação de toxinas) , 1 / 2 colher de sopa de açafrão, 3 chávenas de água,  azeite extra virgem, sal e pimenta.

O primeiro passo é preparar a abóbora: corte em pedaços, devemos colocá-lo em um forno quente (180 graus) por cerca de 20 minutos (a polpa da abóbora deve ser suave).

Enquanto isso vamos aquecer o óleo em uma panela, adicione a cebola e gengibre picado grosseiramente, sementes de funcho e açafrão.

Nós combinamos a abóbora a mistura de cebola e especiarias, vamos brindar levemente e adicionar água (pode também se acrescentar o caldo de legumes, se você preferir) e deixe ferver por cerca de 5 minutos.

Neste ponto, podemos deslocar-nos no liquidificador, mas se quisermos evitar mover o líquido quente (com o risco de queimada), podemos usar um liquidificador para obter um creme liso que poderá "terminar" com sal e pimenta ao nosso gosto.

Mais uma vez a receita utilizada para preparar uma sopa muito saudável: se você não comer tudo em uma refeição, podemos armazená-lo com segurança na geladeira para aquecê-lo rapidamente quando sentir fome.

Fonte: Colaboradora Rosi Feliciano